Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Escolas violências e educação física - cover

Escolas violências e educação física

Carlos Alberto Figueiredo da Silva, Maurício Murad, Roberto Ferreira dos Santos

Publisher: Jaguatirica

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

‘Escolas, violências e educação física’ é um livro que compila visões sobre a escola, o papel e a importância da educação, em especial à disciplina de educação física, que pode ser um instrumento de auxílio contra a violência ocorrida dentro do ambiente escolar. A obra, organizada pelos professores Mauricio Murad, Roberto Ferreira dos Santos e Carlos Alberto Figueiredo da Silva, é uma iniciativa que pode auxiliar a entender o processo de realidades plurais e diversificadas, ao trabalhar conceitos como valores da cidadania, redefinir o sentido de escola, de modo a entender e enfrentar “um dos mais graves problemas do Brasil na atualidade, inclusive no interior das escolas: a violência.” O livro, com dez artigos escritos ao todo por um grupo de vinte e cinco autores, perpassa pela conceituação de violência, compila pesquisas em escolas e indica algumas soluções de combate às diversas práticas de violências, sejam elas físicas, de gênero ou psicológicas, cujas principais vítimas são jovens e crianças em processo de formação.
Available since: 07/18/2019.

Other books that might interest you

  • A Dignidade Humana e o Princípio Liberdade na Cultura Constitucional Europeia - cover

    A Dignidade Humana e o Princípio...

    Paolo Ridola

    • 0
    • 0
    • 0
    A temática versada, embora não seja nova, segue mantendo sua atualidade e extrema relevância, seja para o constitucionalismo, seja para o direito internacional dos direitos humanos, mas acima de tudo para a manutenção e fortalecimento de comunidades democráticas, pluralistas e inclusivas. Aliás, não é à toa que Peter Häberle fala na dignidade como sendo a própria premissa antropológica do Estado Constitucional e na democracia como garantia política da dignidade e do pluralismo. Dignidade e Liberdade são valores, princípios e direitos essencialmente vinculados, que embora não exclusivos da tradição ocidental, nela receberam os seus primeiros e principais contornos, se desenvolveram, frutificaram e mesmo reconstruíram ao longo do tempo, consoante PAOLO RIDOLA bem demonstra no seu texto, arrancando das vertentes romanas e cristãs, passando pelo humanismo renascentista, pela idade moderna e pelo processo de gradativa secularização que desembocou no liberalismo político e no constitucionalismo moderno.?  Prof. Dr. Ingo Wolfgang Sarlet
    Show book
  • Diálogos Constitucionais De Direito Público E Privado - cover

    Diálogos Constitucionais De...

    Liane Tabarelli Zavascki, Marco...

    • 0
    • 0
    • 0
    Idelizada pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Pontífica universidade Católica do Rio Grande do Sul, visto que se trata de trabalhos confeccionados para alunos e egressos do Doutorando em Direito, representando as duas áreas de concentração do Programa, noadamente, Fundamentos Constitucionais do Direito Públicos e do Direito Privado e Teoria Geral da Jurisdição e Processo.
    Show book
  • Linguagens e materiais expressivos em Arteterapia - cover

    Linguagens e materiais...

    Angela Philippini

    • 0
    • 0
    • 0
    O fazer artístico, no processo arteterapêutico, por meio de suas múltiplas faces – colagens, fotografias, desenho, pintura, tecelagem, bordado, costura, mosaicos, assemblagens, construções, criação de personagens, máscaras, modelagens, escrita criativa, vídeo, teatro e movimento, permite a configuração de ‘comunicações únicas’ de acordo com a subjetividade de cada criador.
    Show book
  • Medidas Estruturantes Da Suprema Corte Estadunidense Ao Supremo Tribunal Federal - Temas de Direito Processual Civil - 5 - cover

    Medidas Estruturantes Da Suprema...

    Marco Felix Jobim

    • 0
    • 0
    • 0
    A obra de Marco Jobim não constitui mera digressão acadêmica. Tem suporte na História e está vocacionada a produzir efeitos na História. Sua investigação limitou-se aos processos objetivos da competência do Supremo Tribunal Federal, mas é fácil de se ver que as ‘medidas estruturantes’ que propõe podem ser necessárias também no âmbito dos processos coletivos em geral, podendo-se, pois, dizer que seus fundamentos e conclusões transcendem seus limites - .  José Maria Rosa Tesheiner
    Show book
  • O livro da semântica - estudos dos signos linguísticos - cover

    O livro da semântica - estudos...

    Walmirio Macedo

    • 0
    • 0
    • 0
    A Semântica é a ciência da linguagem que estuda o conteúdo das expressões linguísticas. Estuda o significado e, em decorrência, a comunicação através das palavras. Como comunicação se faz por meio da linguagem, a Semântica é essencialmente o estudo da linguagem.
    Neste livro, o leitor vai encontrar numa redação simples e clara o que mais interessa à compreensão das teorias sobre o signo linguístico, sobre a sinonímia, sobre os bloqueios de significado etc.
    Seguindo a orientação moderna segundo a qual hoje se deve estudar a semântica da frase, o livro apresenta os pontos de contato com a sintaxe, com a análise sintática, dando clareza a assuntos que ainda causam muitas dúvidas aos estudiosos.
    Assim, pode-se dizer que O livro da Semântica vai além da semântica, proporcionando compreensão e clareza para pontos de difícil entendimento. O estudo da gramática encontra aqui o caminho e o apoio.
    Show book
  • Regime de Bens no Casamento e União Familiar Estável - cover

    Regime de Bens no Casamento e...

    Thiago Felipe Vargas Simões

    • 0
    • 0
    • 0
    Regime de bens, matéria muito utilizada no campo judiciário, é muito escassa no dia-a-dia dos aplicadores de direito. Com o lançamento da Lei nº 6.515/77 passou a vigorar o Regime de Comunhão de Bens no lugar do Regime de Comunhão Universal de Bens. É preciso notar que a aplicação do Regime de Bens é facultativa a sua escolha aos nubentes, mas, dependendo de certas circunstâncias a escolha não é facultativa, principalmente quando se trata de idosos ou de segundo casamento. Finalmente, é matéria do momento e encontrará o leitor dispositivos comentados para sua melhor escolha do Regime de Bens a ser adotado. Apresentamos diversos modelos de Regime de Bens para maior facilidade dos leitores.
    Show book