Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Mulheres Fortes Também Choram - cover

We are sorry! The publisher (or author) gave us the instruction to take down this book from our catalog. But please don't worry, you still have more than 500,000 other books you can enjoy!

Mulheres Fortes Também Choram

Isabel Baía Marques

Publisher: alma dos livros

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Eu sei que tu, muitas vezes, te sentes só.

E, tantas outras, choras sem ninguém ver.

Eu sei que o mundo te pede para estares sempre bem.

E que tu vives nessa constante pressão.

Mas eu quero dizer-te que a chuva é essencial.

E que tens uma missão muito importante na tua vida.

A tua vulnerabilidade. 
As tuas emoções. 
São a tua maior força.

Talvez a tua dor esteja espelhada nas páginas deste livro. 
Talvez este livro te mostre a lição de que a tua dor te fala. 
Tudo nos leva ao nosso destino. 
A tempo e horas.

Tu não chegaste aqui por acaso. 
Não pegaste neste livro por acaso.

Abre-o. Lê-o. Inspira-te. Há algo para ti aqui dentro. 
Mulheres fortes também choram!  

Este livro não é um simples livro de desenvolvimento pessoal. É uma obra de superação na primeira pessoa que aborda a importância da vulnerabilidade. Das emoções. Da humanidade. Numa época em que a tristeza não é bem vista ou é totalmente reprimida, este livro mostra-nos quão importante é sermos reais, podermos não estar sempre bem, sentirmos, vivermos, escutarmos e aprendermos com a nossa dor.  

Quão alto nos podem levar as nossas feridas? A quantas vitórias nos podem levar os nossos fracassos? Este é o primeiro livro em todo o mundo que mostra o processo inteiro da criação de um livro de desenvolvimento pessoal, mostrando, assim, não só a luz a que a autora chegou, mas também todas as sombras pelas quais passou. Um livro único e inspirador para qualquer pessoa que queira tornar-se mais autêntica.
Available since: 04/06/2023.
Print length: 220 pages.

Other books that might interest you

  • Desaparecida - cover

    Desaparecida

    Ricardo Pinho Lemos

    • 0
    • 0
    • 0
    Vencedor do Prémio Nacional de Literatura Lions de Portugal 2021.                                                                                                                                                                                                                                                   Desaparecida, uma aldeia à beira-mar, onde os fantasmas só morrem quando são esquecidos.
    Fatimah conhece bem a terra. As histórias e as memórias que conta e repete, como se a vida toda coubesse no contar, como se o quebrar do fio antecipasse o fim do mundo.
    Bartolomeu Vagamundo, um pássaro feito gente, escapa da Inquisição e embarca numa odisseia. Maria, sua descendente, chega a Desaparecida e mergulha nas suas origens: um universo de viagens, regressos, lendas e desaparecimentos.
    Superstições, milagres, embustes e aventureiros, pássaros, sinfonias, baleias e aguardente: Desaparecida gravita entre o imaginário e o real, com histórias dentro de histórias − ecos que atravessam continentes e séculos e assombram a memória dos habitantes da aldeia.
    Show book
  • A Feijoada de Gutenberg - cover

    A Feijoada de Gutenberg

    Claudio Parreira

    • 0
    • 0
    • 0
    Conto bem-humorado de Claudio Parreira, autor do romance “Gabriel”. Feijão preto, Noel Rosa & a Bíblia: uma aventura repleta de vigarices e picaretagens com um personagem que deixou sua marca na História ao inventar de uma só vez a imprensa e o analfabetismo.
    Show book
  • Porcos No Paraíso - Um Conto De Fadas Mais Que Absurdo - cover

    Porcos No Paraíso - Um Conto De...

