Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Anistia um passado presente? - cover

Anistia um passado presente?

Tatyana De Amaral Maia, Ananda Simões (Orgs.) Fernandes

Publisher: EDIPUCRS

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

A obra aqui apresentada é resultado de duas ações no campo da história pública: a exposição Anistia: um passado presente e um ciclo de conferências que reuniu especialistas sobre o tema, fruto da parceria entre a Escola de Humanidades da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e o Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul. Os textos resultantes do ciclo de conferência integram esta coletânea. Ambas as ações estiveram centradas no debate acerca da cidadania, dos direitos humanos e das lutas pela democracia, porém, não deixaram de destacar as derrotas em decorrência de uma Lei imparcial e que, até hoje, garante a impunidade de crimes cometidos na Ditadura, mas que garantiu que reconhecêssemos a manutenção da luta pela adoção de uma justiça de transição. Ainda que tardias e limitadas, foram essas ações que inviabilizaram o silêncio, trazendo para o espaço público uma memória subterrânea que impede que o terrorismo de Estado seja esquecido.

Other books that might interest you

  • Representação política e cidadania no espaço da lusofonia (séculos XIX e XX) - cover

    Representação política e...

    Isabel Corrêa Da Silva, Cláudia...

    • 0
    • 0
    • 0
    Neste volume a ideia de representação política é abordada nas suas várias dimensões, tanto no sentido teórico como empírico, e por uma variedade de perspectivas disciplinares que vão da História à Ciência Política. Abarcando uma espacialidade que se estende do Brasil a Moçambique, os contributos aqui reunidos são trabalhos de síntese de investigação já consolidada sobre o tema, mas também resultados e reflexões de pesquisa nova, decorrente de teses de doutoramento e de mestrado recentemente terminadas.
    Show book
  • Star Trek : utopia e crítica social - cover

    Star Trek : utopia e crítica social

    Freitas Author

    • 0
    • 0
    • 0
    Em Star Trek: Utopia e Crítica social, o autor Eduardo Pacheco Freitas realiza uma minuciosa abordagem sobre alguns dos elementos fundantes da franquia de ficção científica Star Trek. Partindo do conceito de utopia, o autor apresenta como o sonho de um mundo melhor e de uma sociedade pós-capitalista são representados nas diversas encarnações da série. Por outro lado, o livro trata das surpreendentes críticas sociais realizadas por Star Trek nas últimas cinco décadas. Temas como racismo, luta de classes, patriarcado e gênero foram discutidos de maneira brilhante através de histórias que se passam no futuro e em meio a alienígenas de todo tipo.
    Show book
  • A Comuna de Paris (Com notas) - cover

    A Comuna de Paris (Com notas)

    Karl Marx, Nildo Viana, CRL James

    • 0
    • 0
    • 0
    Karl Marx foi o primeiro grande analista da experiência histórica da Comuna de Paris, a primeira tentativa de revolução proletária da história. A Comuna de Paris foi analisada por diversos autores, sob os mais variados pontos de vista, tais como historiadores, militantes, sociólogos, cientistas políticos. A análise de Marx se destaca não só por ter sido feito na época do próprio acontecimento, mas pelo vínculo com sua teoria da revolução proletária e sua concepção de comunismo. A presente obra é uma tradução cuidadosa do texto de Marx e acompanhada por textos complementares que comentam e debatem a concepção de Marx sobre a Comuna, escritos por Nildo Viana e CRL James.
    Show book
  • Manifestações no Brasil - as ruas em disputa - cover

    Manifestações no Brasil - as...

    Adriano de Freixo

    • 0
    • 0
    • 0
    Em 2013, como não acontecia desde muito tempo, as ruas brasileiras foram tomadas por manifestações cuja demanda, em princípio, era que as passagens de ônibus não sofressem aumento, mas cujo arco de protesto e reivindicação foi logo exponencialmente ampliado, tocando desde a Copa do Mundo do ano seguinte à corrupção da classe política. Anos depois, verifica-se que 2013 não representou um fato isolado, mas abriu portas para uma nova relação de parcelas da sociedade com seus desejos e frustrações: as ruas continuam, hoje, ocupadas, recebendo uma agravante disputa que vem modificando, dia após dia, a face do Brasil.
    Show book
  • Viva a Comuna de Paris! - cover

    Viva a Comuna de Paris!

    Pierre Leroy

    • 0
    • 0
    • 0
    A presente obra é uma saudação e um convite! É uma saudação, um sinal de admiração e respeito por essa primeira tentativa do proletariado em realizar sua revolução social e libertar a humanidade! Viva o proletariado! Viva a Comuna de Paris! Mas é também um convite. É uma convocação para que você participe e esteja presente na atualização da Comuna de Paris! Viver a Comuna de Paris significa trazer a Comuna para nossas vidas cotidianas e contemporâneas e revivê-la, restaurá-la, renová-la! Viver a Comuna de Paris! A Comuna de Paris está morta? Viva a Comuna de Paris! Sim, viver a Comuna é torná-la viva novamente, hoje, em ações para ressuscitá-la e fazê-la viver novamente. Em nossas vidas, em nossos objetivos.
    Show book
  • John Holloway: Regime de Acumulação Integral e o debate sobre como mudar o mundo sem tomar o poder - cover

    John Holloway: Regime de...

    Diego Marques

    • 0
    • 0
    • 0
    John Holloway ficou famoso ao publicar o seu livro Como mudar o mundo sem tomar o poder e sua obra teve repercussão numa época em que o zapatismo também tinha influência nos movimentos políticos, partidos e setores da intelectualidade. Diego Marques apresenta uma crítica importante ao livro e teses de Holloway, resgatando o contexto histórico e social em que vivemos, o regime de acumulação integral, apontando as similaridades entre Holloway e o pós-estruturalismo, bem como a crítica leninista deste autor, para mostrar uma outra concepção crítica. Esta obra contribui para conhecer a obra de Holloway e seus limites, bem como nos ajuda a superar o canto da sereia de discursos ambíguos.
    Show book