Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Educação superior e conhecimento no centenário da reforma de Córdoba: - novos olhares em contextos emergentes - cover

Educação superior e conhecimento no centenário da reforma de Córdoba: - novos olhares em contextos emergentes

Maria Estela Dal Pai Franco, Sérgio Roberto Kieling Franco, Denise Balarine Cavalheiro Leite

Publisher: EDIPUCRS

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

A Rede Sulbrasileira de Investigado¬res da Educação Superior, Núcleo de Excelência em Ciência Tecnologia & Inovação pelo CNPq/Fapergs, objeti¬va mapear e consolidar a Educação Superior e suas interfaces. 
A Rede Sulbrasileira de Investigadores da Educação Superior, Núcleo de Excelência em Ciência Tecnologia & Inovação pelo CNPq/Fapergs, objetiva mapear e consolidar a Educação Superior e suas interfaces. 

Em 2007 foi certificada pela Capes/ Inep como Observatório de Educação através do projeto Indicadores de Qualidade para a Educação Superior Brasileira. A Ries congrega professores-investigadores, pós-graduandos e bolsistas de iniciação científica da Educação Superior. Entre suas obras publicadas, destacam-se: Enciclopédia de Pedagogia Universitária (v. 1, Porto Alegre, Fapergs/Ries, 2003); Enciclopédia de Pedagogia Universitária (v. 2, Glossário, Brasil, Inep, 2006); Educação Superior e Aprendizagem (v. 5, Porto Alegre, Edipucrs, 2015); Educação Superior e Contextos Emergentes [v.6, Porto Alegre, EdiPUCRS, 2016]; Higher Education and Emergent Contexts - Educação Superior e Contextos Emer¬gentes [v.6, Porto Alegre, Edipucrs, E-Book 2017];

Other books that might interest you

  • Direito Penal - Módulo 3 - cover

    Direito Penal - Módulo 3

    Rubens Souza

    • 0
    • 0
    • 0
    Este curso prima pela linguagem simples e objetiva de fácil assimilação, com explicações e comentários dos artigos.O módulo III abrange o crime receptação, os crimes contra o respeito aos mortos, contra os costumes, corrupção de menores, rapto, lenocínio, ultraje ao pudor, falsificação de papéis públicos, falsidade documental, crimes contra administração pública e contra administração da justiça.Destiná-se a estudantes de direito e de grande auxílio para o êxito em concursos públicos e exame da Ordem dos Advogados.
    Show book
  • Antes de morrer preciso de uma festa - cover

    Antes de morrer preciso de uma...

    Driss Ghali

    • 0
    • 0
    • 0
    Antes de morrer preciso de uma festa é o relato altamente pessoal de um policial de elite de origem árabe que, por um acaso da vida, vira guarda-costas de um jovem e paranoico ditador africano. Escritas inteiramente de memória, já que ele não manteve um diário, essas páginas são um passeio ora engraçado, ora tenso, pelos corredores do poder. Vaidade, bajulação, cinismo e incompetência. O enredo conta a grande comédia – uma palhaçada, diriam alguns – protagonizada por diplomatas, ministros, oficiais e toda classe de empresários sedentos por lucro rápido e certo. O que fazer, então? Fugir, resignar-se e virar um bezerro a mais ou colocar a faca entre os dentes e brigar por uma parte do butim?
    Show book
  • Introdução a Husserl - cover

    Introdução a Husserl

    Joaquin Xirau, Vera Ribeiro

    • 0
    • 0
    • 0
    "Diante dos ataques do ceticismo, a razão não tem um recurso ulterior. Não pode buscar um fundamento fora dela. Se quiser salvar-se, não terá outro remédio senão buscar sua justificação em seu próprio seio. Eis a tarefa da filosofia. Desde Sócrates, e sobretudo a partir do Renascimento, o exercício do pensamento filosófico é uma iniciativa de salvação para o homem que desmorona. Nele buscam seu alicerce as ciências e o intelecto que as funda. A filosofia é um esforço vigoroso, nunca abandonado, de fundamentação radical. [...] A fenomenologia de Husserl representa o começo de uma nova época do pensamento filosófico."
    Joaquín Xirau
    
    
    
    Desde os seus primeiros passos, ainda na Antiguidade, quis a filosofia constituir um pensamento rigoroso, capaz de edificar as teorias mais profundas e disseminar ideias e normas estritamente racionais entre os homens. Mas nunca conseguiu cumprir plenamente tais exigências. Permaneceu, pois, vulnerável ao ataque das diversas formas de ceticismo, que no final do século XIX se multiplicavam e ampliavam sua influência. Os fundamentos da cultura europeia estavam ameaçados: o ceticismo, diz Joaquín Xirau, "corrói as raízes de qualquer concepção otimista do espírito e da cultura, destrói as bases de todo conhecimento seguro, destitui a ciência ocidental de sua situação privilegiada e singular".
    
    Ninguém compreendeu isso melhor do que Edmund Husserl (1859-1938). Ninguém se dedicou, como ele, a reconstruir as bases de um pensamento rigoroso. Durante toda a vida esforçou-se para retornar ao sentido originário do pensamento filosófico, abandonando pressupostos antigos, ideologias estabelecidas e aventuras metafísicas.
    
