Did you know that reading reduces stress?
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Doutor Fausto - cover

Doutor Fausto

Thomas Mann

Publisher: Vitor Manuel Freitas Vieira

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Faço questão de assegurar com toda a clareza que absolutamente não tenho a intenção de colocar minha pessoa num lugar de destaque, ao escrever algumas palavras acerca de mim mesmo e de minhas próprias atividades, antes de iniciar o relato da vida do finado Adrian Leverkühn, a primeira e certamente muito provisória biografia do saudoso homem e genial físico, que o destino tão terrivelmente assolou, engrandecendo-o e derribando-o. O que me induz a isso é a suposição de que o leitor — ou melhor, o futuro leitor, pois no momento ainda não existe a menor probabilidade de minha obra chegar a ser publicada (a não ser que, por algum milagre, ela consiga sair da nossa assediada fortaleza Europa e transmitir aos de fora um sopro dos segredos de nossa solidão) — permita-se-me retomar o fio: somente a suposição de que se possa desejar uma informação perfntória sobre o autor e sua situação me leva a redigir como introdução umas poucas linhas sobre o indivíduo que sou — se bem que, na verdade, eu receie suscitar, precisamente com isso, dúvidas no espírito do leitor, que não sabe se está ou não em boas mãos, quer dizer, se eu, em virtude de toda a minha condição de vida, sou o homem indicado para uma tarefa a qual talvez me atraiam os impulsos de meu coração mais do que qualquer afinidade justificadora.

Other books that might interest you

  • Eurico o Presbítero - cover

    Eurico o Presbítero

    Alexandre Herculano

    • 0
    • 6
    • 0
    Eurico, o Presbítero é um romance histórico de Alexandre Herculano datado de 1844. Fala a respeito do fim do reino visigodo formado na região que atualmente compreende Espanha e Portugal, diante da invasão dos muçulmanos, que avançaram pela maior parte da Península Ibérica no século VIII.
    Show book
  • Monólogo Do Vaqueiro - cover

    Monólogo Do Vaqueiro

    Gil Vicente

    • 1
    • 7
    • 0
    O Auto da Visitação ou Monólogo do Vaqueiro é uma peça de teatro portuguesa do século XVI. De raízes espanholas, foi a primeira obra de Gil Vicente, tendo sido composta para anunciar o nascimento do príncipe dom João, futuro João III de Portugal.
    Show book
  • Histórias e tradições da província de Minas Gerais - cover

    Histórias e tradições da...

    Bernardo Guimarães

    • 0
    • 0
    • 0
    "Histórias e Tradições da Província de Minas Gerais" é uma obra na qual Bernardo Guimarães narra histórias reais. Nas três histórias que compõem o livro, ele não mente nem emite sobre as cenas, usos e costumes, mesmo que para isso tenha que sacrificar o apelo dramático do enredo. Bernardo sempre gostou de ser um contador de causos, que é o que ele faz nesse trabalho.
    Bernardo Joaquim da Silva Guimarães nasceu em Minas Gerais no ano de 1825. Foi um romancista e poeta brasileiro, conhecido por ter escrito o livro Escrava Isaura. Morreu também em Ouro Preto, no ano de 1884.
    Show book
  • Eloah - Uma história de amor fé superação e união - cover

    Eloah - Uma história de amor fé...

    Letieri Brum Bianchini

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta história é o desabafo de uma família que viveu e vive uma história de amor, fé, superação e união. Um casal que teve uma filha deficiente visual. 
    Com o nascimento de Eloah, puderam ver o mundo de outra forma como nunca imaginariam ver, sentir e ouvir. Também puderam sentir na pele o preconceito que existe na humanidade.
    Passaram por várias coisas com a pequena, ruins e boas também, e nunca desistiram.
    Show book
  • A mortalha de Alzira - cover

    A mortalha de Alzira

    Aluísio Azevedo

    • 0
    • 1
    • 0
    "A Mortalha de Alzira", oitavo romance de Aluísio Azevedo, foi publicado em 1892, época na qual foi um estouro de vendas, atingindo 10.000 exemplares em três anos.
    Conta a história do padre Angelo, homem que não teve escolha em sua educação, sendo obrigado a ser sacerdote. Ele tenta reprimir, a todo custo, a paixão desesperadora que sente pela cortesã Alzira. O autor mostra a corrupção na Igreja e o comportamento do clero, assim como traz elementos românticos (sonhos, devaneios) e naturalistas.
    Aluísio Tancredo Gonçalves de Azevedo nasceu em São Luís em abril de 1857. Foi novelista, contista, cronista, diplomata, caricaturista, desenhista, pintor e jornalista brasileiro. Se faz presente em sua obra certos traços fundamentais do Naturalismo. Ocupou a cadeira 4 da Academia Brasileira de Letras. Morreu em Buenos Aires, em janeiro de 1913.
    Show book
  • Raios De Extincta Luz - Poesias Ineditas - cover

    Raios De Extincta Luz - Poesias...

    Antero De Quental

    • 0
    • 3
    • 0
    A publicação d'este livro é um phenomeno litterario de alta importancia. Compõe-se de uma collecção de Poesias ineditas de Anthero de Quental, na primeira phase artistica, de 1859 a 1863, quando o seu ideal era ainda religioso, romantico e espiritualista. Phase ignorada do publico, acha-se descripta pelo poeta na sua Autobiographia, quando allude á «educação catholica e tradicional de um espirito naturalmente religioso, nascido para crêr placidamente e obedecer sem esforço a uma regra conhecida.» Ao dar á publicidade o livro revolucionario as Odes modernas, em 1865, accentuada poesia de combate, Anthero rasgou todas as composições anteriores, para que não ficassem vestigios d'esse periodo contemplativo. Dera então o maximo relêvo á «revolução moral e intellectual», como o facto mais importante da sua vida, segundo confessa na Autobiographia. Truncando as suas origens artisticas, apagava uma pagina psychologica, tão cheia de verdade e naturalidade, que a critica nunca poderia reconstruir. Por uma casualidade feliz um companheiro de Anthero de Quental, que por esse tempo frequentava a faculdade de medicina, copiára todas as poesias romanticas: chamava-se Eduardo Xavier de Oliveira Barros Leite, fallecido prematuramente em 1872. Por um enlace de familia, obtive por occasião da sua morte o caderno das poesias que copiára, e que o proprio auctor, que lhe sobreviveu vinte annos, mal suspeitava terem sido conservadas. Guardei-as pois, como um valioso documento, onde estavam os primeiros germens do talento poetico de Anthero de Quental; publicando-as depois da sua morte desgraçada, restituimos-lhe á vida subjectiva uma pagina luminosa e sympathica que faltava á sua obra e á litteratura portugueza. O titulo do livro, Raios de extincta Luz, tem a significação do seu apparecimento posthumo, e o valor de exprimir um presentimento do poeta, ao começar com este hemistychio a invocação escripta em 1860 para uma colleccionação projectada
    Show book