Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Farfalhar das folhas - cover

Sorry, the publisher does not allow users to read this book from the country from which you are connecting.

Farfalhar das folhas

Maria Dalva Goulart

Publisher: Planeta Azul Editora

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Farfalhar das folhas representa um conjunto de poesias e poemas escritos durante os últimos anos, quando a autora, que jamais se deu por acomodada, decidiu partir para novas experiências típicas da Terceira Idade. São textos inéditos, de sua própria criação, e expressam momentos reais de seus pensamentos, no momento em que foram escritos. 
Por entender que o seu conteúdo jamais deveria permanecer ignorado, a autora decidiu dividir com seus leitores tais experiências literárias.

Other books that might interest you

  • Dos Cheiros de Tudo - Memórias do Olfato - cover

    Dos Cheiros de Tudo - Memórias...

    João Scortecci

    • 0
    • 0
    • 0
    "A cartografia da memória oferece ao criador um manancial inesgotável de instâncias, um labirinto de galáxias que aponta para o infinito, para a vibração dos acasos e para a densidade da existência. Em seu novo livro, intitulado “Cheiros de Tudo”, o poeta João Scortecci explora as trilhas do universo aberto pelos sentidos e busca e logra construir, com fios de linhagem concisa e precisão alimentada pela visualidade do ritmo, um projeto poético de intensa sinestesia, fecundidade e arrebatamento. (...)" 
    Beatriz Helena Ramos Amaral
    Show book
  • Beijo Póstumo - cover

    Beijo Póstumo

    Vitor Fernandes Risso

    • 0
    • 0
    • 0
    Poemas que contém reexões que variam desde questões sociais até suicídios, desilusões amorosas, efemeridade da vida, religiosidade, embriaguez, tabagismo, ironias, textos em outros idiomas, dentre outras. Esta obra sou eu. Diversificada, desorganizada, com lampejos de genialidade proporcionais aos de imbecilidade, e, acima de tudo, melancolia. Lhes apresento, caro leitor, o meu legado para essa pífia e desgastada humanidade.
    Show book
  • Jeito de cravar eternidades - cover

    Jeito de cravar eternidades

    Fanini Cundumbila

    • 1
    • 2
    • 0
    Em "Jeito de Cravar Eternidades", o escritor angolano Fanini Patrício Cundumbila apresenta-nos a ideia de um mundo mais próximo do original, no seu estado inalterado. Expurga simultaneamente, através dos seus versos, os vícios e falhas deste que agora habitamos, em jeito de catarse pessoal. Neste livro, o poeta representa a solidão, ao mesmo tempo deseja-a para si. Questiona o vazio, o interior e tudo o que o rodeia. O poeta explora a sua identidade - e dela faz parte uma Angola exuberante. Em seus versos, Fanini Cundumbila presta-lhe homenagem, escrevendo sobre a Serra da Leba, o rio Kwanza e as míticas quitandeiras, em um livro de poemas cru, natural, forte em imagens e sensações. "Jeito de cravar eternidades" é um livro que defende o "culto ao amor como mecanismo de sobrevivência", rejeitando a desistência, pois "a vida é a mais perfeita de todas as excentricidades".
    Show book
  • Reflexões mortais de uma criatura em busca do infinito - cover

    Reflexões mortais de uma...

    Marcelino Barboza De Souza

    • 0
    • 0
    • 0
    Coletânea de poesias reflexivas sobre vida, sentimento e fé.
    Show book
  • Raízes Humanas - Entre o poético e o prosaico - cover

    Raízes Humanas - Entre o poético...

    Edvardo Lima

    • 0
    • 0
    • 0
    RAÍZES HUMANAS – Entre o poético e o prosaico mostra as várias situações que nós, seres humanos, vivemos no passado ou no presente, entre as flores e os espinhos que a vida nos traz. Os diversos poemas do livro estão divididos em sete partes, abrangendo fatos do dia a dia: ao amor, à mulher, à natureza, exaltação, pecaminosas, lamentações e religiosas. A obra compõe-se, portanto, de um leque de poemas que retratam fielmente  e de forma poética o cotidiano, do qual inevitavelmente não podemos nos esquivar.
    Show book
  • O curto verão das estações - cover

    O curto verão das estações

    Paulo Franco

    • 0
    • 0
    • 0
    O Curto Verão das Estações presenteia o leitor com um ríspido alerta e um suave alento, como se a alma do poeta submergisse para essas páginas em uma, talvez não tão clara, mas bem-sucedida missão. No interior deste livro reside uma voz que abraça a angústia global de maneira genuinamente profunda, mas ao mesmo tempo impessoal. Pontua-se aqui não apenas o momento, mas também o rompimento com o próprio momento, marcando inclusive a existência de um novo Paulo Franco em detrimento de si mesmo. Esta obra simplifica os duetos entre o concreto e o abstrato, o velho e o novo, o ruído e o silêncio, mas não é em nenhum momento contraditória, é simplesmente ampla, diante da contemporânea liquidez de ideias e ideologias, em tempos de um aprisionamento intelectual mascarado de liberdade expressiva.
    Show book