Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Livros para homens livres - cover

Livros para homens livres

Nagib Anderáos Neto

Publisher: Scortecci Editora

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

Havia na estante a coleção completa do Tesouro da Juventude a me olhar desafiadoramente, com o seu Livro dos Porquês e suas folhas cheirosas e brilhantes. E o resumo de grandes obras literárias, iniciação juvenil, verdadeiras janelas abertas para o mundo. Lobato, o mágico, com a Gramática da Emília, Reinações de Narizinho, Os Doze Trabalhos de Hércules e a mitologia ao alcance de todos. Havia a coleção arrumada das Seleções até o último exemplar do mês e O Pequeno Príncipe, presenteado pelo professor de latim, quando fiquei encarcerado no quarto por causa de uma hepatite devastadora. (...) Havia o rádio e os relógios decompostos, os quais eu jamais fizera funcionar novamente. E Stefan Zweig, falando de um país de um futuro que não chegava nunca, sepultado entre Fouché, Maria Antonieta, Maria Stuart, Caleidoscópios e Calvino. Mas não havia a pessoa do Pessoa, nem a Emily Dickinson, construtora de Naturezas, nem as flores de Baudelaire, e o sábio astrônomo de um americano chamado Walt Whitman, ou o Emerson, com a sua poesia filosófica, ou o canto telúrico de Neruda. E não havia o Borges, com os seus espelhos e labirintos, nem o argentino González Pecotche, com a sua Logosofia evolucionária e humana, construtora de culturas, ideais e destinos. Havia ali uma promessa, plenitude e vazio; livros adormecidos, espaços a serem preenchidos, pensamentos e ideias enclausuradas em páginas comprimidas pelo esquecimento, à espera do toque mágico da mão curiosa, o olhar atento e inquiridor do aprendiz, que poderia libertá-los do silêncio e do sono, e torná-los, redivivos, fachos luminosos nestes obscuros caminhos criados pelo homem moderno. Havia livros feitos por homens e para homens livres.

Other books that might interest you

  • Amor paixão que arde sem se ver - cover

    Amor paixão que arde sem se ver

    Amador Da Paixão

    • 0
    • 0
    • 0
    Nascido em João Pessoa, no ano da graça de 1960, Amador da Paixão é poeta, ex-padre, professor. É tudo que sobre ele estamos autorizados a informar. Ele não quer mais nos dizer, por razões de pudor, moral ou impedimento práticos da sua profissão. Em tempos da maldição que temos no poder, ele poderia ser caçado, perder o emprego ou mesmo ser morto por ferir a “moral e os “bons costumes”. Diante de motivos tão fortes, devemos guardar a discrição com que o autor deseja se cercar.
    Mas sobre o autor fala melhor o que ele escreve. E no caso de “Amor, paixão que arde sem se ver”, podemos dizer que primeiro ele não é um ex-padre. Pode até andar sem batina, mas carrega os duros ensinamentos da igreja antiga dentro de si. Como autor, ele é padre rebelado a caminho da expulsão, pelo que ele acha em seu íntimo. Como autor, ele é professor que cultiva os clássicos, por sua escrita e por citações de modo direto e indireto que faz na sua prosa. Se algum colégio tiver tal mestre em suas aulas, ponham as mãos para o céu e agradeçam a sorte. Trata-se de um homem moral que fala do que é tido como imoral, mas com uma força que realiza o mais moral, a liberdade de pensar, sentir e expressar o que é humano: o amor, a paixão, o sexo, seus impedimentos e seu protesto diante do reprimido. 
    Hoje, sabemos que o Papa Francisco liberta em pronunciamento oficial o que antes era só repressão do sentimento erótico: “o prazer sexual serve para embelezar o amor”. Pois “o prazer vem diretamente de Deus, não é católico, nem cristão, nem nada parecido, é simplesmente divino”. Mas antes do Santo Papa destes dias, Amador da Paixão já havia provado os dois extremos, o prazer divino e seu impedimento. De modo maduro ele escreveu no livro como uma superação do tabu: “duplicado era o prazer com o duplo gozo da proibição: a proibição do sexo em nossa idade e o pecado”.
    Pecado é o talento que não se expressa. E mais não podemos falar, pois assim posto, Amador da Paixão está apresentado.
    Show book
  • Zona de Guerra - cover

