As many books as you want!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Favelas Cariocas: - Ontem e hoje - cover

Favelas Cariocas: - Ontem e hoje

Silva Author, Simões Author, Freire Author, Mello Author

Publisher: Editora Garamond

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Este livro é uma obra de fôlego, composta a partir de artigos de pesquisadores que participaram do colóquio “Aspectos Humanos da Favela Carioca: ontem e hoje”, realizado pelo Laboratório de Etnografia Metropolitana, no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LeMetro/IFCS-UFRJ), em maio de 2010. O colóquio e os artigos aqui reunidos são, ao mesmo tempo, uma homenagem ao cinquentenário da pesquisa pioneira da SAGMACS – realizada sob a coordenação do sociólogo José Arthur Rios e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, em 1960 –, e uma atualização da produção acadêmica sobre o tema neste início de século XXI, em plena era das chamadas cidades globais. Os autores que integram esta coletânea, oriundos de diversos campos disciplinares, evidenciam em seus trabalhos não apenas a ideologia urbana intervencionista e autoritária que vigorava à época — cuja marca maior é a política de remoção de populações —, mas revelam ainda que, mesmo nos dias de hoje, essa forma urbana chamada “favela” permanece fornecendo muitos elementos para acalorados e instigantes debates nas arenas públicas. Definida tecnicamente pelo IBGE como “aglomerado urbano subnormal”, a favela emerge no vocabulário da cidade — das letras de samba e funks às manchetes de jornais — por meio de curiosas metáforas e surpreendentes eufemismos.

Other books that might interest you

  • Holocausto - Das origens do povo judeu ao genocídio nazista - cover

    Holocausto - Das origens do povo...

    Voltaire Schilling

    • 0
    • 1
    • 0
    O Holocausto, o assassinato em massa dos judeus europeus, não se deu numa planície ou em floresta distante do espaço civilizado. O espanto do mundo até hoje não conseguiu resolver a contento como uma ação cruel e inclemente foi executada no que até então era considerado o coração da Europa culta. Não foram somente os brutamontes orientados por suboficiais e sargentos dos integrantes da SS que levaram adiante a operação de extermínio. Nela foram envolvidos engenheiros, cientistas, médicos e outras categorias profissionais, como os ferroviários responsáveis pelas "transferências" e "deslocamentos" das vítimas para os campos de extermínio. Um historiador estimou que o total de homens e mulheres (alemães e outras etnias antisssemitas que com eles colaboravam) atingiu a meio milhão de pessoas envolvidas diretamente ou indiretamente no genocídio dos judeus europeus. Certamente o Holocausto causou um profundo abalo nas sociedades que se consideravam superiores e que se achavam bem acima do universo de primitivismo e barbárie que as cercavam. Talvez, pela sua dimensão, essa matança que seifou a vida de seis milhões ou mais de judeus, talvez tenha sido o derradeiro ato de selvageria e loucura que ainda se abrigava por detrás da civilização.
    Show book
  • Judeus Suas Extraordinárias Histórias e Contribuições para o Progresso da Humanidade - cover

    Judeus Suas Extraordinárias...

    Marcelo Szpilman

    • 0
    • 0
    • 0
    Há, com relação aos judeus, inúmeros preconceitos discriminatórios gerados por mitos e inverdades que, ao longo da história, os tornaram muito injustiçados e estereotipados. E exemplos não faltam. No século XVI, enquanto os portugueses construíam a base da economia de suas colônias, incluindo o Brasil, em cima do trabalho escravo (negro), os judeus vitalizavam a economia e o comércio da Polônia e a tornavam um país hegemônico na Europa central e oriental. E os judeus é que ficaram com a fama de aproveitadores inescrupulosos. Mas de onde vieram essas deturpações? Que figuras ocultas contribuíram para tamanha deformação de imagem? São questões intrigantes, pois quando se conhecem os verdadeiros fatos, pretensão da primeira parte deste livro, percebe-se que foi preciso muita lavagem cerebral e muita desinformação para distorcer a história e seus personagens. Será que as pessoas em geral têm noção das importantes descobertas, invenções e contribuições que os judeus deram para a saúde, o bem-estar e o progresso da humanidade? Claro que não. Será que se conhecessem um pouco dessas histórias sua visão turva sobre os judeus seria clareada? Possivelmente. E se descobrissem também que, fora Sigmund Freud, Karl Max e Albert Einstein, além de muitos outros nomes importantes e famosos, Jesus de Nazareth, Cristóvão Colombo, Nostradamus, Leonardo da Vinci, Paul Newman e Elvis Presley eram judeus, suas concepções estigmatizadas poderiam ser reavaliadas? Acredito que sim. O livro trata das relações entre a história dos judeus e a história da humanidade, com uma narrativa cronológica sequencial e resumida da longa estrada percorrida pelo povo judeu até os tempos atuais, com o claro objetivo de resgatar detalhes dessa história para dar racionalidade ao debate, para esclarecer, para corrigir distorções, para desmitificar os judeus e o judaísmo, para mostrar a “verdade” por meio de uma abordagem histórica clara e objetiva. Quem sabe, as pessoas passem a ver os judeus como eles devem ser vistos: seres humanos iguais a todos, pertencentes a um grupo ou povo com altos, baixos, magros, gordos, brancos, negros, inteligentes, ignorantes, malandros, trabalhadores, egoístas, generosos, fortes, fracos, sovinas, esbanjadores, ricos e pobres. Ainda assim, é interessante perceber que nenhum outro grupo ou povo, nascido na mesma época dos judeus, diante das mais terríveis ameaças à sua sobrevivência, teve tenacidade semelhante para manter-se vivo e unido até hoje. Nenhum outro povo conseguiu preservar suas memórias e aspirações por milhares de anos de perseguições ou apresentou igual força de espírito para sobrepujar séculos de monstruosas adversidades. Nenhum outro povo teve a incrível capacidade de sempre se reinventar e de se reerguer a cada tragédia. Da quase eliminação do judaísmo europeu à criação do Estado de Israel, ou seja, em menos de quinze anos, nenhum outro povo teve capacidade de dar tamanha virada em sua história em tão curto intervalo de tempo.
    Show book
  • Mito e verdade da revolução brasileira - cover

    Mito e verdade da revolução...

