Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
A Família Medeiros - cover

A Família Medeiros

Júlia Lopes de Almeida

Publisher: Vermelho Marinho

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Publicado em 1893, este romance narra a história das ricas famílias de cafeicultores do interior de São Paulo. O jovem Otávio volta da Europa e encontra sua prima Eva morando na fazenda após a morte de seu pai, irmão do comendador Medeiros, que a trata muito mal. Vendo os mais nobres sentimentos na prima, Otávio se apaixona, mas segredos obscuros marcam o passado de Eva. Passado às vésperas da abolição da escravatura, no meio de revoltas de escravos e da violência dos barões do café, Eva e Otávio se verão envolvidos numa teia de violência e mistério que só serão esclarecidos ao final do livro, mostrando o talento de Júlia, que tinha apenas 30 anos quando escreveu essa obra.

Other books that might interest you

  • A Feiticeira - cover

    A Feiticeira

    Antonio Joaquim da Rosa

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta novela narra a história de uma mulher desesperada que procura uma anciã para pedir que fizesse algum encanto para ela não ter problemas com o marido a quem traíra, gerando um filho de outro homem. A profetisa diz que pode resolver a vida dela, mas haveria um custo, talvez alto demais para o desejo da traidora.
    Show book
  • O Marido da Adúltera - cover

    O Marido da Adúltera

    Lúcio Mendonça

    • 0
    • 0
    • 0
    Publicado em 1882, esse romance epistolar de Lúcio de Mendonça aborda o tema do adultério, assunto recorrente na literatura brasileira na segunda metade do século XIX. Propõe uma visão singular. Ao invés do marido matar a mulher que o trai, a única saída seria ele se suicidar, pois o rastro da traição o perseguiria se continuasse vivo.
    Show book
  • Encarnação - cover

    Encarnação

    José de Alencar

    • 0
    • 0
    • 0
    Romance póstumo de José de Alencar, publicado em 1893, narra a história de amor impossível de Amália com o viúvo Hermano. Livre, moderna e independente, Amália não tem olhos para ninguém até conhecer o viúvo Hermano, que vive enclausurado em sua casa com as memórias de sua falecida Julieta. Aos poucos, o interesse de ambos vai se desenvolvendo, mas Hermano não se acha capaz de amar outra mulher e Amália considera que não pode ficar com um homem que idolatra uma outra mulher que não está mais presente.  De forma dramática, o comportamento dos dois flui para caminhos inesperados e trágicos, com um final inesperado.
    Show book
  • Poesias Dispersas - cover

    Poesias Dispersas

    Guerra Junqueiro

    • 2
    • 6
    • 0
    A obra contém as seguintes composições: Manhã; O primeiro filho; Canção de batalha; Dístico; Grupo antigo; Ideal negativo; Ao luar; In pace - finis; Elegia; A lágrima; Adoração; O teu aniversário; F.; Carta a F.; Em viagem; Carta a Mimi; A minha filha; Vendo-a sorrir; Romaria; Natal; Divino Hugo; Mater; Evolução; A agonia do castanheiro; A Bismarck; A um herói redentor que vi em sonhos; Hino de algum dia; Confissões.
    Show book
  • Amor de Perdição - cover

    Amor de Perdição

    Camilo Castelo Branco

    • 5
    • 13
    • 0
    Foi inspirado pelas suas próprias desventuras amorosas e pela peça de Shakespeare, Romeu e Julieta, que Camilo Castelo Branco escreveu Amor de Perdição, o seu romance mais famoso. Obra emblemática do Romantismo português, Amor de Perdição conta-nos a história de Simão Botelho e Teresa de Albuquerque, dois jovens que pertencem a famílias distintas de Viseu. Entre ambos nasce um amor que são obrigados a calar, pois as suas famílias são rivais e tudo farão para os separar. Mas os amantes acabarão por mostrar através do mais dramático dos actos, que nada, nunca, destruirá o sentimento que os une.
    Show book
  • Nova Viagem à Lua - cover

    Nova Viagem à Lua

    Arthur Azevedo

    • 0
    • 0
    • 0
    A obra do autor é uma opereta de três atos escrita em 1877, de co-autoria de Frederico Severo e com música de Le Coq. Foi representada pela primeira vez no Teatro Fênix Dramática no Rio de Janeiro. Seus personagens são criados, escravos, estudantes, máscaras, cocotes, etc. O primeiro ato passa-se em Ubá/MG, e os dois últimos passam na corte.
    Show book