Don't miss out on our offer of unlimited reading for a whole year!
Only until 29 April!
Add this book to bookshelf
Grey 902feb64d8b6d481ab8ddda06fbebbba4c95dfa9b7936a7beeb197266cd8b846
Write a new comment Default profile 50px
Grey 902feb64d8b6d481ab8ddda06fbebbba4c95dfa9b7936a7beeb197266cd8b846
Holocausto - Das origens do povo judeu ao genocídio nazista - cover

Holocausto - Das origens do povo judeu ao genocídio nazista

Voltaire Schilling

Publisher: AGE

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O Holocausto, o assassinato em massa dos judeus europeus, não se deu numa planície ou em floresta distante do espaço civilizado. O espanto do mundo até hoje não conseguiu resolver a contento como uma ação cruel e inclemente foi executada no que até então era considerado o coração da Europa culta. Não foram somente os brutamontes orientados por suboficiais e sargentos dos integrantes da SS que levaram adiante a operação de extermínio. Nela foram envolvidos engenheiros, cientistas, médicos e outras categorias profissionais, como os ferroviários responsáveis pelas "transferências" e "deslocamentos" das vítimas para os campos de extermínio. Um historiador estimou que o total de homens e mulheres (alemães e outras etnias antisssemitas que com eles colaboravam) atingiu a meio milhão de pessoas envolvidas diretamente ou indiretamente no genocídio dos judeus europeus. Certamente o Holocausto causou um profundo abalo nas sociedades que se consideravam superiores e que se achavam bem acima do universo de primitivismo e barbárie que as cercavam. Talvez, pela sua dimensão, essa matança que seifou a vida de seis milhões ou mais de judeus, talvez tenha sido o derradeiro ato de selvageria e loucura que ainda se abrigava por detrás da civilização.

Other books that might interest you

  • Os sentidos do humor: - possibilidades de análise do cômico - cover

    Os sentidos do humor: -...

    Thaís Leão Vieira, Lucía Aranda

    • 0
    • 0
    • 0
    O estudo do humor não é novo. Filósofos como Platão, Aristóteles, Kant, Hegel, Freud e Ortega y Gasset, escritores de renome como Baudelaire, Shakespeare ou Cervantes e acadêmicos como Bergson, Adorno ou Attardo, têm abordado o humor em suas obras. A centralidade e peso do humor na vida dos seres humanos é evidente no grande número de estudos que examinam diferenças e semelhanças de humor em inúmeros cenários como entre Oriente e Ocidente, em psicologia, na cognição, relações humanas, saúde, literatura, artes visuais ou mesmo política. Este volume é o trabalho de especialistas dedicados aos estudos do humor e tratou temas como o humor no mundo luso-hispânico por meio de representações sociais, linguagem e literatura.
    Show book
  • Porque é que as pessoas boas sofrem - cover

    Porque é que as pessoas boas sofrem

    Daniel Marques

    • 0
    • 0
    • 0
    A temática do sofrimento humano é uma das questões que mais tem suscitado a curiosidade ao longo dos milénios. A razão do sofrimento já foi atribuída a múltiplas fontes. Já se considerou que pudesse ter origem sobrenatural, nomeadamente através da força de vontade de um deus, ou eventualmente demónio, mas também já se pensou no mal da humanidade como uma consequência da sua atitude perversa e não-conforme com os parâmetros de moral mais corretos.Nos tempos atuais, pouco ou nada se atribui à natureza divina. Mais do que isso, os níveis morais da humanidade nunca antes se encontraram tão baixos como agora. Neste âmbito, começou-se a considerar o sofrimento, a dor, e em geral, todas as situações que são causadas ao homem, como naturais e até inevitáveis. A humanidade caiu num nível de apatia tal que considera tudo como normal. É, aliás, bastante difícil argumentar ou apresentar razões para o sofrimento humano numa sociedade que não se mostra minimamente recetiva a uma resposta nesse sentido.Não é fácil aceitar que o sofrimento tenha uma causa quando consideramos crianças inocentes que mal tinham acabado de aprender a brincar e já sentem doses elevadíssimas de dor, e muitas vezes enfrentam a própria morte. Não é fácil observarmos um jovem limitado até ao resto da sua vida devido a um acidente estúpido e perfeitamente evitável. E certamente também não é fácil encararmos a morte de um pai ou mãe que deixa uma vida cheia de projetos com crianças por criar.A vida possui as suas particularidades e elas incluem doses muito elevadas de sofrimento. Em alguns casos os níveis são tais que a própria vida parece ser uma tortura interminável.A eutanásia e o suicídio parecem ser as únicas respostas possíveis para muita gente em angústia, por vezes durante largos anos, ou até desde toda a vida.Através desta obra, estes assuntos serão analisados à luz duma perspetiva de fé e responsabilidade.
    Show book
  • Os Navegadores do Século XVIII - cover

    Os Navegadores do Século XVIII

    Jules Verne

    • 0
    • 1
    • 0
    Apreciador de geografia e de história, Júlio Verne escreve «Os Navegadores do Século XVIII», o segundo de três volumes sobre os descobrimentos.
    Show book
  • Como Escrever Os Seus Próprios Contos - cover

    Como Escrever Os Seus Próprios...

