Subscribe and enjoy more than 800,000 books
Add this book to bookshelf
Grey 902feb64d8b6d481ab8ddda06fbebbba4c95dfa9b7936a7beeb197266cd8b846
Write a new comment Default profile 50px
Grey 902feb64d8b6d481ab8ddda06fbebbba4c95dfa9b7936a7beeb197266cd8b846
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced 7236434c7af12f85357591f712aa5cce47c3d377e8addfc98f989c55a4ef4ca5
Holocausto - Das origens do povo judeu ao genocídio nazista - cover

Holocausto - Das origens do povo judeu ao genocídio nazista

Voltaire Schilling

Publisher: AGE

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

O Holocausto, o assassinato em massa dos judeus europeus, não se deu numa planície ou em floresta distante do espaço civilizado. O espanto do mundo até hoje não conseguiu resolver a contento como uma ação cruel e inclemente foi executada no que até então era considerado o coração da Europa culta. Não foram somente os brutamontes orientados por suboficiais e sargentos dos integrantes da SS que levaram adiante a operação de extermínio. Nela foram envolvidos engenheiros, cientistas, médicos e outras categorias profissionais, como os ferroviários responsáveis pelas "transferências" e "deslocamentos" das vítimas para os campos de extermínio. Um historiador estimou que o total de homens e mulheres (alemães e outras etnias antisssemitas que com eles colaboravam) atingiu a meio milhão de pessoas envolvidas diretamente ou indiretamente no genocídio dos judeus europeus. Certamente o Holocausto causou um profundo abalo nas sociedades que se consideravam superiores e que se achavam bem acima do universo de primitivismo e barbárie que as cercavam. Talvez, pela sua dimensão, essa matança que seifou a vida de seis milhões ou mais de judeus, talvez tenha sido o derradeiro ato de selvageria e loucura que ainda se abrigava por detrás da civilização.

Other books that might interest you

  • Introdução à garantia de qualidade de software - cover

    Introdução à garantia de...

    Luiz Diego Vidal Santos, Catuxe...

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro aborda tópicos como as definições de garantia de qualidade de software, tarefas de verificação e validação, mais especificamente testes de software, fases do teste de software, gerenciamento de mudanças, depuração e atores envolvidos. Além disso, mostra algumas ferramentas importantes que podem auxiliar o testador na tarefa de produzir software com qualidade, dentre outras várias técnicas.
    Show book
  • A Legitimidade das Ciências da Educação - A Investigação Científica e o Pensamento Humanitário nas Mudanças Educativas e Sociais - cover

    A Legitimidade das Ciências da...

    Neil Mars

    • 0
    • 0
    • 0
    “Não podemos compreender-nos fora da História. Não podemos conceber o historiador acima da história, pois o historiador é ele mesmo historizado” (Edgar Morin). Qualquer analise realizada ao significado da educação, obriga-nos a uma analise pessoa em simultâneo, nomeadamente, no que respeita aos nossos valores e objectivos, enquanto indivíduos e cidadãos. E actualmente, muito mais que antes, a ideia de uma pluralidade dos encaminhamentos históricos tem que estar associada ao pluralismo das culturas. A humanidade tem que evoluir como um conjunto unido.
    
     
    Este tipo de análise torna o confronto de diferentes perspectivas sociais inevitável, e é na educação que um acordo se torna possível.
    
     
    Para Durkheim, “educação é a acção exercida pelas gerações adultas sobre as que ainda não estão maduras para a vida social, tendo, por objectivo, suscitar na criança um determinado número de estados físicos, intelectuais e morais que a sociedade política, no seu conjunto, e o meio social , ao qual está particularmente destinada, reclamam.” Já a Liga Internacional da Educação Nova considera a “educação como um conjunto de metodologias que visa favorecer o desenvolvimento tão completo quanto possível das aptidões de cada pessoa, simultaneamente como indivíduo e como membro de uma sociedade regida pela solidariedade. Para este movimento, a educação é inseparável da evolução social, constituindo uma das forças que a determinam.”
    
     
    Por volta dos anos sessenta, parece poder estabelecer-se uma distinção do seguinte tipo: enquanto que a educação se prende com o campo da acção, a pedagogia encontra-se completamente voltada para o campo da reflexão. É, no entanto, inviável a sua completa separação, uma vez que a acção e o pensamento constituem duas faces de um mesmo processo. Esta última conclusão conduz a uma expressão aglutinadora dos dois conceitos que começa a espalhar-se: Ciências da Educação.
    
     
    Nos últimos decénios, a noção de educação alargou-se, estabelecendo relações com as disciplinas científicas tradicionais. Tudo isto levará ao problema da autonomia das Ciências da Educação. As ciências da Educação têm sido nas últimas décadas alvo de muito investimento e investigação mas também de muitas críticas e contestação. 
    
     
    Nunca iremos perceber o lugar das Ciências da Educação enquanto insistirmos em comparações com outras áreas do conhecimento que a constroem mas não a definem, e na qual a mesma se baseia sendo ao mesmo tempo original e única. Tudo respeita á diferença de perspectivas e ao carácter único desta área científica, que se mostra pertinente num mundo complexo e multifacetado, carente de uma linearidade condutora integrativa de várias aprendizagens cientificas contraditórias. Tudo parte de uma concepção de humanidade segundo critérios históricos irreversíveis para se chegar a uma sociedade que carece de critérios explícitos e claros que se tornem um espelho do próprio progresso.
    
     
    Esta obra propõe uma reflexão sobre o significado das Ciências da Educação nos tempos actuais.
    Show book
  • Chronica de el-rei D Affonso Henriques - cover

    Chronica de el-rei D Affonso...

