Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Que coisa que é? - cover

Que coisa que é?

Levindo Carneiro

Publisher: Truque

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Sombras de coisas aparecem como magica em paisagens brasileiras, toque na imagem e aparecerá o nome da coisa.

Other books that might interest you

  • 20 anos de cinema independente - cover

    20 anos de cinema independente

    Carlos Augusto Dauzacker...

    • 0
    • 0
    • 0
    Entre 1996 e 2026, a cada janeiro, eu sofria com o verão carioca enquanto recebia notícias nevadas do Festival de Sundance através de Carlos Brandão e sua companheira-parceira Myrna Brandão. Naqueles 20 anos, eles foram minha principal fonte de informações sobre o cinema independente mundial. Ver esse material reunido agora num livro é motivo de grande alegria. Carlos foi um pesquisador apaixonada e, junto com Myrna, um repórter afiado. Suas entrevistas e artigos a respeito de filmes e diretores que passaram pelo Sundance têm a marca de quem viu tudo de perto. E soube contar.
    Carlos Alberto Mattos – Crítico de Cinema
    
    Quando Robert Redford lançou o Festival de Sundance em 1981, a época de intensa criatividade do cinema independente norte-americano dos anos 70 parecia distante. O Festival chegou para redefinir as características de um cinema que se tornava o reflexo dos anos Reagan: mais conservador e menos ousado. Apostando no risco e em vozes dissonantes e plurais, Sundance soube revelar diretores inovadores e organizou programas de desenvolvimento de roteiros em diferentes partes do mundo, a começar pelo Brasil. A geopolítica do cinema independente nunca mais seria a mesma. 
    Sundance logo virou um ponto de referência para a retomada do cinema brasileiro, que se reerguia depois da terra arrasada do desgoverno Collor. Foi um dos primeiros festivais internacionais a abraçar a nossa cinematografia naquele momento, e poucos críticos e jornalistas acompanharam esse movimento tão de perto quanto Carlos Augusto Brandão. Com sua inseparável Myrna, Carlos anteviu o que ainda estava em construção: cobriu o Festival desde os seus primeiros passos, colhendo entrevistas preciosas de jovens diretores estreantes. Não consigo lembrar de Sundance sem pensar em Carlos, nas suas observações e perguntas sempre pertinentes e sensíveis, nas suas matérias que dimensionaram o cinema brasileiro que renascia. 
    Esses testemunhos colhidos à quente compõem esse precioso "20 Anos de Cinema Independente". As entrevistas reunidas aqui contam não somente a história do renascimento do cinema independente em diferentes latitudes, mas também falam da intensa paixão que Carlos Augusto Brandão nutria pelo cinema. Seus textos o tornam ao mesmo tempo testemunha e coautor de um cinema em transformação. 
    Walter Salles – Cineasta
    Show book
  • Arte e Sustentabilidade Ed 06 - Fantoches - cover

    Arte e Sustentabilidade Ed 06 -...

    Criarte

    • 0
    • 0
    • 0
    Nesta edição Arte & Sustentabilidade trazemos além de peças fofíssimas, com vários bichinhos da floresta, uma matéria muito interessante sobre os zoológicos, um fantoche muito criativo e orações para o nosso querido São Francisco de Assis, protetor dos animais.
    Show book
  • Naturalmente Artificial - cover

    Naturalmente Artificial

    Levindo Carneiro

    • 0
    • 0
    • 0
    Retratos de animais em cenarios surpreendentes onde clicando, identifica o animal
    Show book
  • Arte como terapia - Encontrando minha essência - cover

    Arte como terapia - Encontrando...

    Ivete Fagundes-Ridley

    • 0
    • 0
    • 0
    Este diário visual é um convite para adentrar – sob uma perspectiva de ordem interna e bastante pessoal – o universo da arteterapia. Por meio de imagens que resultaram de processamentos emocionais, a psicóloga e especialista em arteterapia Ivete Fagundes-Ridley, abre as “portas” de sua história e nos mostra como a arte pode ser uma poderosa aliada no caminho do autoconhecimento e evolução pessoal.
    Nesta obra, tempo e espaço estão suspensos e a cronologia das emoções é quem dá as cartas e nos mostra os diferentes tons que o mundo emocional pode ter. Entre pinceladas de arte digital, histórias pessoais e conhecimentos em psicologia, nossa “Bruxa Smart” nos envolve em uma narrativa leve e desinibida, capaz de levar ao riso e às lágrimas com a velocidade de um clique.
    Show book
  • Coronavírus e as cidades no Brasil - reflexões durante a pandemia - cover

    Coronavírus e as cidades no...

    Andrea Borges, Leila Marques

    • 0
    • 0
    • 0
    As arquitetas e urbanistas Andrea Borges e Leila Marques reuniram 40 mestres e doutores – entre arquitetos, urbanistas, economistas, historiadores, cientistas sociais, engenheiros, filósofos envolvidos com planejamento urbano para exporem suas reflexões sobre o momento atual nas cidades. O livro reúne 33 artigos sobre vários aspectos urbanos durante a pandemia e coloca algumas questões: quais caminhos serão trilhados pela cidade pós pandemia diante do retorno de homens e mulheres como protagonistas das cidades?
    Show book
  • Mensagens para você - Cartas inesquecíveis do cinema - cover

    Mensagens para você - Cartas...

    Mariza Gualano

    • 0
    • 0
    • 0
    Uma compilação de mais de 300 cartas divertidas, pungentes, apaixonadas, intrigantes, chocantes ou surpreendentes, contidas em filmes dos mais variados gêneros. Trabalhos de diretores célebres, como Steven Spielberg, Jean-Luc Godard, Ernst Lubitsch, Spike Jonze, Walter Salles, David Lean, Manoel de Oliveira, Karim Aïnouz, Quentin Tarantino, François Truffaut. Atores na pele de personagens notáveis deixam registros de correspondências memoráveis no cinema. Um livro para cinéfilos, amantes de cartas e de histórias epistolares ou mesmo para quem aprecia um bom livro.
    Show book