Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Silva o Batuta - O craque e o futebol de seu tempo - cover

We are sorry! The publisher (or author) gave us the instruction to take down this book from our catalog. But please don't worry, you still have more than 500,000 other books you can enjoy!

Silva o Batuta - O craque e o futebol de seu tempo

Marcelo Rousseau Valença Schwob

Publisher: LivrosdeFutebol

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Ídolo de muitas torcidas, Walter Machado da Silva – mais conhecido como Silva, o Batuta — jogou nos clubes mais populares do Brasil; Flamengo, Vasco da Gama, Botafogo, Botafogo de Ribeirão Preto, São Paulo e Santos, além do Barcelona (Espanha) e do Racing (Buenos Aires). Em muitas dessas passagens, seria artilheiro e campeão. Fez mais de 600 partidas oficiais, superando a marca de 300 gols. Com sua técnica, soube se impor num tempo em que o futebol brasileiro foi pródigo em craques. É sobre o carismático camisa dez da Gávea, dos anos 1960, misto de maestro, artilheiro e virtuose do futebol que trata este ebook.
Available since: 09/11/2017.

Other books that might interest you

  • Amigos da Bola - cover

    Amigos da Bola

    P. G. Cruzetta

    • 0
    • 0
    • 0
    Amigos celebram a vida enquanto, no centro das atenções, está a bola. Assim é o futebol, um dos esportes mais apreciados do mundo. No Brasil, então, nem se fala. Aqui vibramos ao longo de 365 dias. Os estádios, como numa grande casa, recebem seus apaixonados torcedores, sempre com festa. Ali, os times em busca de uma vitória têm no povo seu grande incentivador.Este livro fala de amizade e de pessoas que vivem intensamente o amor por este esporte. Dentro ou fora do campo, o gol dá a tônica da alegria, faz a emoção acontecer, consagra o amor de milhões de pessoas em torno de um mesmo ideal. Seja no Maracanã, seja em um campo de várzea, o futebol soma sua torcida. Basta uma simples e artesanal bola feita de meia ou a mais sofisticada produzida com o melhor couro – ela sempre será o ícone daquele encontro.Celebrar, festejar, aplaudir, gritar, chorar e sorrir são momentos que o futebol e o encontro em torno dele fazem acontecer... Chegou a hora! A partida vai começar, tome seu lugar, abra este livro e faça o seu gol com os Amigos da Bola.
    Show book
  • Uma História das Copas do Mundo - volume 1 - cover

    Uma História das Copas do Mundo...

    Airton de Farias

    • 0
    • 0
    • 0
    Para conhecer o futebol. Para conhecer a História. Para conhecer o mundo. Em Uma História das Copas do Mundo – futebol e sociedades, Airton de Farias faz uma apaixonante análise da trajetória do esporte mais popular do planeta e suas conexões com diversas sociedades e processos históricos.“Nunca foi feito nada igual no Brasil”, escreve Juca Kfouri, em sua apresentação do livro Uma História das Copas do Mundo – futebol e sociedade, de autoria do historiador Airton de Farias, a ser lançado em abril pela editora Armazém da Cultura. O texto, em mais de mil páginas, editado em 2 volumes, aborda a contextualização política do mundo pré-Copa, de 1930, ano da primeira Copa, até hoje, quando chegamos à vigésima, insere e relaciona o esporte mais popular do planeta na vida e na política com grandes fatos e processos históricos do final do século XIX, XX e início do XXI. Em nome da bola fez-se guerras, como entre Honduras e El Salvador, em 1969. Em nome da bola, torcidas digladiar-se-iam. Em nome da bola, a paz aconteceu. Com a bola, o neonazismo se expande na Europa, aproveitando-se da crise que o mundo capitalista vive desde 2007. Em nome da bola, povos se confraternizaram, a ponto de inimigos irreconciliáveis, a exemplo de Irã e Estados Unidos, darem-se as mãos dentro de campo e ficarem lado a lado, como se fossem velhos companheiros em divertido jogo de várzea no final da tarde. Com a bola, um indiozinho argentino (Maradona) venceu um gigante inglês, vingando toda uma nação que perdera uma ilha numa guerra delirante estimulada por uma ditadura sanguinária. São relatos do autor Airton de Farias, fundamentados em pesquisa de dois anos e meio com inúmeras fontes e matérias que respaldam e conferem absoluta credibilidade ao livro.
    Show book
  • Uma História das Copas do Mundo - volume 2 - cover

    Uma História das Copas do Mundo...

