Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Se o mundo é redondo e outros poemas - cover

Se o mundo é redondo e outros poemas

Paula Scott

Publisher: Editora Gato-Bravo

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O poeta brasileiro Paulo Scott, nascido em Porto Alegre, 1966, é autor de seis livros de poesia e seis de prosa, muitos deles premiados e um que foi adaptado para o cinema para um longa-metragem de Gustavo Spolidoro (2008). Nesta inédita reunião, 'Se o mundo é redondo e outros poemas', Scott traz toda a sua originalidade, com o registo imagético da realidade circundante e o cruzamento de vozes e dicções diversas. A voz única deste poeta, já consagrado pela multiplicidade de premiações que alcançou desde que iniciou o seu percurso literário em 2001, traz ritmos elípticos, planos de perceção, espaços urbanos onde a poesia mostra os dramas cotidianos de vidas ordinárias. Como bem apreciado pelo prefaciador, o escritor e crítico de poesia António Carlos Cortez, a arte poética de Scott está em, justamente, registar tudo aquilo que, para poetas eloquentes, não teria suficiente importância. Trata ele da solidão que reside na banalidade, esta que não é mostrada nos inventários pessoais de vitórias. De certa forma, em seus poemas há a evocação, em uma voz única e inteiramente diversa, do sentimento do 'Poema em linha reta' pessoano: a sensação do não-lugar, do convívio intenso e cruel com o real, matéria que não é sujeita às biografias e, portanto, inservível àquele mundo redondo e perfeito, de gente que não "leva porrada", bem diverso de um outro mundo, "ridículo, absurdo, grotesco, mesquinho, submisso e arrogante", que é o da poesia.
Available since: 07/01/2020.

Other books that might interest you

  • Estado de acédia - cover

    Estado de acédia

    Gregorio Muelas Bermúdez

    • 0
    • 0
    • 0
    ‘Estado de acédia’ faz eco da sensação de agrura que produz um mundo infestado de desigualdades e injustiças e onde abundam os sentimentos de nostalgia e de melancolia. Os poemas aqui reunidos partilham, pois, uma mesma vocação de crítica social, mas através dum olhar culturalista, porque a poesia é uma arma carregada de esperança. Esta nova obra de Gregorio Muelas apaga limites em todos os sentidos. No da tradição poética, ao não romper com o passado e assumir registos diferentes, no formal [...], mas também na fusão dos conteúdos. Assim, encontramos Antonio Machado (evocado no título de Caminhos sobre o mar) para negar as fronteiras marinhas e territoriais; voltamos à herança cultural grega (O sonho de Ítaca) para mostrar-nos a tragédia da imigração; e o leitor avisado notará a presença tácita de Anna Ajmátova (Casas de Fontaka), que foi testemunha do assédio alemão na janela da sua residência numa dessas casas junto ao canal do Neva em Leninegrado.
    Show book
  • De amor ardem os bosques - cover

    De amor ardem os bosques

    Maria Azenha

    • 0
    • 1
    • 0
    Há qualquer coisa de panteísta na poesia de Maria Azenha. O sagrado confunde-se com a natureza em intensa viagem por seus versos, e os sentidos desdobram-se em dimensões dormentes, que só o poema proporciona. A rebeldia instintiva dos bosques serve de cenário a um profundo diálogo com a existência metafísica de objetos, sentimentos, animais e plantas. Em seu novo livro De amor ardem os bosques, dividido em cinco folhas, Maria Azenha conduz e envolve o leitor por diferentes momentos dessa interação. A poeta portuguesa não se faz só e chama para seus versos autores consagrados, com quem conversa sobre elementos diversos, como árvores, amor e nuvens, imagens, simbólicas e concretas, simbioticamente ligadas, que aqui transcendem seu sentido original e previsível.
    Show book
  • Entre a Lua o Caos e o Silêncio: a Flor - Antologia de Poesia Angolana - cover

    Entre a Lua o Caos e o Silêncio:...

    Irene Guerra Marques, Carlos...

    • 0
    • 0
    • 0
    Entre a Lua, o Caos e o Silêncio: a Flor é a antologia mais completa e abrangente já publicada de Poesia Angolana, incluindo os períodos e os autores mais marcantes da sua história. Esta é uma edição histórica, oferecendo um retrato sistemático, plural e riquíssimo do admirável património literário angolano aos leitores de língua portuguesa em todo o mundo. Com excepcional organização de Irene Guerra Marques e Carlos Ferreira, a Antologia de Poesia Angolana divide-se em três partes. A primeira, dedicada à literatura oral, oferece a transcrição literal dos poemas nas línguas nacionais, seguida de tradução acompanhada por notas explicativas que contextualizam cada poema. A segunda secção, referente aos precursores, abarca nomes sonantes da poesia angolana, de Luís Félix Cruz a Jorge Rosa, levando o leitor numa viagem do século XVII, assinalado pelos primeiros textos poéticos manuscritos, até ao século XIX. «Modernidade e Contemporaneidade» é a última parte da antologia e nela irrompem os poetas dos séculos XX e XXI, contrastando, a cada virar de página, manifestações artísticas distintas – as «continuidades e descontinuidades» a que o subtítulo dessa secção alude.
    Show book
  • O ar necessário - cover

    O ar necessário

    André di Bernardi

    • 0
    • 0
    • 0
    O ar necessário é o quinto livro de poesia do mineiro André di Bernardi. Assim como nos anteriores, André perscruta, pelas palavras, o indizível, o eterno, a partícula divina que se encontra em cada átomo do mundo: árvores, flores, bichos, gente. Em seus versos nobres, encontramos a beleza da simplicidade, a profunda intimidade com a terra e com o céu: os dois lados em que o impossível se manifesta.
    Show book
  • Muitos caminhos uma opção - cover

    Muitos caminhos uma opção

    Eguiberto Gil Neto

    • 0
    • 0
    • 0
    Quem curte ler poesias não pode perder essa indicação de livro. Muitos caminhos - uma opção é uma obra singela, com palavras que motivam a continuar a leitura e sentir a mensagem que cada verso transmite.Eguiberto Gil Neto deixa transpirar seus sentimentos por meio de cada estrofe, como se compartilhasse com cada leitor os sentimentos que povoam sua mente no instante da escrita.Muitos caminhos é uma obra prima, um livro carregado de significados para o autor, que envolve todos que leem suas palavras.É possível em cada linha e em cada verso sentir o momento do autor, o pensar de cada palavra. Isso faz o leitor refletir: que sentimento tomava sua mente neste momento de escrita?Mais do que versos, as poesias são a expressão de sentimentos: saudade, respeito, carinho e amor incondicional – principalmente pela família.FAMÍLIA... Talvez seja a palavra que define o sentido que Eguiberto no faz buscar na sequência de cada página virada.Como isso acontece? Só lendo que poderemos perceber que essa sensação é individual e que cada um sentirá a sua.Então, tenha uma boa leitura e que se encontre com os sentimentos aqui registrados, que encontre seu CAMINHO.
    Show book
  • Coleção de Autoras em Português - cover

    Coleção de Autoras em Português

    Various Various

    • 0
    • 0
    • 0
    Nesta coleção, os voluntários do Librivox reuniram várias obras de autoras que escreveram em Língua Portuguesa. A literatura lusófona, do século XVII ao século XX, vem aqui representada por algumas de suas maiores escritoras. (Sumário por Leni)
    Show book