Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Contos Para Velhos - cover

Contos Para Velhos

Olavo Bilac

Publisher: Vermelho Marinho

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Num livro raro para o grande poeta, o leitor terá a chance de conhecer os contos de Olavo Bilac. Publicado em 1897 sob o pseudônimo de Bob, essas historietas contam pequenos causos anedóticos, alguns com duplo sentido e bastante humor. Como não poderia deixar de ser, o poeta intercala algumas histórias com poemas, mostrando todo o seu talento.

Other books that might interest you

  • Frei Luiz De Sousa - cover

    Frei Luiz De Sousa

    Almeida Carrett

    • 1
    • 0
    • 0
    Frei Luís de Sousa é um drama em três atos de Almeida Garrett, estreado em 1843 e publicado em 1844, baseado livremente na vida de Frei Luís de Sousa, nome adotado pelo frade Manuel de Sousa Coutinho. Esta obra retrata a vida de Manuel Luís de Sousa Coutinho e da sua esposa D. Madalena de Vilhena, uma mulher muito supersticiosa, que acredita que qualquer sinal que achasse fora do normal era uma chamada de atenção para acções futuras, um presságio.
    Show book
  • A Família Medeiros - cover

    A Família Medeiros

    Júlia Lopes de Almeida

    • 0
    • 0
    • 0
    Publicado em 1893, este romance narra a história das ricas famílias de cafeicultores do interior de São Paulo. O jovem Otávio volta da Europa e encontra sua prima Eva morando na fazenda após a morte de seu pai, irmão do comendador Medeiros, que a trata muito mal. Vendo os mais nobres sentimentos na prima, Otávio se apaixona, mas segredos obscuros marcam o passado de Eva. Passado às vésperas da abolição da escravatura, no meio de revoltas de escravos e da violência dos barões do café, Eva e Otávio se verão envolvidos numa teia de violência e mistério que só serão esclarecidos ao final do livro, mostrando o talento de Júlia, que tinha apenas 30 anos quando escreveu essa obra.
    Show book
  • Eles não moram mais aqui - cover

    Eles não moram mais aqui

    Ronaldo Cagiano

    • 0
    • 0
    • 0
    Eles não moram mais aqui, o 17o. livro do autor Ronaldo Cagiano, reúne dezasseis contos escritos ao longo de nove anos. Publicado em 2015 no seu país natal, o livro ganhou o Prémio Jabuti de 2016, um dos mais importantes prémios literários nacionais do Brasil. Nesta obra é possível encontrar belas referências aos grandes nomes da literatura mundial, como James Joyce, Rainer Maria Rilke, e especialmente da literatura brasileira, como Clarice Lispector, Nuno Ramos, Mário Faustino e Marçal Aquino. O texto de Cagiano não é descanso, não é placidez, não é um passeio de domingo em jardins floridos. A sua beleza está, justamente, no seu estilo bruto, na dissecação de dores e tormentas. Como o crítico, poeta e escritor André di Bernardi sugere, ao ler Cagiano damo-nos conta da fúria do tempo e de que 'somos literalmente tragados diante do fluxo furioso da vida'.
    Show book
  • As primaveras - cover

    As primaveras

    Casimiro de Abreu

    • 0
    • 1
    • 0
    Em Primaveras, Casimiro de Abreu (1839-1860) canta a sua terra, os sítios da sua infância, as suas recordações de toda ordem, avivadas pela saudade, com sentida e comovedora emoção. Primaveras é o único livro publicado por Casimiro, um dos mais famosos dos nossos poetas românticos, autor dos célebres poemas "Canção do exílio" (escrito durante sua estada em Portugal) e "Meus oitos anos".
    Show book
  • A Escrava Isaura - cover

    A Escrava Isaura

    Bernardo Guimarães

    • 0
    • 0
    • 0
    Um dos maiores clássicos da literatura brasileira, reconhecido mundialmente pela novela realizada um século depois, este romance de 1875 narra a história da mulata clara Isaura, moça boa e inocente, admirada por todos e invejada pelas concorrentes. Fruto do desejo de Leôncio, herdeiro da fazenda onde vive, Isaura perde todas as esperanças de ser libertada, como a mãe de Leôncio havia prometido.  Mesmo sofrendo a pressão de sua mulher Malvina, Leôncio faz de tudo para não libertar Isaura, inclusive rejeitando os dez contos de réis que Miguel, pai de Isaura, havia conseguido juntar  com dificuldade para comprar a liberdade da filha. Mas este preço foi definido pelo pai de Leôncio, que não cumpriu a promessa quando do falecimento de seu pai. Sucesso de público e de crítica, esta história de amor, desejo e sofrimento é fundamental dentro da história da literatura brasileira do século XIX.
    Show book
  • Contos - cover

    Contos

    João da Câmara

    • 2
    • 8
    • 0
    O sol despedia os raios mais vividos. O suào aquecido nas cinzas das queimadas soprava abrazador. Via-se tudo em volta como atravez de vidros amarellos. O caminho era ruim, apenas indicado por velhos muros afogados em silvas e cheios de musgo como ferrugem, que lindavam as tapadas. No meio da estrada erguiam-se de espaäo a espaäo enormes panedos, que ainda{2} conservavam os furos das brocas, mostrando um trabalho abandonado de um dia para outro, falta de dinheiro, alguma eleiäào perdida. Massas enormes de granito esbranquiäado erguiam-se de uma e outra banda, umas por cima das outras, acastelladas. Por entre as pedras cresciam as giestas sequinhosas, cujo fructo crepitava abrindo-se aos beijos do sol e deixava caêr a semente na terra. Nos pontos mais elevados resahiam do tremulo azul celeste uns carvalhos rachiticos e tortos, que nào davam sombra. Elle caminhava alegre, estrada fïra, parando de vez em quando para escolher nos cachos das amoras, que relusiam ao sol, as menos maduras, avermelhadas, rijas, cujo acido lhe mitigava a sede. Ainda vinha com o seu bigode, com as caläas de linho e as botas pretas de soldado, em que brilhavam como lentejoulas os pedacinhos de mica do granito desfeito
    Show book