    Duarte Galvão

    • 2
    • 19
    • 0
    Sorry, we have no synopsis for this book right now. Sign in to read it on 24symbols.com
    Show book
  • O Selo De Salomão - cover

    O Selo De Salomão

    Steven Savile

    • 0
    • 0
    • 0
    Com a descoberta do Selo de Salomão, perdido há muito tempo, Konstantin Khavan e Orla Nyren estão em Jerusalém e na Palestina lutando por suas vidas com inimigos por todos os lados. Eles não sabem em quem devem confiar.  Não sabem qual deve ser o próximo caminho a tomar.  Tudo que sabem é que têm de encontrar o Selo, enquanto desviam a detonação de uma bomba suja em um dos locais mais sagrados de Jerusalém. 
    
    
    Isso seria bom, mas Orla já esteve aqui antes, durante os piores dias d sua vida, quando ela foi prisioneira em Jenin, um campo de refugiados na fronteira. Ela foi brutalmente violentada por um sádico, de quem ela só se lembra como A Besta – um homem que ela pensava ter matado durante sua fuga. 
    
    
    Ele não está morto. 
    
    
    É o homem que tem o Selo. 
    
    
    E Orla vai ter de enfrentar A Besta sozinha.   
    Show book
  • Grupamento 24: Histórias De Incêndio - Livros I Ii E Iii - cover

    Grupamento 24: Histórias De...

    Joe Corso

    • 0
    • 0
    • 0
    Grupamento 24: Histórias de incêndio - Livros I, II e III de Joe Corso 
    
    
    Histórias verdadeiras do Corpo de Bombeiros de Nova York que aconteceram entre 1963 e 1975. Agora, tudo em um único livro, Grupamento 24 por Joe Corso: As Histórias de Incêndio - Livros I, II, e III, incluindo as premiadas histórias de incêndio: Garagem 598! 
    
    
    Grupamento 24: Histórias de incêndio - Livros I, II e III narram a carreira de Joe D' Albert, autor conhecido como Joe Corso, quando era bombeiro da cidade de Nova York. Nesta compilação emocionante de histórias de incêndio, Corso detalha os triunfos e as tragédias de seus camaradas de armas enquanto combatem bravamente alguns dos incêndios mais perigosos na história da cidade. Ele fala de heróis reais e das amizades para a toda vida que fez, bem como alguns dos tumultos que existiam na cidade de Nova York durante o tempo em que servia no departamento. Siga Corso pelos anos 1960 e 1970 até os dias de hoje, dos conflitos raciais ao 11 de setembro, quando as chamas reais da instabilidade foram extinguidas pelas pessoas mais bravas na história americana recente. 
    
    
    Gênero: História / Historiografia 
    
    
    Gênero Secundário: História / Referência 
    
    
    Idioma: Português 
    
    
    Palavras chave 
    
    
    Número de palavras: 47.111 
    
    
    Informações de venda: 
    
    
    Quando eu era um bombeiro, às vezes fazia anotações sobre os incêndios que combatia. Este livro é uma compilação dessas anotações. Um trailer deste livro pode ser visto no Youtube: Acesse o link: https://www.youtube.com/watch?v=7COvCUgW8uE
    Show book
  • Medicina financeira: - A ética estilhaçada - cover

    Medicina financeira: - A ética...

    Sobrinho Author

    • 0
    • 0
    • 0
    A quem realmente serve a nossa medicina? Quais são os interesses que, de fato, determinam as decisões na área da saúde? O conflito surgido  com a implantação repentina do  programa Mais Médicos, entre o Governo Federal e as entidades de representação da classe médica, só reforça a ideia de que o paciente talvez não seja verdadeiramente o foco da questão.Luiz Vianna Sobrinho - médico cardiologista - lança Medicina Financeira – A ética estilhaçada, pela Garamond. Na obra, o pesquisador questiona se, na vida real, o principal objetivo da medicina contemporânea é de fato o paciente. Para Vianna, este é substituído pelo médico, pelo hospital, pela ciência, pelo plano de saúde, pela sociedade, ou, quando muito, pelo ‘cliente consumidor. Todo esse desvio ocorre em uma atmosfera já marcada pelo impacto do avanço tecnológico, agora agravado pela financeirização da medicina, com uma mais profunda e perversa deterioração da relação entre médico e paciente. O autor analisou como cada um desses componentes tem prioridade em relação ao paciente no sistema de atenção à saúde. Provocador, Vianna questiona e até ironiza a prática médica atual.“O paciente, essa peça fundamental para a existência da medicina, como uma engrenagem sem a qual todo o sistema não funciona, até porque justifica toda a existência do próprio sistema – e em seu nome são levantadas todas as justificativas de resoluções de condutas, principalmente as mais conflituosas – definitivamente, não funciona nem como motivo condutor das ações individuais, nem como finalidade global do sistema”, afirma Vianna.Depois de mais de vinte anos de observação e prática profissional, o médico se debruçou em pesquisas acadêmicas para examinar a doença da medicina contemporânea. O diagnóstico a que chegou aponta para a falta de uma matriz para a já tão enfraquecida ética médica.O livro Medicina Financeira – A ética estilhaçada é dividido em uma introdução conclusiva e seis capítulos: “Para o médico”, “Para o hospital”, “Para o seguro-saúde”, “Para a ciência”, “Para o cliente e a sociedade” e “A conta não fecha”.O prefácio do livro é assinado por Paulo Amarante, Pesquisador Titular da Escola Nacional de Saúde Púbica Sergio Arouca ENSP/Fiocruz) e Editor Científico da Revista Saúde em Debate. Já o texto da orelha ficou a cargo de João Gonçalves Barbosa Neto, Ouvidor da Fiocruz.
    Show book