Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Câncer - aspectos médicos pacientes familiares cuidadores - cover

Câncer - aspectos médicos pacientes familiares cuidadores

Cinthya Maggi

Publisher: Carpe Diem

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O volume Orientações Nutricionais é voltado para a alimentação do paciente com câncer, para a importância de realizar uma nutrição saudável durante o período do tratamento como também na fase de pós-tratamento. Este volume também apresenta, de forma prática diversas receitas criadas especialmente para os pacientes com câncer, com dicas de preparo, inclusive, com fotos e sugestões de cardápio.

Other books that might interest you

  • Operação Portuga - Cinco homens e um recorde a ser batido - cover

    Operação Portuga - Cinco homens...

    Sérgio Xavier Filho

    • 0
    • 0
    • 0
    Este não é um livro sobre corrida, embora se passe entre treinos e competições. É sobre gente. Na verdade, um tipo muito especial de gente. O esporte é o pano de fundo, mas o que está em jogo é muito mais do que isso. São histórias de competição, superação e camaradagem. Em outubro de 2006, o empresário Amílcar Lopes Jr., o Portuga, realizou um feito memorável ao completar a Maratona de Chicago em 2 horas 43 minutos e 50 segundos. A marca, extraordinária para um amador, fez dele uma espécie de lenda no circuito dos corredores de rua de São Paulo. Desde aquele momento, Portuga se tornou o homem a ser batido. O circuito das maiores maratonas do mundo - Berlim, Boston, Chicago, Nova York e Paris - é o cenário ideal para a busca pelo recorde. Lelo, Guto e Tomás correm o mundo, literalmente, para derrubar o Portuga. A esse grupo junta-se mais tarde Felipe Wright e sua obsessão em terminar uma maratona abaixo de 3 horas. E ele chegou lá, com a ajuda de um amigo capaz de um gesto de pura e comovedora nobreza.
    Show book
  • Futebol linguagem artes cultura e lazer - cover

    Futebol linguagem artes cultura...

    Silvio Ricardo da Silva, Elcio...

    • 0
    • 0
    • 0
    'Futebol, linguagem, artes, cultura e lazer' é resul­tante das conferências proferidas durante o I Simpósio Internacional Futebol, Lin­guagem, Artes, Cultura e Lazer (BH/MG, 2013). Ambos foram organizados pelos professores Elcio Cornelsen, Günther Au­gustin e Silvio Ricardo da Silva, integran­tes de dois dos principais núcleos brasi­leiros de pesquisa sobre futebol, GEFuT e FULIA (UFMG). Esta publicação explora assuntos varia­dos, devido ao perfil e à atuação trans­disciplinares dos pesquisadores. Em sua maioria, eles convergem para o período do surgimento do futebol até os anos 1950. Ou seja, os ensaios exploram a aparição de uma nova cultura do corpo atrelada às imposições contemporâneas, espe­cialmente as advindas das expansões citadinas, da luz elétrica, das inovações estéticas modernistas, das organizações de trabalho ou das configurações identi­tárias e de poder, ou ainda da preservação da memória dos jogadores.Uma obra indispensável no âmbito dos estudos futebolísticos.'
    Show book
  • Paixão e Ficção; Contos e causos de futebol - cover

    Paixão e Ficção; Contos e causos...

    Luís Pimentel (Organização)

    • 1
    • 1
    • 0
    A verdadeira história sobre o apagão do craque Ronaldo Fenômeno na Copa de 98 é contada por quem estava lá, como coordenador técnico da Seleção: ele mesmo, Zico, o Galinho de Quintino, num relato leve e esclarecedor.      
         Paixão e Ficção – contos de causos de futebol traz ainda contos, crônicas e causos a respeito do mais popular esporte brasileiro, assinados por Aldir Blanc (que conta a deliciosa epopéia da criação do “Artistas da Rua Futebol e Regatas”), Armando Nogueira, Flávio Augusto Falcão, Jéferson de Andrade, Luís Pimentel, Mário Filho, Nani, Rafael Casé, Renato Maurício Prado e Reynaldo Valinho Alvarez.
         Paixão e Ficção – contos de causos de futebol é uma antologia deliciosa, leve e bem-humorada, com ótimos momentos da ficção e da paixão de grandes contistas, cronistas e romancistas brasileiros.
         Show de bola.
    Show book
  • Guia de Artes Marciais - Guia de Artes Marciais - cover

    Guia de Artes Marciais - Guia de...