    Zona de Guerra

    Marcos Lopes

    • 0
    • 0
    • 0
    Meados dos anos 1990. Nessa época, o Parque Santo Antônio era considerado o bairro mais violento da zona sul de São Paulo. É nesse cenário de pobreza, morte e abandono que um grupo de amigos vai crescer. Ficção baseada na própria experiência do autor, Marcos Lopes, que militou no crime, viu a morte quase que diariamente e conseguiu romper barreiras para se tornar um escritor, Zona de Guerra é o grito de uma sociedade excluída.
    Show book
  • Os imortais - cover

    Os imortais

    Thaïs Oliveira

    • 0
    • 0
    • 0
    Uma inteligente especulação filosófica sobre a imortalidade. Uma antevisão de um futuro que se anuncia possível. O prolongamento da vida humana tem sido grandemente acelerado nos últimos anos e já há uma expectativa de que a ciência nos possibilite atravessar os séculos com saúde e energia. Algumas das importantes questões psicológicas relacionadas com essa perspectiva são abordadas de forma ficcional, mas muito acurada, por Thaïs Oliveira neste “Os imortais”. Um livro imperdível para quem se interessa por este palpitante assunto.
    Show book
  • Minimanual dos desenhos animados - cover

    Minimanual dos desenhos animados

    Paulo Gustavo Pereira

    • 0
    • 0
    • 0
    Quem já foi criança ou quem ainda é vai adorar este livro. Os desenhos que marcaram época no Brasil. As curiosidades de cada um. Tudo isso agora está registrado em Animaq – Almanaque dos Desenhos Animados. É animação garantida e o seu sorriso de volta.
    Show book
  • Dezoito de Escorpião - cover

    Dezoito de Escorpião

    Alexey Dodsworth

    • 0
    • 0
    • 0
    Seria melhor se estivéssemos sósFim do século XX. Um astrofísico brasileiro descobre que uma pálida estrela da Constelação do Escorpião é uma gêmea perfeita de nosso Sol. Segunda década do século XXI. Vários adolescentes brasileiros entram em surto psicótico ao mesmo tempo, durante uma explosão solar.Como podem eventos tão distintos ameaçar um mesmo segredo? De que forma esses fatos podem afetar uma vila no coração da selva? A Vila Muhipu, resguardada por índios da etnia Tukano, é um paraíso onde o sofrimento não passa de lembrança. Uma utopia que deve ser mantida escondida a todo custo, e o doutor Ravi Chandrasekhar não poupará esforços nesse sentido.Em Dezoito de Escorpião, romance vencedor do Prêmio Argos 2015, Alexey Dodsworth (de O Esplendor) se apropria de fatos científicos reais e os recria, compondo uma trama que se debruça sobre a mais intrigante questão: estamos sós no Universo? Descubra por sua conta e risco.
    Show book
  • Os orixás sob o céu do Brasil - cover

    Os orixás sob o céu do Brasil

    Marion Villas Boas

    • 0
    • 2
    • 0
    Iemanjá e Oxalá são orixás que muita gente conhece
    de nome, mas a maioria nem imagina a história interessante
    que eles têm. Neste livro, além de contar a lenda desses
    e de muitos outros orixás, Marion Villas Boas conversa
    de perto com o leitor. Ela conta como pessoas vindas de
    diferentes regiões da África chegaram ao Brasil e se uniram
    pelo culto aos orixás, explicando a origem do candomblé
    e mostrando sua riqueza.
    Show book