Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
A marquesa de santos - cover

A marquesa de santos

Paulo Setúbal

Publisher: Vermelho Marinho

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Romance histórico que conta em detalhes a trajetória da aristocrata paulista Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos, uma das mulheres mais fascinantes e famosas da História do Brasil. O livro recria o Brasil de 1813 a 1829, época da chegada da Família Real, da Abertura dos Portos e da Proclamação da Independência. 

Paulo Setúbal, (1893/1937) foi advogado, escritor e jornalista, ensaísta, poeta e romancista. Dedicou-se à literatura. Iniciou a sua principal fase de produção literária, em que o seu gênero por excelência foi o romance histórico.
Available since: 01/25/2017.

Other books that might interest you

  • A tia Isabel - cover

    A tia Isabel

    Maria Amália

    • 0
    • 0
    • 0
    Um delicado e profundo momento de reflexão sobre a passagem do tempo, sobre o envelhecimento, sobre o caráter efêmero da vida: eis o conteúdo desde magnífico conto "A tia Isabel", de Maria Amália Vaz de Carvalho. Por enredo, tem-se o recorte de um dia da vida de Isabel, que o narrador conhecia bem.
    Show book
  • Dom Casmurro - cover

    Dom Casmurro

    Assis Machado de

    • 4
    • 18
    • 0
    Nesta grande obra, o gênio de Machado de Assis aponta com maestria os contornos da sociedade brasileira, valendo-se das lembranças de Bento Santiago, o Bentinho, sobre os eventos mais relevantes de sua existência. Machado, utilizando-se da temática do ciúme, acaba por dar vida a uma das mais marcantes personagens da literatura brasileira, Capitu.
    Show book
  • Nova Viagem à Lua - cover

    Nova Viagem à Lua

    Arthur Azevedo

    • 0
    • 0
    • 0
    A obra do autor é uma opereta de três atos escrita em 1877, de co-autoria de Frederico Severo e com música de Le Coq. Foi representada pela primeira vez no Teatro Fênix Dramática no Rio de Janeiro. Seus personagens são criados, escravos, estudantes, máscaras, cocotes, etc. O primeiro ato passa-se em Ubá/MG, e os dois últimos passam na corte.
    Show book
  • Ao correr da pena - cover

    Ao correr da pena

    José de Alencar

    • 0
    • 0
    • 0
    Considerada a estreia literária de José de Alencar, Ao Correr da Pena é uma obra que reúne crônicas escritas pelo autor entre 1854 e 1855, publicadas semanalmente em folhetim no Jornal Correio Mercantil, do Rio de Janeiro. É com esses escritos, que, aos 25 anos de idade, Alencar começa a se tornar conhecido no círculo intelectual da época, já mostrando intimidade em permear entre o gênero literário e o estilo jornalístico. 
    Por meio das crônicas, é possível conhecer aspectos do cotidiano social, político, econômico e cultural da sociedade carioca do século 19, bem como entrar em contato com as primeiras ideias literárias do autor, que foi o maior expoente do Romantismo brasileiro de seu tempo. 
    É como romancista que José Martiniano de Alencar (1829-1877) é lembrado até os dias de hoje. No entanto, o autor também foi folhetinista, jornalista, dramaturgo, advogado e político, deixando entre a sua produção escrita, além de crônicas, peças de teatro, textos autobiográficos e críticas literárias.
    Show book
  • Resistir em Tempos Difíceis - Um olhar sobre o contemporâneo - cover

    Resistir em Tempos Difíceis - Um...

    Antônio Campos

    • 0
    • 1
    • 0
    A nova era da incerteza. A crise de valores. A crise ambiental. São esses - entre outros grandes temas paralelos - os cenários aos quais recorre o escritor e acadêmico pernambucano Antônio Campos neste livro. A temática que fundamenta essa coletânea de artigos é algo aceite e partilhado por quase todas as correntes de pensamentos influentes no nosso século. Vivemos numa nova era entre tantas outras que permeiam a história contemporânea da humanidade e dos povos: uma crise de valores em número e extensões consideráveis. A sociedade tornou-se mais aberta e plural, mais intercultural, assumindo melhor as diferenças. As lutas mudaram, a forma de reinvindicar também, mas o que não eve mudar é o espírito rebelde da resistência.
    Show book
  • Ânsia Eterna - cover

    Ânsia Eterna

    Júlia Lopes de Almeida

    • 0
    • 0
    • 0
    Publicado em 1903 e diferente de todas as obras anteriores da autora, neste livro o leitor vai encontrar algumas das histórias mais insólitas e fantásticas de Júlia Lopes de Almeida. Esta edição completa apresenta todos os contos que irão surpreender o leitor tradicional da autora, com histórias tristes, inusitadas, chocantes e diferentes do estilo tradicional da autora, marcando seu espírito à frente do seu tempo. Júlia, entre tantas atividades, se destacou por ser abolicionista, feminista e uma das idealizadoras da Academia Brasileira de Letras. E com esse livro entrará na lista dos apreciadores de literatura fantástica.
    Show book