    ON LINE EDITORA Editora

    • 0
    • 0
    • 0
    Este trabalho é uma compilação de três modalidades selecionadas entre as dezesseis que fizeram parte da Coleção Artes Marciais, lançada em 2007. Neste volume, tratamos dos aspectos históricos e filosóficos, dos fundamentos, da teoria, das tradições e das regras do Brazilian Jiu-Jítsu, do MMA e do Muay Thai, bem como da importância e ascensão dessas artes marciais no Brasil. Ao final de cada uma das abordagens, apresentamos, também, por meio de fotos ilustrativas, os tutoriais guiados de técnicas de defesa, colocações, guardas e meia-guardas, contragolpes, lutas em pé e em solo, e mais uma porção de posições de combate. Esta obra destina-se não somente a iniciantes, mas também a atletas e professores que desejam complementar o aprendizado no estudo das artes marciais. O Jiu-Jítsu é a arte marcial que foi desenvolvida por monges budistas como meio de legítima defesa de ameaças constantes de bandidos das tribos mongóis durante as peregrinações de divulgação da doutrina. A arte marcial Jiu-Jítsu é considerada a mais perfeita e completa forma de defesa pessoal de todas as épocas. A filosofia Zen, nascida do Budismo, é, sem dúvida, o traço marcante entre o Budismo e as antigas seitas e variados estilos de Jiu-Jítsu. O Brazilian Jiu-Jítsu (ou Jiu-Jítsu Brasileiro) é uma modalidade do Jiu-Jítsu desenvolvida pela família Gracie no início do século 20, tornando-se a forma mais praticada do Jiu-Jítsu (exceto o Judô). Veja tudo em detalhes mais adiante. O MMA (Mixed Martial Arts ou artes marciais mistas) é o tipo de combate que surgiu como um fenômeno popular em 1993, com o Ultimate Fighting Championship, evento cuja proposta era promover o confronto de diversos estilos e técnicas de diferentes artes marciais, como Boxe, Jiu-Jítsu, Caratê, Judô, Muay Thai e outras, com a menor APRESENTAÇÃO quantidade possível de regras e limitações. Os modernos eventos de MMA têm sua origem nos eventos de Vale Tudo que eram promovidos pela família Gracie, nos anos 1920. A ideia de misturar várias técnicas de combate em um único torneio ganhou popularidade no final dos anos 1960 e começo dos 1970, com o aparecimento de Bruce Lee, cujas técnicas misturavam vários estilos de artes marciais. O Muay Thai, conhecido também como Boxe Tailandês, é uma das artes marciais mais populares do mundo, que faz uso intensivo dos pés, cotovelos e joelhos. Esta arte marcial é uma evolução do método de luta chamado Chupasart, que utilizava espadas, facas, lanças, bastões, escudos, machados, arco-e-flecha, entre outras armas utilizadas em defesa de ataques que os povos da província chinesa Yunnan enfrentavam durante o movimento migratório para o local onde hoje situa-se a Tailândia. Entretanto, o treinamento com tais armas provocava frequentes acidentes, não raro graves, e, às vezes, fatais. Por essa razão, os praticantes concentraram-se no desenvolvimento de técnicas de combate desarmado, dando origem ao Muay Thai, ainda que esta, inicialmente, tivesse sofrido influência do Kung Fu, em razão da origem chinesa do povo que formaria a Tailândia. Nesta oportunidade, agradecemos profundamente a todos que contribuíram para esta publicação, como os mestres marciais Mauricio Robbe, Artur Mariano e Luiz Alves (in memoriam), bem como os colaboradores Fernando T. Kalaf, José Luiz Rodrigues, ao professor Dr. José Augusto Maciel Torres e aos fotógrafos Alexandre Thomé da Silva de Almeida, Antônio Carlos Pitillo do Nascimento e Marcelo Pires Alonso. Agradecemos especialmente a Fábio Amador Bueno, o proeminente editor de arte marcial do País, que foi o responsável como um todo para que o projeto da Coleção Artes Marciais e esta compilação especial acontecessem. Desde que o mundo é mundo, os homens utilizam a natureza para curar enfermidades. No início, de forma instintiva, muitas vezes observando os animais, que até hoje ingerem plantas ao se sentirem doentes. Hoje, de maneira estudada e científica. O avanço das pesquisas em laboratórios culminou no reconhecimento oficial do poder das plantas medicinais, que somam 77 espécies aprovadas pela ciência. Mas, mesmo com esse aval, o uso como remédio ainda inspira inúmeros cuidados. Elas só devem ser utilizadas quando não restarem dúvidas sobre a sua identidade e utilidade. O melhor é partir do princípio de que toda planta medicinal pode ser tóxica, pois quando usada incorretamente, prejudica a saúde, causando acidentes leves, graves e até fatais. Um exemplo disso é a babosa. Durante muito tempo acreditou-se em seu poder curativo sem colocar em xeque as contraindicações. Recentemente cientistas observam que ela também pode causar complicações em algumas situações. Por isso, fique alerta. Evite tratamento com uma mesma espécie durante muito tempo e use-a sempre de forma responsável, com o acompanhamento de seu médico. Boa leitura!
    Show book
  • Guia Lendas do Esporte Mundial Futebol - cover

    Guia Lendas do Esporte Mundial...

    ON LINE EDITORA Editora

    • 0
    • 0
    • 0
    Uma publicação imperdível para quem adora futebol
    Show book
  • Muay Tai - Guia Artes Marciais - cover

    Muay Tai - Guia Artes Marciais

    ON LINE EDITORA Editora

    • 0
    • 0
    • 0
    História, fundamentos, filosofia, defesa pessoal e técnicas de competições.
    Show book