    "Ciência, portanto, previsão; previsão, portanto, ação", proclamava o positivismo. Cabia à ciência constatar os fatos e formular as leis de seu curso, com a filosofia renunciando a qualquer conhecimento da realidade. Foi nesse ambiente que Husserl lançou seu programa renovador. Seus trabalhos foram decisivos para alterar o lugar da filosofia no século XX. As ciências, ele dizia, são incapazes de interpretar a si mesmas; cabe à filosofia a missão de reconstruir todo o conhecimento e revelar o significado das ciências particulares.
    
    Para encontrar uma filosofia primeira, rigorosa e sem pressupostos Husserl revalorizou uma palavra clássica, de origem grega, então considerada obsoleta: fenômeno, ou seja, o que se mostra, o que se revela, o que se manifesta por si na plenitude de sua irradiação e em virtude de sua presença originária. Os filósofos precisavam "retornar às coisas" e se ater a elas, manter a vista clara e o olhar vigilante, ver as coisas onde elas estão, destacá-las na plenitude de sua aparência.
    
    Foi o princípio da fenomenologia, o movimento filosófico mais importante do século XX, que se propôs a resolver o antigo problema fundamental: como é possível alcançar um conhecimento objetivo? Em outras palavras, como é possível que o sujeito compreenda, com certeza e evidência, uma realidade que lhe é exterior e cuja existência é heterogênea à sua?
    
    Foi a esse problema, em suas múltiplas dimensões, que Husserl dedicou a vida. "A filosofia não pode descansar até ter atingido começos absolutamente claros, ou seja, problemas absolutamente claros, e até ter adquirido os métodos adequados para tratar esses problemas [...]. O maior passo que nossa época tem de dar é reconhecer que, com a intuição filosófica em seu sentido autêntico, ou seja, com a captação fenomenológica da essência, abre-se um infinito campo de trabalho e apresenta-se uma ciência que, sem os métodos indiretos de simbolização e matematização, sem o aparato de provas e conclusões, adquire, mesmo assim, uma quantidade de conhecimentos extremamente rigorosos, que são decisivos para toda filosofia posterior."
    
    César Benjamin
    Show book
  • Aldeia Ed158 - Henrique Mecabô - Esperança de renovação! - cover

    Aldeia Ed158 - Henrique Mecabô -...

    Editora Aldeia

    • 0
    • 0
    • 0
    Começamos com grandes histórias: Henrique Mecabô estrela a capa do mês, e mostra a ideologia por trás da construção de sua carreira. Casar escondido não é só em Las Vegas! Confira a novidade do Elopement Wedding: uma opção para casais que desejam uma cerimônia singular e emocionante. Saiba como e onde investir em 2022 e também aproveitar períodos de incerteza no mercado de ações. Inauguração de um hospital de alta tecnologia, inspirações empreendedoras, poesia, crônica, MON em Cascavel e muitas histórias para impulsionar seu início de ano.
    Show book
  • A questão racial no Brasil: Igualdade legal x desigualdade real - cover

    A questão racial no Brasil:...

    Geraldo Lopes

    • 0
    • 0
    • 0
    Importa uma narrativa histórico-sociológica, que faz uma releitura da história brasileira, da Colônia até a República, através de significativos recortes históricos, traçando comparativamente, em meio aos sentimentos humanos que lidam com conceitos que deturpam a vida em sociedade, como a discriminação e o preconceito, que acabam por gerar um racismo estrutural e ideológico, os quais estão, na contra mão da história civilizatória moderna. 
                    E a saída encontrada nessa obra, dentro desse enfoque, é oferecer um mergulho no passado da história, vasculhando e resgatando valores comuns que dignifiquem os indivíduos partícipes dessa sociedade na qual todos, de acordo com seus méritos, tenham seus privilégios garantidos, nunca pela cor da pele ou pela etnia de cada um.  	                                             
                   E assim, faz-se renascer o autoconhecimento do limite humano que se encerra onde se inicia o do outro, uma vez que são humanos cuidando de outros humanos.
    Show book
  • A governança da China Xi Jinping - VOL 2 - cover

    A governança da China Xi Jinping...

    Xi Jinping

    • 0
    • 0
    • 0
    178 pronunciamentos do presidente da China sobre as mais importantes questões nacionais e internacionais, agrupados em 34 capítulos: Volume I O socialismo com características chinesas * O sonho chinês * Aprofundamento da reforma * Desenvolvimento econômico * Construção do Estado de direito * Por uma China culturalmente avançada * Empreendimentos sociais * Progresso ecológico * Defesa nacional * Um país, dois sistemas * Desenvolvimento pacífico * Novo modelo de relações entre os grandes países * Diplomacia com países vizinhos * Cooperação com países em desenvolvimento * Assuntos multilaterais * Estreitar laços com o povo * Combate à corrupção * A liderança do PCCh Volume II Sociedade moderadamente próspera * Aprofundar a reforma * Construir um país socialista fundamentado na lei * Administrar o Partido com disciplina rigorosa * Novos conceitos de desenvolvimento * Nova normalidade do desenvolvimento econômico * Democracia socialista * Confiança cultural * Promover o bem-estar do povo * Construir uma bela China * Desenvolvimento das forças armadas * Um país, dois sistemas * Diplomacia de grande país * Desenvolvimento pacífico e cooperação ganha-ganha * Iniciativa “cinturão e rota” * Construir uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade Um livro fundamental para se compreender a realidade e as estratégias da potência ascendente do mundo contemporâneo.
    Show book