    Roger Maxson

    • 0
    • 0
    • 0
    Quando Blaise dá à luz a Lizzy, a “bezerra vermelha” em uma fazenda em Israel, as massas se reúnem para testemunhar o milagre que dará início ao retorno do Messias ou sua chegada e, com ele, o fim do mundo. Quando a promessa do fim chega ao fim, com a bezerra vermelha manchada e não mais digna de sacrifício de derramamento de sangue, os fiéis ao redor do mundo ficam cabisbaixos. Até lá, dois ministros evangélicos, como representantes de uma megaigreja nos Estados Unidos, testemunharam os eventos. Enquanto isso, Papa Benevolente absolve os judeus, canta karaokê com o Rabino Ratzinger e o porco Berkshire e o Messias, Boris, é servido na última ceia. Para não ficar para trás, os ministros protestantes realizam um desfile de presépios e, pouco antes de os animais embarcarem no navio para os Estados Unidos, Mel a mula torna-se o Papa Magnífico, resplandecente com cossaco de linho branco, cruz peitoral e chinelos papais de couro vermelho. Assim que chegam nos Estados Unidos, os animais são transportados para o outro lado do país, para Wichita, Kansas, a tempo do desfile da Paixão de Cristo. Ao chegarem ao seu destino final, uma fazenda cristã, sete monitores de televisão, sintonizados 24 horas por dia, 7 dias por semana, em sermões da igreja, se justapõem a cenas de um celeiro, um verdadeiro circo. Depois de um tempo, e sem aguentar mais, eles perseguem Mel do celeiro, e Stanley, Stanley Machão, o corcel belga preto da lenda (pegou?), chuta os monitores de TV por um momento de silêncio, dando paz mesmo que apenas por um momento, uma chance.
    Show book
  • As religiões secretas de Donald Trump - cover

    As religiões secretas de Donald...

    Ricardo Brehm

    • 0
    • 0
    • 0
    Em 2016, Donald Trump foi considerado a personalidade do ano pela revista "Time". Alvo de duras críticas, o magnata americano acabou por ser eleito presidente dos Estados Unidos no mesmo ano. Agora, imaginemos que esse acontecimento pudesse estar predestinado por forças ocultas que atravessaram séculos e que dominam a consciência do atual governante, seu herdeiro. Verdade? Imaginação? Profetização? Teoria da conspiração? Apocalipse? Seria mesmo Donald Trump o anti-Cristo, ou um líder que foi pressentido há centenas de anos? É difícil discernir a ficção da realidade neste livro sombrio e desconcertante. Ricardo Brehm dá conta de refletir sobre coincidências históricas e elementos místicos que colocam o presidente americano no epicentro de uma tradição milenar de conquistas de poder através do contato com o Divino, da qual fizeram também parte o filósofo e matemático René Descartes, a Ordem dos Jesuítas ou o teólogo João Calvino.
    Show book
  • O Rapaz - cover

    O Rapaz

    Cláudio Ramos

    • 0
    • 0
    • 0
    PODEMOS AMAR ALGUÉM UMA VIDA INTEIRA?
    
    Sou dos que acredita que se pode amar uma pessoa a vida toda e toda a vida pode até ser pequena para tanto amor. Não temos de amar todos na mesma medida, nem tomar o pulso ao que os outros sentem. Vamos aprendendo com a idade que o amor é só isso e nada mais. Não o devemos exibir, complicar, humilhar, amachucar de forma a chamar a atenção para outra coisa qualquer. O amor é só amor e qualquer história de amor conta isso mesmo.
    
    A história deste livro é a de uma paixão vivida fora de tempo, talvez fora de horas, por duas pessoas que se encontram no lugar certo, mas no tempo errado.
    
    Quando me perguntam porque escrevo sobre o amor, é porque não acredito que exista força maior. O amor é agarrar em coisas boas e transformar a vida, colando-as umas nas outras de maneira que fiquem poucos espaços para outra coisa que não seja o amor. É amar um lugar, um cheiro, uma lembrança, um animal, uma música, é gostar de andar na rua, é ter vontade de sentir a chuva, o vento, de aproveitar o sol.
    
    O amor é vida que cada um de nós tem de aproveitar se nos bater à porta. Nunca percam de vista a vossa pessoa certa. Vale sempre a pena tentar. Sempre!
    Show book
  • Contos volume 2 - cover

    Contos volume 2

    Artur de Azevedo

    • 0
    • 0
    • 0
    Artur de Azevedo foi um dos principais autores de teatro no Brasil do século XIX. Dando continuidade à obra de Martins Pena, consolidou a comédia de costumes brasileira, sendo no país o principal autor do teatro de revista, em sua primeira fase. Sua atividade jornalística foi intensa, devendo-se a ele a publicação de uma série de revistas, além da fundação de alguns jornais cariocas. Ficou também conhecido por suas crônicas e contos, sempre cheios de humor. Este é o segundo volume da coleção de Contos de Artur Azevedo, criada pelos voluntários do LibriVox. (Sumário adaptado da Wikipedia por Leni)
    Show book