Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
40 - cover

40

Luis Maffei

Publisher: Oficina Raquel

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Em 40, o autor, através de uma visão larga e profunda, passa por importantes estágios da existência, como nascimento, primeira infância, aquisição da língua, escola, adolescência e boa parte da idade adulta. Em cada poema, um estágio da vida e muitas de suas inúmeras experiências. Identificação, reconhecimento e indagação fazem repensar a existência e estão inclusas no processo, não só de Maffei, mas de quem se depara com seus poemas. O livro sai do ano 1974 e chega a 2014 trazendo, poema a poema, não apenas uma trajetória de vida, mas uma trajetória poética – a autobiografia é inevitável, mas  a memória que se constrói só há em partilha. Além disso, passeia por momentos históricos e datas festivas, com destaque para o Carnaval, período que marca a ocasião do nascimento do autor e, consequentemente, de seus aniversários, como é possível encontrar nos poemas “1974”, “1978”, “1992” e “2003”. O Carnaval acaba por ser uma metáfora forte do livro, assim como o incêndio do Edifício Joelma, em São Paulo, ocorrido dias antes do nascimento do poeta: vida e morte, festa e tragédia, de braços dados. Neste conjunto orgânico, é possível ter contato com muitas maneiras de a poesia se constituir. A já conhecida maestria formal do autor, que explora e inova a sextina, o soneto e outras formas fixas, não ignora a potência do verso livre e, em certos poemas, uma experimentação que toca limites radicais.
Available since: 10/14/2016.

Other books that might interest you

  • Aos nascidos em 1979 - cover

    Aos nascidos em 1979

    Luiz Belmiro Teixeira

    • 0
    • 1
    • 0
    A poesia de Luiz Belmiro funda-se na mistura de temas que exploram as relações, as sensações, o toque, o contato. O poeta é um guardião das horas, alado, pontual, que pode roubar a substância do abstrato e dialogar com os elementos que trazem vida à sua poesia: o amor, o feminino, a pele, o corpo. Neste belo livro de estreia ‘Aos nascidos em 1979’, seus versos passeiam pela geografia do espaço, sua Curitiba, a cidade surreal. A multiplicidade dessa vida na cidade propõe novas percepções sobre o local, seus silêncios, suas pulsações. Ao construir sua linguagem, o autor ainda nos oferece uma sensível visão sobre a profundidade da existência do ser poeta. E nisso reside sua riqueza: a multiplicidade da vida, poética e real. Distintos tons que, nas palavras do poeta, são um vislumbre de todos os demais.Luiz Belmiro Teixeira é curitibano, graduado em Ciências Sociais pelaUniversidade Federal do Paraná (2004), Mestre em Sociologia pelaUniversidade Federal do Paraná (2006) e é professor de Sociologia no IFPR. A poesia o encontrou cedo,e desde então procura os versos para escrever sobre Curitiba, o amor, política, a vida, o universo e tudo mais. Traz referências da cultura pop (cinema, música e hq’s) para compor seus poemas. Antes da estreia emlivro próprio, publicou em coletâneasde concursos e oficinas literárias.
    Show book
  • Manancial de Poesia - cover

    Manancial de Poesia

    Ary Rodrigues

    • 0
    • 0
    • 0
    Quantas palavras enfeitam as nossas lembranças? Muitas ― é a resposta ―, e elas nos chegam através de poesias nascidas lá trás, em tempos distantes, e também agora, nesses tempos difíceis de viver.Mas todas mantêm a força e a vontade de contar e recontar histórias, de pontuar momentos singulares que se tornaram inesquecíveis.Este livro é uma clara homenagem à vida e a tudo o que sentimos ao trilhar nossa  estrada, onde são muitos os encontros, todos eles envoltos em poesias a nos recitar sonhos, verdades e amores.  Um Manancial de emoções que só um grande poeta é capaz de conceber.
    Show book
  • Famosas últimas palavras - cover

    Famosas últimas palavras

    Luís Filipe Cristóvão

    • 0
    • 0
    • 0
    O poema sem o corte do verso. Este é o melhor modo de apresentar a poesia de Luís Filipe Cristóvão. O poeta de escrita prolífica tem 38 anos de palavras acumuladas na cabeça, já publicou mais de sete livros em Portugal e no Brasil, e obriga o leitor a investigar a sua própria identidade, sua noção de pertencimento, como também a identidade do poema. Luís Filipe mexe com nossa antecipação leitora, rompe com nosso ritmo, obriga-nos a pensar. Em "Famosas últimas palavras", depois de uma grande pausa desde 2009, Luís Filipe volta a escrever com um sabor próprio de despedida, com o cheiro característico da maresia a envolver suas palavras.
    Show book
  • À Cidade (Integral) - cover

    À Cidade (Integral)

    Mailson Furtado

    • 0
    • 0
    • 0
    Vencedor do Prêmio Jabuti 2018 - Livro do Ano Com elementos geográficos, históricos, sociológicos, políticos, físicos, metafísicos, folcloristas, genealógicos, à cidade é um poema que vem apresentar de forma contemporânea uma visão de uma cidade do sertão, com plano de fundo para aquelas banhadas ou mudadas indiretamente pelo caminhar do Rio Acaraú na Zona Norte do estado cearense.
    Show book
  • Intimidades - cover

    Intimidades

    Bomfim Cavalcante Carneiro

    • 0
    • 0
    • 0
    40 poemas de amor onde a intensidade das intimidades amorosas só aos amantes é dado entender.Poemas onde o autor se expõe sem as peias de qualquer clausura pessoal.Poemas escritos para quem sabe que o amor é, talvez, a principal razão da existência de qualquer mortal.
    Show book
  • Mulher - cover

    Mulher

    António Pereira Ramalho

    • 0
    • 2
    • 0
    O livro "Mulher", do escritor, médico e poeta António Pereira Ramalho, traz uma colecção de poemas dedicados à mulher na sua essência, naquilo que é, e que só ela representa. Há, nas poesias de António Ramalho, traços de histórias de um tempo e de um lugar, no toque da paixão que sente o coração do poeta. Pelos versos do poema, pode-se amar o que ela é, e o que não é; pode-se amar a quem diz saber a direcção para tentar sempre, o rosto que se oferece sempre aberto aos demais, a partilha de uma luz que acontece quando menos se espera.
    Show book