    Miguel D'Addario

    • 0
    • 0
    • 0
    Descrição do livro:
      
    
    
    CONTEÚDOS 
    
    
    - Objetivos 
    
    
    Narrar diferentes textos literários. Perspetivas, diálogos, espaço, tempo. 
    
    
    Ter conhecimento das exigências básicas do conto enquanto género. 
    
    
    Descobrir a estrutura simples de introdução, desenvolvimento e desenlace. 
    
    
    - Metodologia 
    
    
    Proposta de análise de determinados contos.  
    
    
    Participação ativa sobre as propostas apresentadas. 
    
    
    As propostas de trabalho são dirigidas da perspetiva descritiva uma vez que dessa forma pretende desencadear diferentes tipos de textos. 
    
    
    O curso é dividido pelas seguintes partes: Análise de Contos. Estrutura. Género. Espaço e tempo. Personagens. Exercícios elaborados pelos alunos do curso. 
    
    
    Escrita e produção textual dos próprios alunos. 
    
    
    - Programa 
    
    
    Primeira abordagem do conceito de conto. 
    
    
    O escritor enquanto emissor e recetor. Leitura e análise de um conto. 
    
    
    A invenção de um mundo possível. Elaboração de uma ficção a partir de uma ideia quotidiana. Proposta de escrita. 
    
    
    A importância da experiência própria e da experiência conhecida como motor impulsionador para a escrita criativa. 
    
    
    Ligação entre recordações (as referências próximas e as conhecidas). Proposta de escrita. 
    
    
    A manipulação da realidade e da própria experiência: elaboração de contos. Proposta de escrita. 
    
    
    As perspetivas e o narrador. Análise de contos. Proposta de escrita. 
    
    
    O conto, o conto breve. Proposta de escrita. Regras passo a passo para a elaboração de contos. Quadros sinóticos.
    Show book
  • Virtude e verdade: graus inefáveis - Tomo II - cover

    Virtude e verdade: graus...

    Luiz Fachin

    • 0
    • 0
    • 0
    A busca por respostas acerca das indagações sobre os sucessivos estágios da Maçonaria, os seus ensinamentos, o significado de seu hermetismo e do conteúdo de sua liturgia foi, constantemente, o alvo da atenção do autor e o motivo determinante para a elaboração da presente obra, que representa uma tentativa de compreender um pouco mais a respeito da Maçonaria e dos seus Rituais, bem como de tornar conhecida parte dos temas que representam o objeto de seus Graus Inefáveis. Os assuntos tratados se desdobraram, obviamente, pela pesquisa, mas também a partir da mais simples interpretação litúrgica e, inclusive, da mais acurada indagação filosófica decorrente da observação minuciosa dos textos bíblicos, do conjunto das lendas transmitidas por tradição e dos trabalhos literários que constituem o complexo exercício desses ensinamentos. A partir da obtenção das respostas dessas incessantes perguntas e o entusiasmo pela causa, que se tornou mais intenso e contagiante na sucessão dos dias, surgiu a intenção desta edição para dela dispor e a cada leitura avançar de forma gradual em busca do aprimoramento pessoal. A caminhada com o objetivo de passar das trevas para a luz possibilitou a confecção deste trabalho, dentro da máxima atribuída aos Sete Sábios (650 a.C. a 550 a.C.) inscrita no oráculo de Delfos – CONHECE-TE A TI MESMO.
    Show book
  • A paz na Colômbia - cover

    A paz na Colômbia

    Fidel Castro Ruz

    • 0
    • 0
    • 0
    A paz na Colômbia é o resultado de um diligente trabalho de seu autor Fidel Castro Ruz, que dedicou mais de 400 horas à sua elaboração.  Partindo de uma cuidadosa seleção de informações, documentos, entrevistas e vivências pessoais – boa parte revelada publicamente pela primeira vez neste livro – o autor ressalta as ideias básicas desse processo para melhor compreensão da complicada situação política na Colômbia
    Show book