Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Famosas últimas palavras - cover

Famosas últimas palavras

Luís Filipe Cristóvão

Publisher: Jaguatirica

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O poema sem o corte do verso. Este é o melhor modo de apresentar a poesia de Luís Filipe Cristóvão. O autor português, de escrita prolífica, tem 38 anos de palavras acumuladas na cabeça, já publicou mais de sete livros e obriga o leitor a investigar a sua própria identidade, sua noção de pertencimento, como também a identidade do poema. Luís Filipe mexe com nossa antecipação leitora, rompe com nosso ritmo, obriga-nos a pensar. Em 'Famosas últimas palavras', depois de um grande hiato desde 2009, Luís Filipe volta a escrever com um sabor próprio de despedida, com o cheiro característico da maresia a envolver suas palavras. Como revela Cristóvão em sua poesia, ‘Onde quer que esteja a realidade, não está nas páginas dos livros’.

Other books that might interest you

  • Dog day - Diálogos nas folhas em branco - cover

    Dog day - Diálogos nas folhas em...

    Fernanda Moreno

    • 0
    • 0
    • 0
    Dog day é resultado de oficinas na PUCRS, onde o grupo Atrito se formou, e participou de diferentes festivais pelo Rio Grande do Sul entre os anos 2016 e 2017, tendo recebido indicações no Festival Internacional Cena Livre, de Uruguaiana, e no Rosário em Cena, de Rosário do Sul, e sido premiada no Festival Nacional Art in Vento, de Osório, incluindo melhor dramaturgia e ator coadjuvante para Giordano Spencer. Além das temporadas na capital, o grupo promoveu sessões comentadas com debates sobre as temáticas de identidade, gênero, limitações físicas e suicídio.
    
    Diálogos nas folhas em branco, por sua vez, é a montagem de conclusão da oficina de teatro para adolescentes da Cômica Cultural e foi premiada no Festival Viamonense de Teatro Estudantil (FEVITE): melhor espetáculo adulto, melhor dramaturgia e melhor atriz para Amanda Fiore em 2017.
    Show book
  • Palavras correndo atrás de textos - Poemas e outros escritos - cover

    Palavras correndo atrás de...

    Henrique Alberto De Medeiros Filho

    • 0
    • 0
    • 0
    As buscas de respostas da vida que não se disponibilizam, através de literatura que expõe as fragilidades do homem e seus fazeres, pensamentos e individualidades aparecem descritas em Palavras Correndo Atrás de Textos. Dividido em poesias e outros escritos, esta é a quinta publicação de Henrique de Medeiros, que é também autor dos títulos: O Azul Invisível do Mês que Vem; Pirâmides de Palavras e Que as Dores se Transformem em Cores; além de roteirizar e editorar “David Cardoso, o Rei da Pornochanchada” (autobiografia memorialista).
    Show book
  • Ressurgência - cover

    Ressurgência

    Romildo Muniz

    • 0
    • 0
    • 0
    Ressurgência.
    É um fenômeno oceanográfico que ocorre em poucos lugares no mundo. No Brasil sua intensidade é maior nas regiões de Cabo Frio e Arraial do Cabo. Nele, as águas profundas e geladas afloram trazendo nutrientes e aumentando a vida marinha. Mas esse não é um livro sobre oceanografia.
    Ressurgência é, acima de tudo, surgir de novo. É juntar os cacos, catar as cinzas e renascer. É levantar-se após uma queda. Erguer a cabeça, individual ou socialmente, após uma grande guerra, após uma pandemia mundial. É atravessar o deserto. É manter a fé. É reconhecer-se vivo após uma perda, de alguém, de algo, de um sonho. Voltar à vida. Metafisicamente, mas também, fisicamente. Concretamente. É ressurreição.
    Show book
  • Veludo Fino - Uma Coletânea de Versos e Amores - cover

    Veludo Fino - Uma Coletânea de...

    Saulo Pavão

    • 0
    • 0
    • 0
    Veludo Fino – Uma Coletânea de Versos e Amores é uma Obra em textos Ecléticos.
    Hora Livres, hora amarrados, Poemas Simples ou Complexos, Carpintados em Letras Musicais, ou em Reflexões Poéticas, ou Existenciais. Escritos entre os Anos de, 2003 e 2019, e estão divididos em Três Capítulos.
    Tânia – A Musa: Totalmente dedicado a Mulher como Figura de Inspiração, Inspiração de Amor. Tendo Tânia como Figura Principal.
    Reflecsons: Poemas e Textos Reflexivos, voltados à Existência, e a Relação Relativa entre as Pessoas e suas Músicas.
    Veludo: Poemas Escandilados em Variadas Formas. Entre os Poemas de, Veludo, dez deles deram origem ao Álbum de Música Pop Instrumental, Veludo Fino, de Saulo Pavão, lançado originalmente em 2015, e relançado em todas as Plataformas Digitais em 2020.
    Capítulos 1 e 2 foram escritos entre os Anos de, 2012 e 2019. Todos estes Textos foram Publicados na Internet, Instagram e/ou Facebook. Capítulo 3 foi Escrito no Ano de 2003.
    Show book
  • A vida das palavras: elogio ao inútil - cover

    A vida das palavras: elogio ao...

    Jodival Maurício Da Costa

    • 0
    • 0
    • 0
    Em “A Vida das palavras”, o querido amigo e colega Jodival atribui vida às palavras, abre as belas páginas do texto com uma sensibilidade poética e um humanismo filosófico, expressando de maneira singular a utilidade da poesia e a força das palavras. Com uma delicadeza excepcional, através dos versos, desenha uma lista extensa de material que serve para a poesia, incluindo a própria poesia a serviço dela mesma, como algo libertador que nos ajuda a cheirar o mundo com a pele e a ouvi-lo com os dedos.
    Handerson Joseph
    Show book
  • SonetERROR - cover

    SonetERROR

    Eduardo Maciel

    • 0
    • 0
    • 0
    Chegamos à quarta temporada da série literária, e, dessa vez, o passeio dos sonetos será pelo mundo das trevas, do terror e de temas sombrios. Cada soneto apresentará esses temas ludicamente associados à trajetória de um personagem do submundo, de nome Pierre. 
    Pierre nasceu como fruto da interpretação do sentido em si do livro, que é o de trazer de forma inédita uma obra inteira dedicada ao macabro, em versos. Tal interpretação surgiu fazendo-se uma analogia com a imagem de uma flor que brota no meio de duas rochas. Assim como a flor é o Pierre, que avança junto aos sonetos durante todo o livro. Como a flor, preso à rocha, mas indicando de forma subliminar o tema sobre o qual o soneto foi escrito. Pierre é uma marionete, e foi feito à mão com massa moldável.
    A inspiração para a produção criativa do livro é a fluidez que existe entre qualquer gênero literário, ou qualquer linguagem de arte, e os sonetos. E como em todas as temporadas da série, nesse volume também os leitores terão acesso à regra formal de métrica e rima peculiares aos sonetos, em seus 20 tipos já identificados ao longo da história, desde o século XIII e usados no livro.
    A sugestão é escolher uma noite fria ou chuvosa, dessas que dão medo, para degustar essa experiência de leitura, que transcende os versos e tenta apavorar a sua alma. Preparados?
    Show book