Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Autismo - O Que Precisamos Saber? - Caderno de apoio teórico e prático - cover

Autismo - O Que Precisamos Saber? - Caderno de apoio teórico e prático

Nora Cavaco

Publisher: Wak

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O número cada vez mais elevado de crianças com autismo fez surgir dúvidas cada vez mais acentuadas sobre o “como” e o “por quê”. Desta problemática que compromete de forma relevante o dia a dia das crianças, dos jovens e, também, adultos com funcionalidades tão peculiares. Sendo uma perturbação do neurodesenvolvimento com impacto significativo na comunicação social e nos comportamentos (interesses, atividades…), o autismo manifesta-se das formas mais variadas e de intensidade diversificada, muitas vezes com alguma sutileza, conduzindo a erros graves de diagnóstico e, assim, comprometendo a intervenção. Neste livro, estão as respostas mais esperadas para as dúvidas mais frequentes, traduzindo-se em um livro emergente e essencial para todos aqueles que procuram o conhecimento em uma visão neuropsicológica e psicopedagógica, o que permite aprimorar as suas práticas sendo professor, educador, psicólogo, psicopedagogo, fonoaudiólogo ou outra área igualmente importante quando se fala de autismo. Este livro foi pensado e produzido para você!

Other books that might interest you

  • Temas para um envelhecimento com qualidade de vida - cover

    Temas para um envelhecimento com...

    Newton Luiz Terra, Aniuska...

    • 0
    • 0
    • 0
    A PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL (PUCRS) tem por missão, fundamentada nos Direitos Humanos e na tradição educativa marista, produzir e difundir conhecimento e promover a formação humana e profissional, orientada pela qualidade de vida e relevância, visando ao desenvolvimento de uma sociedade mais justa e fraterna. Possui vários programas stricto sensu, dentre eles o Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Médica, vinculado à Escola de Medicina, que é credenciado na CAPES com conceito 7. Um dos objetivos desse Programa é realizar pesquisas que visam ao envelhecimento bem-sucedido, com qualidade de vida, com autonomia e independência. Com artigos escritos por mestrandos, doutorandos e professores do referido Programa, esta obra aborda temas diversos ligados ao envelhecimento que são extremamente úteis para auxiliar a comunidade a envelhecer melhor.
    Show book
  • Teoria da argumentação jurídica - cover

    Teoria da argumentação jurídica

    Fábio P. Shecaira, Noel Struchiner

    • 0
    • 0
    • 0
    Argumentar juridicamente sempre pareceu misterioso ao leigo. Por vezes se tem a impressão de que os juristas, como os sofistas, sempre colocam a linguagem a serviço de interesses ou objetivos preestabelecidos. Outras vezes, mais como pregadores moralistas, parecem depositar uma fé exagerada na crença de que através de argumentos se poderá realizar a justiça substantiva no direito.
    Este sintético e provocativo livro, diferentemente de outros que focalizam fundamentalmente a dimensão normativa ideal da argumentação jurídica (isto é, como os juristas deveriam argumentar), pretende oferecer ao leitor uma descrição da argumentação jurídica como ela é. Em outras palavras, explicar como profissionais do direito argumentam tipicamente e como juízes chegam a uma decisão judicial.
    
    Este viés metodologicamente realista bem se ajusta às premissas teóricas positivistas que os autores didaticamente explicitam. Para eles, há fundamentalmente dois modos de argumentar, "o modo institucional, limitado por regras e procedimentos previamente estabelecidos em fontes dotadas de autoridade, e o modo substantivo, baseado em considerações morais, políticas, econômicas, sociais etc."
    
    Para eles, a argumentação jurídica é predominantemente institucional. Isto demarca os limites da objetividade e da indeterminação parcial do direito. Ou seja, o direito não é nem um domínio do "vale-tudo principiológico",nem se confunde com as argumentações morais substantivas.
    
    Esta obra é importante por apresentar ao leitor brasileiro uma teoria articulada da argumentação jurídica bem adaptada ao positivismo jurídico contemporâneo. Isto não é pouco, em particular para a cultura jurídica brasileira, ainda difusamente marcada por um positivismo kelseniano no qual não há espaço para uma teoria da argumentação jurídica mais elaborada. Este livro é mais do que oportuno por realizar sua tarefa com elegância, simplicidade e clareza, e certamente será de enorme proveito para estudantes e profissionais de direito.
    
    Ronaldo Porto Macedo Junior
    
    Professor titular da Faculdade de Direito da USP e da Faculdade de Direito da FGV ? São Paulo
    
    
    Fábio Perin Shecaira é professor adjunto da Faculdade Nacional de Direito (UFRJ); professor dos programas de Pós-Graduação em Direito (PPGDUFRJ) e Filosofia (PPGF-UFRJ); doutor em Filosofia (McMaster University, Canadá); Pesquisador visitante em Harvard (2011).
    
    Noel Struchiner é professor adjunto do Programa de Pós-Graduação em Direito da PUC-Rio; pesquisador da Faperj e do CNPq; doutor em Filosofia pela PUC- -Rio; Pesquisador visitante em Harvard (2004) e em Brown (2012).
    Show book
  • Direito ambiental estadual: o caso das leis ambientais do Amapá - cover

    Direito ambiental estadual: o...

    Marcelo Moreira Dos Santos,...

