Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Técnica de Passes - Bases e Princípios do Passe - cover

Técnica de Passes - Bases e Princípios do Passe

Luiz Dallarosa

Publisher: CELD

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Apesar do assunto 'o passe', entre os espíritas, ser bastante estudado, principalmente, no que se refere a sua aplicação, ainda tras muita polêmica devido ao fato de sua prática encerrar-se em conhecimentos, por vezes, em píricos. É comum, cada um agir como entende, usando técnicas adaptadas, sem se preocupar com uma metodologia à luz da razão. Decorre que a oração, o sentimento e muitos outros elementos contribuem sobremaneira para o 'processo de cura', inclusive a ação explícita dos espíritos que cheios de luz e amor adentram a face terrena para coibir a dor e aplainar os excessos provocados pela criatura humana. Com isso, sabemos que os espíritos dão assistência contínua durante a aplicação dos passes, e o Espírito André Luiz nos confirma e afirma que 'há colaboradores espirituais devidamente fichados, assim como ocorre a médicos e enfermeiros em um hospital,' exercendo o socorro magnético devidamente autorizados pelos mentores das esferas superiores. Isso, porém, não impede que os encarnados tenham necessidade de aperfeiçoarem-se, pois como diz Aulus: 'Em qualquer setor de trabalho a ausência de estudos significa estagnação'. A intenção deste livro é transmitir às pessoas interessadas uma singela orientação, sobre o campo prático do passe, bem como das mais variadas metodologias de cura, especialmente, aplicáveis dentro de uma casa espírita organizada e direcionada para o bem sob a égide Cristã. (...) Luiz Dallarosa

Other books that might interest you

  • Marcinho VP: Verdades e Posições - O Direito Penal do Inimigo - cover

    Marcinho VP: Verdades e Posições...

    Marcio Santos Nepomuceno, Renato...

    • 0
    • 1
    • 0
    “O Direito Penal do Inimigo. Verdades e Posições” reescreve parte da crônica policial carioca, restabelece verdades e se revela um libelo contra a discriminação e o preconceito. Marcio Nepomuceno esquadrinha o seu dia a dia no cárcere, aborda a falência da execução penal no Brasil e revisita episódios marcantes que a opinião pública só conhece pela narrativa oficial. A obra revela-se um desabafo feito por alguém que se encontra encarcerado há 21 anos, e que rejeita a condição de inimigo do estado. O livro suscita o debate a respeito de qual é a finalidade da restrição da liberdade daqueles que cometem crimes. Punir ou reeducar? A ação penal, prerrogativa do Estado, cumpre o seu papel de agente reeducador? A política penitenciária praticada nos presídios brasileiros contribui para que o apenado possa evoluir como ser humano ou fracassa de forma retumbante, tornando-o um ser ainda mais revoltado ao final da sua pena?
    Show book
  • Cinema e História do Brasil - cover

    Cinema e História do Brasil

    Jean-Claude Bernardet, Alcides...

    • 0
    • 0
    • 0
    “Cinema e História do Brasil” desvenda com clareza e profundidade a questão da historicidade da produção de filmes históricos. Trabalhando a partir de alguns casos particulares, Jean-Claude Bernardet e Alcides Freire Ramos mostram como um filme é histórico, não apenas por causa do tema abordado, mas também pela própria linguagem cinematográfica que utiliza. As razões do diretor, como as do historiador, podem ser mais reveladoras do que o próprio assunto do filme. Complementado por um Guia Didático de Filmes e por sugestões de leitura, esta obra, que agora chega às “prateleiras” das livrarias virtuais, é uma contribuição efetiva aos estudos da relação Cinema e História e, ao mesmo tempo, faz um convite para que novos pesquisadores venham a se interessar por essa área.
    Show book
  • Os filmes pensam o mundo - cover

