Don't put off till tomorrow the book you can read today!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Aldeia do tempo - cover

Sorry, the publisher does not allow users to read this book from the country from which you are connecting.

Aldeia do tempo

Otávio Machado

Publisher: Autografia

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

“moramos todos / uns dentro dos outros / moramos dentro dos olhares / dos abraços / dos limites das casas / das cidades. / moramos todos / índios, negros, orientais / pálidos / almas maquiadas. / moramos todos / soldados, refugiados / cuidadores, cuidados. / moramos todos / pais, filhos, espíritos / passos, no espaço legado do tempo.”

Other books that might interest you

  • Amor por Anexins - cover

    Amor por Anexins

    Artur de Azevedo

    • 0
    • 0
    • 0
    Artur Azevedo foi um dramaturgo, poeta, contista e jornalista brasileiro.Amor por anexins é uma curta peça em um ato foi escrita em 1872, sendo o primeiro trabalho de Artur Azevedo deste gênero. Sua primeira peça teve grande êxito sendo representada mais de 1000 vezes ainda no século XIX. (Sumário escrito por Vicente)  
     
    Recorded by Matt,  Leni, &  Vicente Costa Filho
    Show book
  • Retalhos de Liz - cover

    Retalhos de Liz

    Anna Liz

    • 0
    • 0
    • 0
    "Grande parte das composições de Anna Elizandra está relacionada à mulher no contexto atual. Um importante número de poemas publicados por esta autora refere-se à problemática do amor erótico idealizado pela figura feminina. Desta forma, sua poesia rompe com as barreiras da tradicionalidade, revelando uma mulher que não precisa esconder seu aspecto mais natural para ser aceita. Mas não é tão simples. É preciso ter força e coragem para revelar esta face feminina tão reprimida ao longo dos séculos de dominação patriarcal.
    Marcos José P. Gomes, em Marcas de feminilidade nos poemas  Per Passione e Ao homem que não vê a mulher que sou, de Anna Elizandra Ribeiro"
    Show book
  • Momentos de Poesia - cover

    Momentos de Poesia

    Mathusalécio Padilha

    • 0
    • 0
    • 0
    A poesia e seus momentos únicos e marcantes. A poesia reproduzindo a beleza das verdades de um homem, mostrando para nós, leitores, as viagens pelo imaginário da emoção. Neste universo apaixonante e único, um poeta marca a sua presença e se consagra. A linguagem pura, leve e apaixonada leva o leitor por entre histórias, sonhos e lembranças do autor. São paixões pelo tudo e pelo todo... Numa visão ampla, ele vai discorrendo momentos cheios de intensidade, repletos de lirismo. Mathusalécio Padilha escreve inspirado no seu dia – um olhar apurado vigia o seu cotidiano. A partir daí, suas poesias começam a funcionar como um retrato, reproduzindo o seu olhar sincero que, neste seu terceiro livro, se mostra ainda mais apaixonado pela vida e por seus mistérios. Momentos de poesia é a tradução do texto da vida, revelando sentimentos que se traduzem em um olhar atento aos detalhes. Em cada página, a pluralidade, a diversidade de um homem que, através de suas poesias, reconta seu dia, seu cotidiano. Numa dimensão cheia de transparência, sentimos o confessional de um homem, de um poeta falando mais alto e cada vez melhor.
    Show book
  • Mater Ex-crita - cover

    Mater Ex-crita

    Marcia Marques-Rambourg

    • 0
    • 0
    • 0
    Marcia Marques-Rambourg estreou na Oficina  Raquel em 2013, com o belíssimo Como o pão que come em dias secos. Agora, 3 anos depois, é com prazer que Mater Ex-crita vem ao mundo, para reafirmar a potência poética da autora que, ao longo dos versos, intensifica seu diálogo entre a poesia e o mundo. Principalmente, Mater Ex-crita aparece para reafirmar que a poesia é lugar de possíveis, e são muitos, e que é na subversão dos versos que a escrita do corpo aparece, neste lugar em que é possível dançar com certa – e profícua – febre do vazio.
    Show book
  • O coração estendido pela cidade - cover

    O coração estendido pela cidade

    Fernando Machado Silva

    • 0
    • 0
    • 0
    Fernando Machado Silva conclui que estes poemas não tratam de Lisboa, nem de Berlim. Estes poemas são as notas de rodapé, ou a legenda de um guia que um viajante pudesse ler ao passear por uma ou outra cidade. São um certo tipo de legenda ou nota de um estranho mapa. As duas cidades são a moldura e a paisagem, enquanto os poemas, inseridos ou nelas projectados, são uma dança de palavras e afectos ocorridos. É por isso que o livro não poderia ter um fim, sempre algo lhe juntaria, acrescentaria, pois a viagem da existência é infinita. Como um flanêur, desenrolando-se em Lisboa e Berlim, os poemas de Silva falam de partidas e chegadas, de encontros e desencontros, em um mundo de eterno movimento, impetuoso, que chega aos olhos, passeia por dentro, flui ao redor do corpo e atravessa pelas mãos em escritos invisíveis à percepção alheia.
    Show book
  • Coleção de Autoras em Português - cover

    Coleção de Autoras em Português

    Various Various

    • 0
    • 0
    • 0
    Nesta coleção, os voluntários do Librivox reuniram várias obras de autoras que escreveram em Língua Portuguesa. A literatura lusófona, do século XVII ao século XX, vem aqui representada por algumas de suas maiores escritoras. (Sumário por Leni)
    Show book