Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Um Sentido Maior para a Vida - cover

Um Sentido Maior para a Vida

Mário Caetano

Publisher: alma dos livros

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

Queremos conquistar tantas coisas na vida e muitas vezes esperamos que esta nos dê sinais de que o caminho é por aqui ou por ali.
Podemos esperar eternamente por um sinal que poderá nunca aparecer, simplesmente porque as coisas funcionam de forma diferente.
É a vida que em primeiro lugar espera pela nossa ação, pelo nosso passo, pelo nosso querer e pelo nosso compromisso. É a vida que aguarda que entremos em ação.
Depois, se estivermos atentos, a vida responde-nos com vários sinais. Simples. Sinais muito simples e, por vezes, muito sublimes. Porém, para que estes sinais apareçam, não podes desistir.
Eu sei que às vezes pensas que não aguentas mais, porque o cansaço é muito, porque o corpo não aguenta, porque a desilusão aconteceu no teu relacionamento, porque o teu trabalho perdeu o sentido ou porque o dinheiro acabou, mas quero dizer-te uma coisa: não podes desistir. Precisas de continuar. Precisas de persistir.

Persiste em ser autêntico. Persiste em inovar. Persiste em amar. Persiste em apreciar o caminho. Persiste em gerar abundância. Persiste nos teus objetivos. Persiste em continuar a sonhar. Persiste em assumir as tuas escolhas. Persiste em seguir o teu caminho. Persiste em descobrir um sentido maior para a vida.
Acredita. Persiste. Está nas tuas mãos.
Quando aceitas fazer o teu caminho, a dúvida dá lugar à determinação e o medo dá lugar à coragem.
Available since: 02/14/2022.
Print length: 160 pages.

Other books that might interest you

  • A Ligação Cérebro-Intestino - cover

    A Ligação Cérebro-Intestino

    Emeran Mayer

    • 0
    • 1
    • 0
    DESCUBRA COMO A RELAÇÃO COMPLEXA ENTRE
    
    O CÉREBRO E O INTESTINO PODE AFETAR A SUA VIDA
    
    Sabia que o seu cérebro e o seu intestino estão em constante comunicação? E que, além disso, essa relação tem um impacto enorme na sua saúde, no seu humor e até nas suas decisões?
    Durante os últimos 40 anos, o Dr. Emeran Mayer estudou as interações corpo-mente, com ênfase na comunicação bidirecional entre o cérebro e o intestino, e verificou as suas implicações em estados como a depressão, a ansiedade, o autismo, nas doenças autoimunes, inflamatórias e noutros distúrbios neurodegenerativos, bem como a sua importância na manutenção da saúde e do bem-estar em geral.
    A saúde começa no intestino. Neste livro vai conhecer uma pesquisa inovadora sobre como o nosso cérebro, os intestinos e os biliões de microorganismos que aí vivem, comunicam entre si, determinam a nossa saúde e influenciam a nossa vida, desde o humor com que acordamos às decisões que tomamos durante o dia e ao nosso comportamento.
    A Ligação Cérebro-Intestino combina neurociência de ponta com as últimas descobertas sobre o microbioma humano e demonstra conclusivamente o vínculo biológico inextri cável entre a mente e o aparelho digestivo. Além disso, apresenta conselhos concretos sobre dieta e estilo de vida saudáveis para que possa fortalecer o seu sistema imunitário e reduzir o risco de doenças, dando ao corpo as melhores condições para o bem-estar e a saúde ideais.
    
    GRANDE PRÉMIO DA SOCIEDADE AMERICANA DE DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS
    Show book
  • Rasputine: o fim da grande Rússia e a queda dos Romanov - cover

    Rasputine: o fim da grande...

    Catherine Radziwill

    • 0
    • 0
    • 0
    A história fascinante do monge camponês de origens hu- mildes que se veio a tornar um dos homens mais poderosos na corte russa, motivou ódios e conspirações e cuja trágica morte precipitou o fim da grande dinastia dos czares.
    Na viragem do século xix para o século xx, Rasputine era a pessoa mais discutida de todo o Império Russo. O seu nome tornou-se conhecido nos palácios dos grandes nobres, bem como nos casebres dos camponeses mais pobres.
    Numa altura em que a incredulidade atacava o coração e a inteligência da nação russa, poucas pessoas perceberam o que ele era e que papel desempenhara nos meandros do poder.
    A sua presença quase constante ao lado do soberano serviu aos opositores para fomentar a contestação pública ao imperador, representando-o inteiramente subjugado à influência do astuto camponês, que, por um estranho capricho do destino, se tornou, de repente, muito mais poderoso do que o ministro mais preeminente.
    É altura de fazer luz sobre as lendas que rodeiam Rasputine e de o colocar no devido nível — um camponês hábil e astuto, que deveu todo o seu sucesso e influência apenas e só ao fanatismo de poucos e ao interesse que muitos tiveram em dissimular-se atrás dele para levar a bom termo os seus desejos pessoais de riqueza e poder.
    Show book
  • As Irmãs de Auschwitz - cover

    As Irmãs de Auschwitz

    Rena Gelissen

    • 0
    • 0
    • 0
    No dia 25 de março de 1942 às 8h00 da manhã, Rena Kornreich e 997 outras jovens mulheres foram forçadas a entrar num comboio, em Poprad, na Eslováquia, naquele que ficaria para a história como o primeiro transporte em massa de judeus para Auschwitz. Alguns dias depois, já no campo de concentração, Rena reuniu-se com a sua irmã Danka, dando início a uma história de amor e coragem, que duraria três anos e quarenta e um dias. Nenhuma outra sobrevivente desse primeiro transporte escreveu sobre a sua experiência (poucas sobreviveram). Talvez por isso este livro tenha o destaque merecido entre outros relatos da época, não só pelo longo período de tempo que as duas irmãs permaneceram em Auschwitz, mas também pelo espírito de amor que as fez sobreviver.
    
