Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Tempos de crise - ensaios de história política - cover

Tempos de crise - ensaios de história política

Rodrigo Perez Oliveira, Daniel Pinha Silva

Publisher: Autografia

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O livro está dividido em três eixos temáticos. O primeiro é dedicado aos desdobramentos das experiências de crise nos corpos, sejam eles o corpo físico ou corpo textual, narrativo. O segundo eixo temático aborda efeitos da crise democrática nas percepções coletivas do tempo histórico. O terceiro eixo temático está constituído por análises de casos que trazem elementos de crônicas política, possibilitando aos leitores acompanhar detalhes da evolução de alguns cenários de crise.Cita Ellen a indignação de seu irmão diante da perseguição: “não poderíamos continuar a ser o que éramos”. Ellen inevitavelmente fugiu para sobreviver, mas nunca fugiu de si para viver. Sim, somos seus aprendizes!”

Other books that might interest you

  • Reflexões sobre encarceramento feminino no Brasil - cover

    Reflexões sobre encarceramento...

    Isabela Laragnoit

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro aborda as principais questões inerentes ao encarceramento feminino no Brasil e propõe uma reflexão urgente sobre os sistemas de justiça criminal e penitenciário existentes no país, especialmente no tocante às mulheres presas.  
    “A ciência jurídica surgiu para regular a convivência e os interesses dos indivíduos num determinado tempo de um certo espaço geográfico. Portanto, ela é dinâmica, devendo atender aos interesses da evolução social e humanitária. Quanto ao aspecto penal, é necessário que haja um debruçar constante sobre o respeito aos princípios consagrados na Constituição Federal, além do cumprimento dos ditames humanitários. E essa obra é justamente a busca de publicidade das condições em que as mulheres, invariavelmente, negras e pobres, estão no encarceramento brasileiro. Necessária a leitura dos depoimentos, imprescindível a observação dos dados assombrosos em que mulheres e suas crias, recém chegadas ao mundo, estão inseridas. São assombrosos esses dados retratados nesse livro, pois muitas delas estão em tais condições, sob o arrepio da lei pátria!”
    Rosa Malena de Andrade Rocha – professora e advogada
    Show book
  • O Homem que venceu Getúlio Vargas - Uma batalha política um acerto de contas - cover

    O Homem que venceu Getúlio...

    Paulo Sergio Valle

    • 0
    • 0
    • 0
    Uma parte da história do nosso País volta à tona, revisitada, de forma a esclarecer detalhes que o tempo e os ditames da política se incumbiram de apagar. O homem que venceu Getúlio Vargas é um livro cujo personagem central vivencia uma verdadeira batalha entre sonhos e ideais, verdades e mentiras. Um acerto de contas que coloca a história novamente no seu rumo, sem temer o passado, sem subestimar os verdadeiros homens que autenticaram a política nacional.
    Show book
  • Excelências Bandidas - O Império da Corrupção no Brasil - cover

    Excelências Bandidas - O Império...

    Cloves Alves De Souza

    • 0
    • 7
    • 0
    Para modernizar a Administração Pública é preciso combater com eficácia a corrupção (fruto direto de um Estado paralisado e jurássico), reduzir os cargos comissionados, reformar a legislação (será que não chegou a hora de se repensar a Constituição de 1988, rever o pacto federativo na distribuição e arrecadação de recursos, propor uma nova Assembleia Constituinte?), regular e fiscalizar as instituições do governo.
    Destacamos os motivos para o problema da ineficiência dos serviços públicos e o sofrível desempenho da gestão pública. Depois dessas reformas, a população pode ter garantia de serviços públicos eficientes como saúde, educação e segurança, e ter a tranquilidade de exercer com plenitude a cidadania.
    Show book
  • Soberania Popular e Razão Política - Um confronto entre Habermas, Rawls e Taylor - cover

    Soberania Popular e Razão...

    Onelio Trucco

    • 1
    • 12
    • 0
    La cuestión en torno a la constitución de la soberanía origina, creemos, tres preguntas acerca el uso legítimo del poder: quién, cómo y por qué. Nos parece que en torno a estas tres preguntas, en una trama de diferenciaciones y matices que forman una red dispersa, se continúan articulando las respuestas de las diversas posiciones que en filosofía política intentan componer la diversidad con la unidad. La idea de democracia moderna nace con una sospecha sobre su viabilidad. Rousseau es el primero que formula esa precaución como problema central, Hegell la refina y Marx la radicaliza. Desde entonces deviene una sucesión de interrogantes que perduran hasta la actualidad. En este libro intentamos desarrollar una articulación de esas cuestiones en la actualidad, teniendo como centro la noción de soberanía popular, mediante la confrontación de tres posiciones acerca la democracia y la razón política. Esas tres posiciones son las de J. Habermas, J. Rawls y Ch. Taylor.
    Show book
  • Programa Emergencial para os problemas brasileiros - cover

    Programa Emergencial para os...

    Rocha Author

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro procura iniciar a discussão sobre quais seriam as ações para os problemas brasileiros, na ótica de que problemas do dia a dia devem ser resolvidos pela própria população residente em cada Comunidade, sendo o Governo indutor destas ações e tendo o papel de direcionar as grandes e necessárias políticas públicas, mas de uma forma descentralizada, desburocratizada e sem o papel de principal executor.
    Show book
  • “Matar muito prender mal” - desigualdade racial como efeito do policiamento ostensivo militarizado em SP - cover

    “Matar muito prender mal” -...

    Maria Carolina Schlittler

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro analisa as relações entre práticas policiais cotidianas e a conformação do policiamento ostensivo militarizado, desempenhado pela Polícia Militar. A pesquisa foi construída a partir de entrevistas e análise de dados oficiais da segurança pública paulista, para compreender como se executa o policiamento nas ruas. Constatou-se que durante o policiamento ostensivo estão disponíveis à PM, sobretudo, três recursos: a abordagem, o confronto e o tirocínio policial enquanto ferramenta para diferenciar bandidos e cidadãos de bem. Uma das principais conclusões do livro é o aspecto racializados do tirocínio – isto significa que, para a fundamentação da suspeita policial são usados marcadores raciais. O livro analisa em detalhes como a racialização das práticas policiais é uma ameaça à vida da população jovem e negra.
    Show book