    Alberto Guerreiro Ramos

    • 1
    • 1
    • 0
    Mito e verdade da revolução brasileira é retrato do clima intelectual e político do início da década de sessenta e condensa, sobretudo, a intensa polêmica no interior da esquerda entre os socialistas e os nacionalistas, capítulo incluso da Revolução Brasileira. Não cometo injustiça em dizer que Guerreiro Ramos era o intelectual mais importante do país antes da ditadura; era também a cabeça pensante mais importante e fecunda do trabalhismo brasileiro e do ISEB (Instituto Superior de Estudos Brasileiros).
    IELA (Instituto de Estudos Latino-Americanos)
    Show book
  • Os relacionamentos e seus vínculos - Influências que interferem na construção da personalidade e do conhecimento - cover

    Os relacionamentos e seus...

    Jc Silva

    • 0
    • 0
    • 0
    Desajustes sociais têm provocado resistência, baixa autoestima, falta de encorajamento para enfrentar situações que exijam posicionamento autônomo, por isso, a necessidade do estudo dos relacionamentos e seus vínculos, dos elos de ligação, emocional e relacional, que unem duas ou mais pessoas ou duas ou mais partes dentro de uma pessoa, para se entender como ocorre à construção da identidade do indivíduo e sua vinculação não só com o conhecimento, mas com a aprendizagem, bem como sua relação com o saber e o não saber. Os bloqueios impeditivos não ocorrem por acaso e, salvo problemas patológicos de ordem genética, todos os sujeitos nascem com alta capacidade de aprender, mesmo que não tenham quem o ensine. Descoberto os fatores geradores de bloqueios impeditivos, os objetivos propostos serão alcançados de forma prazerosa e producente. O leitor será conduzido a identificar as interferências positivas e/ou negativas dos vínculos na aprendizagem, discutir a importância da afetividade no caminho do aprender. Será instigado a desenvolver seus talentos e explorar novas áreas em que os problemas ainda não se cristalizaram, na busca para implementação de ações preventivas na construção de vínculos saudáveis na interação entre a pessoa e o mundo no qual ela está inserida e participará de modo ativo ou passivo no desenvolvimento de sua aprendizagem e na construção de sua personalidade. Coloque a “mão na massa” e construa novas e promissoras histórias geradoras de legados saudáveis e sustentáveis!
    Show book
  • Contestaçãopersuasão e consenso no STF - Construindo um constitucionalismo democrático - cover

    Contestaçãopersuasão e consenso...

    Vanice Regina Lírio Do Valle,...

    • 0
    • 0
    • 0
    Como resultado das pesquisas já promovidas pelo NPJuris, vislumbramos que o STF vem ensaiando a construção de alternativas de provimento jurisdicional que incorporem ao exercício da judicial review, não só outros atores; mas a compreensão de que a relação entre aquele Tribunal e os demais intérpretes do Texto Fundante se evidencia como elemento de relevo para a delimitação do conteúdo da própria Constituição. Por isso, a última linha de investigação traçada pelo NPJuris incorporou o conceito de constitucionalismo democrático ao núcleo de nossos estudos; uma matriz teórico-abstrata de cariz nitidamente dialógico e que contempla importantes vetores ao processo de revelação de sentido constitucional. As conclusões, pois, dessa nossa mais recente empreitada científica, estão compiladas nesta obra CONTESTAÇÃO, PERSUASÃO E CONSENSO NO STF: construindo um constitucionalismo democrático.
    Show book
  • Livro de Vocabulário Húngaro - Uma Abordagem Focada Em Tópicos - cover

    Livro de Vocabulário Húngaro -...

    Languages Pinhok

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro de vocabulário contém mais de 3000 palavras e frases em húngaro que estão agrupadas por tópico para poder escolher mais facilmente o que deve aprender primeiro. Além disso, a segunda metade do livro contém duas secções de índice remissivo que podem ser utilizadas como dicionários básicos para procurar palavras em qualquer uma das duas línguas. As três partes juntas fazem com que este livro seja um excelente recurso para os estudantes de todos os níveis.
     
    Como utilizar este livro de vocabulário de húngaro?Não sabe por onde começar? Recomendamos que estude primeiro os capítulos dos verbos, adjetivos e frases da primeira parte do livro. Isto dar-lhe-á uma excelente base para estudar mais e suficiente vocabulário em húngaro para a comunicação básica. Os dicionários na segunda metade do livro podem ser utilizados sempre que precisar de procurar palavras que ouve na rua, palavras em húngaro para as quais quer saber a tradução ou simplesmente aprender algumas palavras novas por ordem alfabética.
     
    Algumas reflexões finais:Os livros de vocabulário existem há séculos e, tal como acontece com tudo o que existe há algum tempo, não são muito modernos e são um pouco aborrecidos, mas normalmente funcionam muito bem. Juntamente com as partes básicas do dicionário de húngaro, este livro de vocabulário de húngaro é um excelente recurso para apoiá-lo no processo de aprendizagem e é particularmente útil quando não tiver acesso à Internet para procurar palavras e frases.
    Show book