Instant satisfaction for your thirst for knowledge!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Quem é você? - cover

Quem é você?

Lourdes Kauffmann

Publisher: EDIPUCRS

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

Quem é você? foi escrita para a estreia do Grupo Teatral Os De +, em 2016, ano em que foram feitas duas temporadas no Teatro Carlos Carvalho, da Casa de Cultura Mario Quintana. Em 2017, foi novamente apresentada por duas tardes no Teatro de Arena, dando início ao Projeto Teatro às Quatro, também da autora. A dramaturgia e a direção são de Lourdes Kauffmann. A trilha sonora foi especialmente composta por Erick Endres. Como técnicos de luz, tivemos Kevin Brezolin e Ismael Goulart. No elenco, atuaram, como Agnelo, Carlos Bello; como Letícia, Leda Gloeden; como Ameliá, Norma Leffa; como Tidinha, Nara Silva.

Other books that might interest you

  • Cordéis Divertidos - cover

    Cordéis Divertidos

    Varneci Nascimento

    • 0
    • 0
    • 0
    Este audiolivro traz uma coletânea de cordéis irreverentes, incluindo:A história de Joãozinho;Joãozinho na escola;Pergunta idiota, tolerância zero;Dez mandamentos do preguiçoso;Mulher encalhada;12 conselhos para um infarto feliz.Duração: 55 minutos
    Show book
  • Amor por Anexins - cover

    Amor por Anexins

    Artur de Azevedo

    • 0
    • 0
    • 0
    Artur Azevedo foi um dramaturgo, poeta, contista e jornalista brasileiro.Amor por anexins é uma curta peça em um ato foi escrita em 1872, sendo o primeiro trabalho de Artur Azevedo deste gênero. Sua primeira peça teve grande êxito sendo representada mais de 1000 vezes ainda no século XIX. (Sumário escrito por Vicente)  
     
    Recorded by Matt,  Leni, &  Vicente Costa Filho
    Show book
  • Meu coração é uma fábrica de arritmias sentimentais - cover

    Meu coração é uma fábrica de...

    Bruna Tschaffon

    • 0
    • 2
    • 0
    Os cinquenta e quatro poemas deste livro foram frutos de todas as peripécias sentimentais de um coração que, ora acelera em arrebatamento, ora se tranquiliza em calmaria. Transitam da ingenuidade em “Procura-se” ao ceticismo em “Não é aqui” em ataque fulminante, cada um deles nascido de um coração produtivo e poético. O leitor é convidado a mergulhar nos batimentos e participar da montanha-russa emocional.
    Show book
  • Brincando em cordel - cover

    Brincando em cordel

    Cleusa Santo

    • 0
    • 0
    • 0
    Este audiolivro contém os textos: A lenda da galinha d'angolaJoselito e sua cabraSúplica de um papagaioA menina que viajou no arco-írisA lagartinha e a rosaRino, o rato que roeu a roupa do rei de RomaUm amor para o SaciO casamento da chapeuzinhoUma formiga em HollywoodAninha e seus cachinhosCleusa Santo é poetisa cordelista, com cinco livretos publicados pela editora Luzeiro. Entre eles está Rino, o rato que roeu a roupa do rei de Roma, que recebeu o prêmio Mais Cultura de literatura de cordel em 2010, edição Patativa do Assaré, do Ministério da Cultura. É arte educadora, contadora de histórias e dirige a companhia teatral Gratitude.
    Show book
  • Eu Que Nada Mais Amo - cover

    Eu Que Nada Mais Amo

    Sérgio Vieira

    • 0
    • 0
    • 0
    Poemas melancólicos sobre aspectos e problemas proporcionados pelas metrópoles e que acabam gerando indignações. Sobre as condições das relações humanas e paixões tratadas de uma forma abrangente com a mesma melancolia, em curvas.Este livro é um pedido de desculpas ao Universo. O reconhecimento de que mesmo insatisfeitos com as mudanças elas são necessárias para nos trazer discernimento. A vida é uma fina camada que em qualquer momento pode se quebrar. Dependendo do peso que dermos a ela, poderá provocar situações embaraçosas e dificultar nossa caminhada, provocando arranhaduras.
    Show book
  • Mater Ex-crita - cover

    Mater Ex-crita

    Marcia Marques-Rambourg

    • 0
    • 0
    • 0
    Marcia Marques-Rambourg estreou na Oficina  Raquel em 2013, com o belíssimo Como o pão que come em dias secos. Agora, 3 anos depois, é com prazer que Mater Ex-crita vem ao mundo, para reafirmar a potência poética da autora que, ao longo dos versos, intensifica seu diálogo entre a poesia e o mundo. Principalmente, Mater Ex-crita aparece para reafirmar que a poesia é lugar de possíveis, e são muitos, e que é na subversão dos versos que a escrita do corpo aparece, neste lugar em que é possível dançar com certa – e profícua – febre do vazio.
    Show book