Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Para não dizer que ficou sem título - Microcontos - cover

Para não dizer que ficou sem título - Microcontos

Rosane Nicolau

Publisher: Jaguatirica

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Rosane Nicolau lança novo livro de contos em que 140 toques é o limite de cada microconto, ao estilo do Twitter. ‘Para não dizer que ficou sem título’ é o seu terceiro livro, depois de ‘Outrorretratos’ e ‘Margem de Erro’, e os temas são os mais variados, indo desde o próprio afã do escritor no mundo digital até os pequenos fenômenos da vida moderna e variações surpreendentes de provérbios populares e contos de fadas, passando também por paráfrases de autores célebres. Com projeto gráfico de Thiago Lacaz e apresentação de Alexandre Coslei, o livro se revela “um oceano de pequenos arquipélagos”.

Other books that might interest you

  • Medo de mim - cover

    Medo de mim

    filipe-ricardo filipe-ricardo

    • 0
    • 0
    • 0
    O autor filipe-ricardo escreve um conto que é breve, vagaroso, mas que por vezes tem o poder de nos dilacerar e ferir pela sua inocente verdade. Ele narra o corte brutal que a sociedade faz aos nossos sonhos, à nossa capacidade de fugir e sonhar. Perdem-se os sonhos; perde-se a solidão perscrutante, e perdem-se as centelhas da vida. Francisca perdeu-se a si própria e perdeu tudo aquilo que a distinguia dos outros que tinha à sua volta. de vez. numa só vez. a terra engoliu-a.
    Show book
  • Eu não gosto de tomar banho - cover

    Eu não gosto de tomar banho

    Simone Mota

    • 0
    • 0
    • 0
    Todo mundo que tem filhos ou convive com crianças sabe que uma frase que está na ponta da língua deles em qualquer faixa etária é Eu não gosto de... Mas nós, como pais e educadores, sabemos que o que eles consideram uma tremenda chatice é muito importante para o desenvolvimento deles. O objetivo desta coleção é mostrar que essas atitudes do dia a dia são necessárias.
    Show book
  • A mulher e o pescador – Conto Erótico - cover

    A mulher e o pescador – Conto...

    Beatrice Nielsen

    • 0
    • 0
    • 0
    Louisa ama o início do verão na Costa Brava, que ela frequenta há muitos anos. Há algo nas praias solitárias antes da alta temporada que ela simplesmente não consegue ficar sem. Ela trilha lentamente o caminho do penhasco em direção à sua lagoa favorita, onde estende a toalha e abre um livro.De repente, ela ouve um som tilintante. Olha para cima e vê um pequeno barco de pesca. Então ela o vê. O pescador. Ele aparece nas rochas ao longo da água. O som tinido vem da rede de metal que ele tem por cima do ombro. Seu dorso bronzeado e musculoso está úmido de suor e água salgada. Sem emitir nenhum som, Louisa chama por seu olhar e ele responde ao chamado...Este conto foi publicado em colaboração com a produtora de filmes sueca Erika Lust. Sua intenção é descrever a natureza e a diversidade humanas através de histórias de paixão, intimidade, luxúria e amor, em uma fusão de histórias poderosas e eróticas.
    Show book
  • Por todos os momentos - cover

    Por todos os momentos

    Angelina Antonella

    • 0
    • 0
    • 0
    Uma das frases mais famosas da literatura mundial diz que todas as famílias felizes se parecem. Em seu primeiro livro, Angelina Antonella mostra que os caminhos para a tão sonhada felicidade podem ser, além dos mais diversos, também muito inesperados. Dentro de seus contos, a autora mergulha fundo na alma feminina, para criar personagens únicas, com seus próprios desejos: estudos, viagens, sucesso profissional e – é claro – sem nunca esquecer o amor. Com um texto ágil e envolvente, os treze contos de ‘Por todos os momentos’ apresentam mulheres em seus dilemas atuais, para conciliar carreira, estudos, família e os relacionamentos amorosos, em busca da felicidade mais completa. Em seu primeiro livro de contos, a escritora Angelina Antonella monta um mosaico de mulheres sensíveis, que sofrem, lutam e sonham com dias melhores, mulheres fortes e corajosas – que não apenas desejam, mas são inteiramente capazes de conquistar a própria felicidade.
    Show book
  • Eles não moram mais aqui - cover

    Eles não moram mais aqui

    Ronaldo Cagiano

    • 0
    • 0
    • 0
    Eles não moram mais aqui, o 17o. livro do autor Ronaldo Cagiano, reúne dezasseis contos escritos ao longo de nove anos. Publicado em 2015 no seu país natal, o livro ganhou o Prémio Jabuti de 2016, um dos mais importantes prémios literários nacionais do Brasil. Nesta obra é possível encontrar belas referências aos grandes nomes da literatura mundial, como James Joyce, Rainer Maria Rilke, e especialmente da literatura brasileira, como Clarice Lispector, Nuno Ramos, Mário Faustino e Marçal Aquino. O texto de Cagiano não é descanso, não é placidez, não é um passeio de domingo em jardins floridos. A sua beleza está, justamente, no seu estilo bruto, na dissecação de dores e tormentas. Como o crítico, poeta e escritor André di Bernardi sugere, ao ler Cagiano damo-nos conta da fúria do tempo e de que 'somos literalmente tragados diante do fluxo furioso da vida'.
    Show book
  • Brás Bexiga e Barra Funda - cover

    Brás Bexiga e Barra Funda

    Antônio de Alcântara Machado

    • 0
    • 0
    • 0
    O conjunto de contos chamado Brás, Bexiga e Barra Funda, de Antônio de Alcântara Machado, faz um registro do dia-a-dia dos imigrantes italianos na cidade de São Paulo durante a década de 1930. Mostra seus hábitos, crenças e costumes. Descreve seu jeito de falar e de vestir. Como pano de fundo, aparece a cidade de São Paulo, na época já vibrante, com seus primeiros automóveis, que se desenvolvia impulsionada por uma miscelânea de raças, credos e costumes. O escritor e jornalista Antônio de Alcântara Machado consagrou-se com esta obra, cuja leitura hoje é obrigatória para vários exames de vestibular. A atriz Cristina Mutarelli trabalhou com importantes diretores de teatro e atuou no cinema e na televisão. Convidada para gravar Brás, Bexiga e Barra Funda, encarou o desafio com alegria e muitos sorrisos, deixando fluir sua índole italiana.
    Show book