You wouldn't limit the air you breathe. Why limit your readings?
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
A loira do cemitério - cover

A loira do cemitério

José Maria Soares Viana

Publisher: Quártica

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Um mito que sobrevive há gerações, A loira do cemitério é uma lenda popular que ronda o interior do Maranhão. Trata-se de uma bela mulher que costuma dar seus passeios nas proximidades do cemitério, onde fica a pedir carona a algum motorista desavisado.
Quem foi esta mulher macabra? Se ela realmente existiu algum dia, vamos descobrir, lendo a biografia desta enigmática criatura, minimamente construída pelo autor que, mais do que criar uma história para um fantasma, montou um cenário à sua volta, descrevendo tudo sobre a região em que os canaviais figuram como pano de fundo.
Um romance envolto numa prazerosa sombra de medo onde se destaca um bom enredo, apresentado por meio de uma excelente narrativa.

Other books that might interest you

  • A Boca da Noite - Colectânea de Contos - cover

    A Boca da Noite - Colectânea de...

    Tatiana Pereira, André...

    • 0
    • 2
    • 0
    "Os dias passam negros e mudos, os dias, as semanas, os meses, os anos, as décadas e os séculos são negros e mudos. Por vezes chego a pensar que o tempo avança no sentido inverso, dia após dia, ano após ano, século após século até chegar à origem do Mundo."Tatiana Pereira
     
    "Uma criança pequenina, violada pelas raízes da terra e amordaçada no silêncio negro do céu."André Consciência
     
    "...observou Mary, não muito longe do sítio em que estava, aproximar-se da margem do rio e, com um punhal na mão, agarrar uma pequena corça, degolando-a de imediato e arrastando-a para a densa floresta."Emanuel R. Marques
     
    "O buraco no chão da sala por onde todos sairam continua aberto mas tiveram o cuidado de colocar uma vedação vertical em torno dele para que ninguém caia para o seu interior."Nuno Bastos
     
    "O astro brilhava majestoso nos céus do poente, quieto, qual sentinela. Avançaram por entre as ruelas sombrias e fétidas, Melichior, o que falava com o astro, conduzia-os."Jesus Carlos
    Show book
  • Nightmares - alguns pesadelos para quem dorme acordado - cover

    Nightmares - alguns pesadelos...

    Vários Autores

    • 0
    • 2
    • 0
     Em “Nightmares — alguns pesadelos para quem dorme acordado”, damos um pequeno arquivo em forma de contos com os gêneros terror/horror e suspense de uma forma livre e variada.
     
     Cada conto é um pesadelo e cabe a você leitor, decidir se esta realmente acordado ou se foi invadido pelo sono mórbido e está em um destes Nightmares.
     
     Sem censuras, cabe a você decidir quais pesadelos terá após sua leitura. O livro em questão, é apenas uma pequena porta de entrada para os mais profundos sonhos transformados em pesadelos.
    Show book
  • Síndrome de pânico nas grandes cidades - cover

    Síndrome de pânico nas grandes...

    Clara Machado

    • 0
    • 1
    • 0
    Este livro foi escrito para todas as pessoas que moram nas grandes cidades, seja por opção ou porque não têm outra possibilidade de escolha. Com ele, o leitor aprenderá dicas de como lidar com o trânsito e outras situações caóticas em transportes coletivos, causadas pelo dia a dia nas grandes cidades.
    Show book
  • Apocalipse Zumbi 2 - Inferno na Terra - cover

    Apocalipse Zumbi 2 - Inferno na...

    Alexandre Callari

    • 0
    • 0
    • 0
    A revolta dentro do Quartel Ctesifonte fez diversas vítimas e abalou a estrutura social da já fragilizada comunidade. Manes e seus companheiros, contudo, compreenderam uma triste verdade: os seres humanos ficariam sem recursos muito antes de o último contaminado morrer. Iniciou-se então a derradeira batalha pela sobrevivência! O líder traçou um plano no qual pretendia unir todas as comunidades conhecidas espalhadas pelo país e formar uma única e poderosa força de resistência, porém, aos olhos de todos, sua estratégia parecia uma completa insanidade. Ao lado de Espartano e Junior, ele partiu para a Catedral, o maior centro de sobreviventes conhecido, na esperança de recrutar seus habitantes para a causa. O único problema foi Manes não saber que o Bispo, o líder da Catedral, era um perigosíssimo psicopata e não tinha a menor intenção de ajudá-lo. Enquanto isso, outros jogadores ocupavam o tabuleiro: Tebas e a Princesa, Lilith e Samael – personagens que traziam novo significado para a palavra “terror” aos membros do Quartel.
    Show book
  • Loira do banheiro - a origem da lenda - cover

    Loira do banheiro - a origem da...

    July Renno

    • 0
    • 0
    • 0
    Durante a aula de matemática, naquela segunda-feira de manhã, Luana entediava-se com as explicações do professor com suas equações intermináveis na lousa. A jovem de quinze anos, que gostava de usar roupas pretas e pintava o cabelo de vermelho, ficava fazendo desenhos aleatórios no caderno querendo que o sinal tocasse o mais depressa possível. De repente, um pedaço de papel dobrado passou por seu ombro e caiu em sua carteira. Ela abriu o papel, e leu: “Você conhece a loira do banheiro? Se quiser vê-la, vá ao banheiro às nove e meia da noite, tranque a porta, aperte a descarga três vezes, e feche os olhos! Quando abrir os olhos, verá a loira do banheiro bem na sua frente. Mas, tenha a consciência de que ela será a última coisa que irá ver na sua vida!”.
    Show book
  • O Sinaleiro - cover

    O Sinaleiro

    Charles Dickens

    • 0
    • 1
    • 0
    Conto muito tenso e compacto, todo feito entre carris, cheio de barulhos de comboio, ocasos na desolada paisagem ferroviária, figuras vistas à distância das encostas. "O sinaleiro", publicado em 1866 em All the Year Round, é certamente um dos melhores contos fantásticos de Dickens.
    Show book