    • 0
    • 0
    • 0
    “Cada estado membro possui, diante de suas peculiaridades regionais e da realidade que abriga, uma resposta jurídica diferenciada ainda que inserta em um modelo sistêmico, integrado, limitado pelas normas de prevalência constitucional, pela sistemática organizacional do condomínio federativo formal, tudo sob o jugo dos princípios da simetria das normas estaduais ao disposto na Constituição Federal e na compatibilidade dessas mesmas regras locais, aos limites fixados em norma geral, de competência da União (art. 24, CRFB)”.
    Show book
  • Guia da Nova Previdência - Biblioteca Jurídica Extra - cover

    Guia da Nova Previdência -...

    ON LINE EDITORA Editora

    • 0
    • 0
    • 0
    'Depois de muito se falar em reforma da Previdência, assunto debatido desde o Governo Temer, o Congresso Nacional promulgou aquela que é considerada a maior modificação no sistema previdenciário brasileiro dos últimos trinta anos: A Emenda Constitucional nº 103/2019, que alterou a Previdência Social e atualizou as aposentadorias de mais de 72 milhões de cidadãos, somando-se os trabalhadores do setor privado e os servidores públicos. A medida foi necessária para haver maior controle dos gastos públicos. Um dos fatores alegados pelo Governo Bolsonaro foi justamente a longevidade do povo brasileiro ter aumentado, necessitando haver uma idade mínima para as pessoas se aposentarem. Antes da reforma, os modelos de aposentadoria para um brasileiro ou brasileira poder “pendurar as chuteiras” incluía a modalidade de aposentadoria por tempo de contribuição, para a qual se exigiam 30 anos de contribuição ao INSS para mulheres e 35 anos para homens, sem exigência de tempo mínimo de vida. Agora, na Nova Previdência, após o tempo de transição a aposentadoria somente por tempo de contribuição não existirá mais. Além da comprovação das contribuições ao INSS, a aposentadoria passou a ter como requisito básico idades mínimas de 65 anos para os homens e 62 para as mulheres. As idades foram aumentadas. Antes, era preciso ter 60 anos de idade para as mulheres, enquanto para os homens a idade era de 65 anos. O tempo mínimo de contribuição para que o filado aos regimes de previdência passasse a ter o direito de requisitar a aposentadoria antes da reforma da Previdência era o mínimo de 15 anos para trabalhadores da iniciativa privada, mas a emenda à Constituição ampliou para 20 anos para os homens e 15 anos para as mulheres. No caso de servidores públicos, o tempo mínimo de contribuição é de 25 anos para homens e mulheres, sendo o tempo de vida igual ao dos trabalhadores do setor privado. Mas fique atento. Para quem já estava no mercado de trabalho até novembro de 2019, os direitos adquiridos antes da reforma continuam valendo., Conheça todos os detalhes da Nova previdência e entenda como ficam as aposentadorias de professores, trabalhadores rurais, policiais, militares e outros. O Guia da Nova Previdência vai esclarecer todas as dúvidas acerca de pensões, aposentadorias especiais, o valor de benefícios a partir da média dos salários, as regras de transição e muito mais.'
    Show book
  • Nanotecnologia - para alunos do ensino médio e público em geral - cover

    Nanotecnologia - para alunos do...

    Neucideia A. S. Colnago

    • 0
    • 1
    • 0
    No universo do ensinar e aprender nada mais fascinante do que “boas conversas” entre professor e aluno. Quem ensina e quem aprende? Ambos. Quando a discussão é profícua e recheada de informações corretas, as ideias brotam das cabeças envolvidas, como numa mágica. O que move uma boa discussão é sempre a curiosidade, e ela deve ser despertada e estimulada junto aos jovens. Não só em sala de aula, mas em qualquer ambiente. Esse livro, que pretende divulgar conceitos de nanociência e nanotecnologia, vai além, e mostra como é simples o ato de ensinar e aprender. Uma boa e agradável conversação entre professores e alunos muitas vezes vale mais do que horas e horas de aulas do tipo “eu ensino e você aprende”. A profa. Yvonne P. Mascarenhas e a Psicóloga Dra. Neucideia A. S. Colnago mostram com maestria que uma boa discussão é a chave mestra do aprendizado, não importando qual seja a área do conhecimento.
    Show book
  • Sistemas de sonda de produção terrestre - Inspeção manutenção e integridade - cover

    Sistemas de sonda de produção...

    José Antônio França De Araújo

    • 0
    • 0
    • 0
    O sucesso da atividade em sonda exploratória e de produção dependerá da sua capacidade de melhorar substancialmente a confiabilidade operacional e a disponibilidade desse processo. Com o intuito de ter um melhor entendimento e controle do funcionamento de uma sonda terrestre, é indispensável ter uma visão geral dos seus principais sistemas envolvidos nessas atividades. Em uma sonda de perfuração e/ou produção, existem equipamentos individuais que podem ser agrupados nos seguintes sistemas: sistema de geração e transmissão de energia; sistema de elevação de cargas; sistema de circulação; sistema rotativo; sistema de controle do poço; sistema de monitoração e o sistema de sustentação de carga. Pode-se chamar esses sistemas de equipamentos críticos, pois uma falha inesperada de qualquer um deles poderá ocasionar perdas irreparáveis à saúde humana e ao meio ambiente. Rotinas de inspeção e manutenção devem ser elaboradas por profissionais experientes dentro de uma lógica que traduza cada ação preventiva em confiabilidade e segurança operacional. Ao conhecer o funcionamento e a importância desses sistemas, pode-se focar esforços gerenciais em treinamento da força de trabalho e pela priorização de inspeção e manutenção, de maneira a reduzir a frequência de acidentes por falha catastrófica ou pelo seu uso indevido.
    Show book