Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Nós nosso mundo e nosso comportamento - cover

Nós nosso mundo e nosso comportamento

Valmir Benício

Publisher: Editora Gato-Bravo

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

No momento em que o Brasil atravessa um período conturbado na sua esfera social e política, Valmir Benício convida os leitores portugueses a uma importante reflexão sobre as diversas camadas que envolvem a realidade e a cultura do seu país. Alguns temas polémicos são levantados, como forma de lançar questões que ainda não têm respostas concretas: o universo feminino, a opressão das minorias, a corrupção aparentemente crónica do Brasil, a humilhação, a influência dos grandes meios de comunicação social e até o sucesso do MMA, enquanto desportos de luta. A proposta neste livro é repensar e dar maior amplitude a todas essas questões, que se intercruzam e relacionam, com texto dividido em três grandes grupos temáticos: Comportamentos, Reflexões e Problemas Sociais. A intenção do autor não é esgotar o debate, mas fazê-lo reverberar para estimular mudanças – agora também junto do público português, que histórica e afetivamente se vê ligado ao Brasil, numa trajetória paralela.
Available since: 02/15/2019.

Other books that might interest you

  • Escritores Insólitos Coletânea de Rua - cover

    Escritores Insólitos Coletânea...

    Varios

    • 0
    • 0
    • 0
    Escute e adentre em um mundo que para muitos é desconhecido, a situação de rua. Direto da perspectiva de quem vivencia a rua. Emoções de denuncia, amor e esperança. Oportunidade de ouvir essa experiência de vida real, com sonhos e possibilidades, na livre criação de possibilidades dos autores sem amarrações quanto os temas e conteúdo. Uma perspectiva de nossa realidade com os olhos dos desconhecidos que vivem na rua. A cada conto, uma vivência para chorar, chocar-se, revoltar-se, odiar e amar com as criações, mas sobre tudo ter sensibilidade de que a transformação da sociedade esta em nossas mãos.Um aprendizado a dar valor ao ser, e não ao ter. A maior riqueza está nas coisas simples da vida, temos a oportunidade de saber perdoar o próximo e também de nunca perdermos a esperança. Um audiolivro contato pelos moradores de rua, direto da experiência de vida deles, contando suas histórias sem intervenções. Os excluídos soltando a voz.
    Show book
  • À sombra dos viadutos em flor - cover

    À sombra dos viadutos em flor

    Cadão Volpato

    • 0
    • 0
    • 0
    Parece que os anos 80 do século XX não morrem nunca. Para um punhado de jovens daquele tempo, viver foi só um outro tipo de aventura. À sombra dos viadutos em flor, de autoria de Cadão Volpato, é uma lembrança pessoal e intransferível de um tempo de música em que tudo estava começando, o rock, ele mesmo, com suas legiões urbanas, seus voluntários da pátria, suas mercenárias, suas plebes rudes. Cadão Volpato era revisor da revista Veja nos primeiros anos da década. E em uma carreira paralela também foi garoto-propaganda. Mas isso eram só ocupações no ofício de viver. Na vida irreal, Volpato era letrista e vocalista de uma banda de rock, cujo nome fora tomado casualmente de um gênio do cinema: Fellini. A banda nasceu em São Paulo no ano de 1984, na região dos viadutos que cortam a Avenida 9 de Julho. Teve uma vida curta, mas deixou alguns discos que com o passar dos anos foram sendo cada vez mais cultuados.
    Show book
  • A Cidade e as Serras - cover

    A Cidade e as Serras

    Eça de Queirós

    • 0
    • 0
    • 0
    A Cidade e as Serras, um expoente do realismo português, discute o paradoxo da modernidade: o homem tem tudo ao alcance das mãos, mas há algo que lhe escapa, que não sabe mensurar. 
    Jacinto de Tormes é o burguês típico: acompanha os avanços tecnológicos de sua época, dá festas chiques, come em restaurantes caros, lê e discute filosofia; desfruta, enfim, de todos os bens inventados pelo civilização. Ele dizia que “o homem só é superiormente feliz quando é superiormente civilizado”. Não obstante, Jacinto, de absolutamente orgulhoso e esbanjador, vai arqueando; torna-se pessimista. 
    No auge de sua depressão, cita Schopenhauer: “viver é sofrer”. Nada basta e tudo enfastia. Depara-se com as insuficiências do ser, com o absurdo da vida e, diante de toda a ventania das informações, das descobertas e das edificantes elucubrações, sente tédio. Zé Fernandes, o narrador da história, seu amigo, surpreende-se, certo dia, com a intenção de Jacinto de ir às serras de Portugal a fim de reconstruir a capela de seus ancestrais. É lá, em contato direto com a natureza, distante de qualquer adorno da cidade, que Jacinto vigora-se e descobre a beleza da simplicidade, o contato com a terra e a boa comida. Satisfaz-se, tornando-se radiante. 
    Eça de Queirós, irônico e pontual, retrata, pelo caminho da literatura, aquilo que Epicuro, Rousseau e tantos outros grandes pensadores elaboraram em sua s filosofias.
    Show book
  • Por dentro da torre - memórias de um controlador de voo - cover

    Por dentro da torre - memórias...

    João Bosco de Assis Rocha

    • 0
    • 0
    • 0
    João Bosco de Assis Rocha relembra sua carreira marcada pelos avanços da tecnologia, pela mudança dos costumes e, obviamente, por acidentes famosos e curiosidades no cotidiano da torre de controle dos aeroportos de Belo Horizonte. Com suas memórias, resgata um tempo em que a importância do relacionamento pessoal e da atenção ao mundo real faziam a diferença entre profissionais experientes e responsáveis. O autor também critica o apego excessivo às ferramentas tecnológicas e da mudança no trato entre os diversos profissionais aviadores, em um mundo que paulatinamente vem desconsiderando o lado humano dos trabalhadores.
    Show book
  • Carlos Drummond de Andrade - Vida e Obra Parte 1 - cover

    Carlos Drummond de Andrade -...

    Rodrigo Petronio

    • 0
    • 0
    • 0
    Poucas vezes a poesia brasileira atingiu o grau de com plexidade e amplitude temática conseguida pelo poeta Carlos Drummond de Andrade.Sua obra cobre praticamente todas as grandes questões e vertente
    Show book
  • O cemitério dos vivos - cover

    O cemitério dos vivos

    Lima Barreto, Verônica Santos

    • 0
    • 0
    • 0
    Romance inacabado de Lima Barreto, O Cemitério dos Vivos foi escrito durante o segundo período no qual o autor foi paciente do Hospital de Alienados, no Rio de Janeiro. Narra a história de Vicente Mascarenhas, personagem, como seu autor, alcóolatra e internado duas vezes em um hospital psiquiátrico. Relatando sua juventude, seu casamento, a morte da esposa e a consequente entrada no hospício, o romance faz considerações pungentes acerca do manicômio e da relação da sociedade com a loucura.
    Show book