    Airton de Farias

    • 0
    • 0
    • 0
    Para conhecer o futebol. Para conhecer a História. Para conhecer o mundo. Em Uma História das Copas do Mundo – futebol e sociedades, Airton de Farias faz uma apaixonante análise da trajetória do esporte mais popular do planeta e suas conexões com diversas sociedades e processos históricos.“Nunca foi feito nada igual no Brasil”, escreve Juca Kfouri, em sua apresentação do livro Uma História das Copas do Mundo – futebol e sociedade, de autoria do historiador Airton de Farias, a ser lançado em abril pela editora Armazém da Cultura. O texto, em mais de mil páginas, editado em 2 volumes, aborda a contextualização política do mundo pré-Copa, de 1930, ano da primeira Copa, até hoje, quando chegamos à vigésima, insere e relaciona o esporte mais popular do planeta na vida e na política com grandes fatos e processos históricos do final do século XIX, XX e início do XXI. Em nome da bola fez-se guerras, como entre Honduras e El Salvador, em 1969. Em nome da bola, torcidas digladiar-se-iam. Em nome da bola, a paz aconteceu. Com a bola, o neonazismo se expande na Europa, aproveitando-se da crise que o mundo capitalista vive desde 2007. Em nome da bola, povos se confraternizaram, a ponto de inimigos irreconciliáveis, a exemplo de Irã e Estados Unidos, darem-se as mãos dentro de campo e ficarem lado a lado, como se fossem velhos companheiros em divertido jogo de várzea no final da tarde. Com a bola, um indiozinho argentino (Maradona) venceu um gigante inglês, vingando toda uma nação que perdera uma ilha numa guerra delirante estimulada por uma ditadura sanguinária. São relatos do autor Airton de Farias, fundamentados em pesquisa de dois anos e meio com inúmeras fontes e matérias que respaldam e conferem absoluta credibilidade ao livro.
    Show book
  • Futebol linguagem artes cultura e lazer - volume II - Produção acadêmica sobre futebol - cover

    Futebol linguagem artes cultura...

    Silvio Ricardo da Silva, Elcio...

    • 0
    • 0
    • 0
    'Futebol, linguagem, artes, cultura e lazer' é resul­tante das conferências proferidas durante o I Simpósio Internacional Futebol, Lin­guagem, Artes, Cultura e Lazer (BH/MG, 2013). Ambos foram organizados pelos professores Elcio Cornelsen, Günther Au­gustin e Silvio Ricardo da Silva, integran­tes de dois dos principais núcleos brasi­leiros de pesquisa sobre futebol, GEFuT e FULIA (UFMG). Esta publicação explora assuntos varia­dos, devido ao perfil e à atuação trans­disciplinares dos pesquisadores. Em sua maioria, eles convergem para o período do surgimento do futebol até os anos 1950. Ou seja, os ensaios exploram a aparição de uma nova cultura do corpo atrelada às imposições contemporâneas, espe­cialmente as advindas das expansões citadinas, da luz elétrica, das inovações estéticas modernistas, das organizações de trabalho ou das configurações identi­tárias e de poder, ou ainda da preservação da memória dos jogadores. Uma obra indispensável no âmbito dos estudos futebolísticos.
    Show book
  • Como o Botafogo conquistou a China - Um épico revolucionário baseado em fatos verossímeis - cover

    Como o Botafogo conquistou a...

    Bruno Porto

    • 0
    • 0
    • 0
    Banido na China por décadas, chega finalmente ao Brasil o inacreditável relato que abalará a história do futebol brasileiro e mundial. Da Nanjing dos anos 1930 à cosmopolita Xangai do século 21, a dramática e verossímel epopeia que deu ao Botafogo de Futebol e Regatas 620 milhões de torcedores.
    Show book
  • Operação Portuga - Cinco homens e um recorde a ser batido - cover

    Operação Portuga - Cinco homens...

    Sérgio Xavier Filho

    • 0
    • 0
    • 0
    Este não é um livro sobre corrida, embora se passe entre treinos e competições. É sobre gente. Na verdade, um tipo muito especial de gente. O esporte é o pano de fundo, mas o que está em jogo é muito mais do que isso. São histórias de competição, superação e camaradagem. Em outubro de 2006, o empresário Amílcar Lopes Jr., o Portuga, realizou um feito memorável ao completar a Maratona de Chicago em 2 horas 43 minutos e 50 segundos. A marca, extraordinária para um amador, fez dele uma espécie de lenda no circuito dos corredores de rua de São Paulo. Desde aquele momento, Portuga se tornou o homem a ser batido. O circuito das maiores maratonas do mundo - Berlim, Boston, Chicago, Nova York e Paris - é o cenário ideal para a busca pelo recorde. Lelo, Guto e Tomás correm o mundo, literalmente, para derrubar o Portuga. A esse grupo junta-se mais tarde Felipe Wright e sua obsessão em terminar uma maratona abaixo de 3 horas. E ele chegou lá, com a ajuda de um amigo capaz de um gesto de pura e comovedora nobreza.
    Show book