    Os filmes pensam o mundo

    Enéas De Souza

    • 0
    • 0
    • 0
    Os filmes pensam o mundo é muito mais do que uma coletânea de artigos de fôlego sobre filmes relevantes, a grande maioria do século XXI. Também é uma reflexão ímpar sobre imagens, sons e ideias presentes nestas obras, muitas vezes invisíveis em um primeiro olhar. Como um escafandrista que descobre joias sensíveis, Enéas de Souza mergulha em cada cena, em cada plano, evidenciando lógicas e articulações, compartilhando com o leitor os mecanismos do universo da ficção e da vida à nossa volta. Como se fosse pouco, o autor nos brinda com a formulação de uma teoria cinematográfica, marcada não só por conceitos como energia, mas também pela paixão devotada ao cinema. Culminância de uma trajetória de investigações, Os Filmes Pensam o Mundo nos mostra que a crítica pode ser uma forma de arte. Então, como diante de um êxtase estético, não seremos os mesmos depois da leitura de cada ensaio deste livro.Fabiano de Souza
    Show book
  • Soldados e Centauros - cover

    Soldados e Centauros

    Fabiano Lemos

    • 0
    • 1
    • 0
    Soldados e Centauros investiga as origens do conceito de formação cultural (Bildung) e como ele é formulado no domínio dos textos que Nietzsche escreveu entre a época de sua formação secundária no Gymnasium e o ano em que começou a lecionar como professor de filologia clássica na Universidade de Basileia, na Suíça (1858-1869). Esse conceito sustenta o que poderíamos chamar de sua primeira filosofia da cultura, que atualiza e redimensiona uma série de tradições filosóficas, institucionais, sociais e estéticas, buscando uma unidade justamente no confronto com elas. Os textos desse período nos informam como Nietzsche procurou definir a cultura em uma relação tensa entre a demanda de um retorno à origem espiritual alemã e a exigência messiânica de afastamento de tudo que era contemporâneo. Esta obra é o décimo primeiro volume da coleção Sapere Aude.
    Show book
  • A Construção Simbólica na Aprendizagem - Brincar criar imaginar e pensar - cover

    A Construção Simbólica na...

    Laura Monte Serrat Barbosa,...

    • 0
    • 1
    • 0
    Aprendi (e ainda aprendo) várias coisas em minha vida. Aprender a brincar foi uma delas!!! Realizei “tão bem” esse feito que brinco em meu trabalho (e trabalho brincando) todos os dias!
    
    Na minha caminhada profissional, fui trilhando o caminho dos esportes e da recreação, até que me deparei com possibilidades de aprofundar meus estudos no ato de brincar e segui em frente! Hoje minha atuação profissional e estudos, dentre outras questões, giram em torno dos temas: brincar, jogar, cooperar, aprender individualmente e em grupos, desenvolvimento infantil, entre outros.
    
    A partir de todas essas experiências, com a “provocação” da Laura, e pensando em compartilhar esses conhecimentos e experiências, que resolvemos organizar este livro. Nele, trazemos questões importantes a respeito da importância de brincar, com foco na dimensão simbólica, para o desenvolvimento, principalmente, das crianças.
    
    Caros leitores, espero que apreciem esta leitura e vivam o brincar a cada instante de suas vidas!!!
    
    (Heloísa Monte Serrat Barbosa)
    Show book
  • Sociedade de risco e bens jurídico-penais transindividuais - Argumentos favoráveis à legitimação no contexto social complexo - cover

    Sociedade de risco e bens...

    Rodrigo Roma

    • 0
    • 0
    • 0
    A obra é editada tendo como origem dissertação de mestrado em Direito Penal apresentada à Universidade do Estado do Rio de Janeiro, tendo sido aprovada com grau dez, pela banca formada pelos professores doutores Carlos Eduardo Adriano Japiassú, Artur de Brito Gueiros Souza e Allamiro Velludo Salvador Netto. Inicialmente a obra traz ao debate jurídico o conceito de sociedade de risco aplicando-o à dogmática penal. Cabe destacar que a grande temática do livro encontra-se em na conceituação, na análise histórica e na apresentação do tema bem jurídico-penal, desde o surgimento com o Direito Penal liberal (de matriz individual), atravessando distintos momentos históricos, e chegando aos dias atuais em que o risco socialmente transindividual abala as construções clássicas e tradicionais do Direito Penal, eis que se revela em uma numerosa rede de situações incapaz de corresponder às demandas sociais diante de um cenário de difusão de riscos. Nesse contexto, ganha relevo, portanto, a novel figura do bem jurídico-penal transindividual e sua aplicação a questões diretamente relacionadas à proteção do meio ambiente e à segurança biológica.
    Show book