    Cada dia se tornava uma luta para cumprir a promessa deixada à mãe quando a família fora forçada a separar-se - cuidar da irmã. Do contrabando de pão até à vida no limiar da existência, esta é uma obra arrebatadora sobre as fugazes conexões humanas, que determinaram e tornaram possível a sobrevivência. É uma história sobre os laços entre mães, filhas e irmãs. Uma obra que nos relembra que a humanidade e a esperança são capazes de sobreviver à desumanidade mais extrema.
    Críticas
    «Um livro extraordinário repleto de generosidade. O leitor não se esquecerá tão facilmente de Rena e da sua irmã Danka. Inspiradora e comovente, esta é uma obra que deve viver muito além das mulheres maravilhosas que a inspiraram.»
    Alex Fuller
    
    «Um testemunho memorável.»
    Martin Gilbert
    
    Críticas de imprensa
    «O sentimento avassalador ao terminar é um triunfo: é possível encontrar abnegação e humanidade entre pessoas que viveram num dos lugares mais horríveis da história.»
    Los Angeles Times Book Review
    
    «Uma história incrível contada por uma das sobreviventes de Auschwitz... O número gravado no seu braço era tão baixo que os guardas quando o viam não acreditavam que alguém tivesse resistido tanto tempo.»
    Kirkus Reviews
    Show book
  • Aqui jazem romances - cover

    Aqui jazem romances

    Eduardo Frota

    • 0
    • 0
    • 0
    Nem poesia, nem conto. Um livro de parágrafos. Histórias que poderiam dar em algum lugar, mas se encerram no limite que o primeiro parágrafo impõe. Lugares, impasses e personagens que poderiam se desenvolver e ganhar as páginas, mas deixam de existir em poucas linhas. O livro traz as atrocidades e a ousadia de Eduardo Frota, jornalista formado pela PUC-Rio que espera, um dia, quem sabe, acabar de escrever um romance.
    Show book
  • A Mulher do Oficial Nazi - cover

    A Mulher do Oficial Nazi

    Edith Beer

    • 0
    • 0
    • 0
    Aqueles que não testemunharam do Holocausto, às vezes, têm dificuldade em perceber o quão profundamente isso afetou a vida na Europa durante os decénios de 30 e 40 do século XX. À medida que a Alemanha nazi estendia os tentáculos a todo o continente, populações inteiras foram despojadas, deslocadas e destruídas.
    
    Edith Hahn Beer levava uma vida normal em Viena, no seio de uma família judia. Fora uma adolescente popular e tornara-se uma estudante de Direito extremamente bem-sucedida. Estava envolvida nos grandes debates políticos da época. Estava apaixonada. O seu futuro desenrolava-se à sua frente como uma passadeira vermelha. E, de repente, tudo terminou. Quando Hitler invadiu a Áustria em 1938, Edith ficou sem futuro.
    
    No coração da Alemanha nazi, escondendo a sua identidade em casa e no trabalho, Edith viveu com o medo constante de ser descoberta. Foi ali que conheceu Werner - destacado membro do Partido Nazi -, que se apaixonou por ela e a pediu em casamento, mantendo a sua identidade em segredo. A filha de ambos viria a ser considerada a única judia a nascer num hospital do Reich em 1944.
    
    Alguns anos depois, a Alemanha foi derrotada e Edith continuava viva. Sobreviveu quando milhões de judeus foram exterminados. Este livro conta a história de como esta mulher conseguiu manter o seu disfarce e de como, graças a uma sorte aleatória e à intervenção de algumas pessoas boas, foi diversas vezes resgatada da morte.
    
    A Mulher do Oficial Nazi podia ser outro livro sobre o Holocausto e a Segunda Guerra Mundial, o que já seria notável. Mas é, além disso, um relato verdadeiro, dramático e emocionante de uma mulher extraordinária que sobreviveu ao maior genocídio da história da Humanidade, sem pretender ser corajosa, famosa ou lembrada. Ela apenas quis sobreviver.
    Show book
  • Mãe Promete-me que Lês - cover

    Mãe Promete-me que Lês

    Luís Osório

    • 0
    • 0
    • 0
    Luis Osório abre sem reservas o seu álbum de família. Numa relação convulsa e intimista, folha a folha, conta-nos pormenores de vivências extremas que nos emocionam devastadoramente e nos 
    confrontam com a terrível complexidade das relações familiares.                                                                                                                                                                                                                                                                  Ousadas, pungentes, ternas, estas são as recordações de um  homem que confessa ter medo, muito medo de voltar a perder alguém, medo de morrer porque gosta muito de viver.
    Um relato emotivo de um filho, que decide abrir o baú das suas memórias, de onde surgem personagens que podiam ser de ficção, mas são reais.
    Ficam as questões: «Um dia prometes-me que lês? Consegues ler onde estás?» Que mais pode ele desejar? «Continua comigo, mãe.»
    Show book