Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Auschwitz - Prisioneiro (sobrevivente) 186650 - Romance baseado na história de Francisco Balkanyi - cover

Auschwitz - Prisioneiro (sobrevivente) 186650 - Romance baseado na história de Francisco Balkanyi

Maura Palumbo

Publisher: Duna Dueto

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

'Tenho 88 anos e não vou viver para sempre. Por isso é muito importante continuarmos a contar essa história para que o mundo nunca se esqueça do que aconteceu.' Ao ouvir este trecho da entrevista de Francisco Balkanyi, Maura Palumbo decide ser a porta-voz dessa história.Francisco Balkanyi nasceu no Uruguai em 1928. Seus pais, húngaros, atendendo aos pedidos da família, decidem voltar para seu país. Assim, com menos de dois anos de idade, Francisco chega a Cakovec (hoje território da Croácia). Se ao menos pudessem imaginar o que os esperava...Em maio de 1944 Francisco e seus pais são levados para Auschwitz no primeiro trem de judeus húngaros. Aos quinze anos, Francisco passa a viver todo o drama de um campo de concentração. Libertado pelos norte-americanos no fim da guerra, retorna ao Uruguai para refazer a vida e finalmente se muda para São Paulo em 1971. O número 186650, tatuado no antebraço esquerdo e quase apagado pelo tempo, ainda é um sinal de sua vitória.Neste livro, Francisco Balkanyi e Maura Palumbo relatam as dolorosas situações que ele vivenciou no maior campo de extermínio humano e que devem ser um alerta para que as futuras gerações não se deixem levar por doutrinas que conduzam ao fanatismo.Leia um trecho:“O exército invadiu a casa, a papelaria, a livraria e a gráfica da família de Francisco. A ordem era para que todos os judeus se apresentassem na sinagoga. Uma lista dos judeus da cidade já havia sido providenciada, impossibilitando qualquer tentativa de fuga. A ameaça era clara: quem não se apresentasse seria capturado e fuzilado, e os reféns seriam mortos.— Eu ficarei com as chaves — disse o oficial a Lajos.Francisco ainda não conseguia assimilar a extensão do problema e, junto com seus pais, foi escalado para o primeiro transporte, acreditando que iriam permanecer juntos trabalhando na região rural de alguma cidade húngara.Mas Lajos, que havia trabalhado como ferroviário no final da Grande Guerra, antes de ir para o Uruguai, conhecia o caminho e percebeu que em determinado trecho da viagem o trem desviou em direção à Polônia. Neste destino os campos não semeavam vida...”

Other books that might interest you

  • Oscarina - Depois da intensa neblina o nascer do sol - cover

    Oscarina - Depois da intensa...

    Lindemberg Nunes reis

    • 0
    • 0
    • 0
    Ela se casou em fevereiro de 1949 e, após três meses, decidiu se separar de seu marido. Mais do que isso: ela estava grávida e desesperou-se. Suicídio? Aborto? Decidiu ir adiante. E sofreu por conta disso. Ser mãe solteira, no interior do interior de Minas Gerais, filha de fazendeiros, no final da década de 1940, definitivamente não foi fácil. Como diz o ditado, "comeu o pão que o diabo amassou". No entanto, não há mal que perdure para sempre. Afinal, depois da intensa neblina, tem sempre um lindo nascer do sol.
    Show book
  • Zé Ramalho A peleja do diabo com o dono do céu - Som do VInil Entrevistas a Charles Gavin - cover

    Zé Ramalho A peleja do diabo com...

    Charles Gavin, Zé Ramalho

    • 0
    • 0
    • 0
    'Do psicodélico ''Paêbirú'', raríssimo LP duplo gravado em parceria com Lula Côrtes na lendária Rozenblit de Recife, até as sessões, nos estúdios cariocas da CBS, do clássico ''A peleja do diabo com o dono do céu''. Nesta entrevista, da primeira temporada d'O Som do Vinil, Zé Ramalho, exímio contador de histórias, reconstitui sua trajetória singular. Da infância em Brejo do Cruz, na Paraíba, à batalha no Rio de Janeiro para gravar seu primeiro disco solo, em 1978. O estouro no ano seguinte com ''Admirável gado novo'', canção com a inconfundível verve poética e contestadora do grande trovador da música brasileira contemporânea.Charles Gavin'
    Show book
  • Fantasmas não dizem adeus - cover

    Fantasmas não dizem adeus

    Alexandre Kahtalian

    • 0
    • 0
    • 0
    O fio condutor da história aqui narrada pelo psicanalista Alexandre Kahtalian é a delicada relação de um adolescente e o seu avô paterno, numa interlocução que traz os conflitos do presente à sombra fantasmagórica de um passado não menos problemático. E é aí que a narrativa se torna um fio desencapado, nos envolvendo numa teia de tensões em tempos diferentes, tendo ao fundo de um conturbado quadro familiar recortes da vida social, política e cultural do país na segunda metade do século vinte.
    Show book
  • Vida em pensamento - cover

    Vida em pensamento

    Cláudio Costa

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta autobiografia intelectual é uma versão expandida de um memorial aprovado em concurso. A atual versão é aqui publicada devido ao seu interesse didático. Questões fundamentais da filosofia contempo-rânea, como as do significado, da verdade, da definição de conhecimento, do ceticismo, da indução, do livre-arbítrio, da conduta moral, do significado da vida e da existência de Deus são aqui introduzidas e exploradas sob uma perspec-tiva pessoal.  Claudio Costa é formado em Medicina e professor associado de Filosofia na UFRN, tendo feito mestrado em Filosofia na UFRJ e dou-torado na Universidade de Konstanz (Alemanha), além de pós-doutorado nas uni-versidades de Berkeley, Ox-ford, Konstanz e na Ho-chschule für Philosophie, em Munique. Entre suas publicações encontram-se Lines of Thou-ght: Rethinking Philosophical Assumptions (Cambridge: Cambridge Scholars Publi-shing, 2014) e Paisagens conceituais: ensaios filosófi-cos (Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2011).
    Show book
  • Até Parece que Foi Sonho - cover

    Até Parece que Foi Sonho

    Fábio

    • 0
    • 0
    • 0
    O livro que inspirou o personagem do melhor amigo de Tim Maia no filme. O cantor e compositor Fábio trabalhou com Tim Maia e foi seu maior amigo. Durante 30 anos, ele acompanhou a ascensão de Tim Maia ao estrelato, além de ter presenciado fatos marcantes desse gênio da MPB. Aqui ele revela várias dessas passagens, que também são parte de sua própria vida pessoal.
    Show book
  • Ser Ator - cover

    Ser Ator

    Antonio Petrin

    • 0
    • 0
    • 0
    Uma maravilhosa interpretação da Antonio Petrin. Musicada e dinâmica, prepare-se para ser transportado pelas mais diversas épocas e interpretações no teatro universal. Bom proveito!
    Show book