Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
O Grande Enigma - Deus e o Universo - cover

O Grande Enigma - Deus e o Universo

Léon Denis

Publisher: CELD

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

“Um livro grandioso, dissemos, está aberto sob nossos olhos, e qualquer observador paciente pode nele ler a palavra do enigma, o segredo da vida eterna.Nele se vê que uma Vontade dispôs a ordem majestosa na qual se agitam todos os destinos, movem-se todas as existências, palpitam todos os espíritos e todos os corações.Ó alma! aprende, primeiramente, a suprema lição que desce dos Espaços sobre as frontes inquietas. O Sol escondeu-se no horizonte; seus últimos clarões de púrpura tingem ainda o céu; uma luz branda indica que, além, um astro velou-se aos nossos olhos. A noite estende acima de nossas cabeças sua cúpula constelada de estrelas. Nosso pensamento se recolhe e busca o segredo das coisas.”Léon Denis
Available since: 10/19/2015.

Other books that might interest you

  • Como se faz um processo - cover

    Como se faz um processo

    Francesco Carnelutti

    • 0
    • 0
    • 0
    O objetivo principal de Francesco Carnelutti nesta obra é lecionar as etapas e as idiossincrasias de um processo de forma mais didática. Neste mister ele comenta: “Um aspecto comum, entre outros, à representação e ao processo é
    que ambos têm leis próprias, mas, se o público que os assistir não as conhece, não compreenderá coisa alguma”.6 Como bom educador que sempre foi, ele queria ensinar passo a passo até mesmo para o leigo, a importância e o andamento linear dos processos. Não devemos olvidar que o processo é a junção de regras públicas que fazem transparecer o veículo que conduz os direitos subjetivos e os deveres jurídicos das partes. Por isso, deve ser cristalino e de fácil compreensão.
    Show book
  • 100 citações de Henry-David Thoreau - Recolha as 100 citações de - cover

    100 citações de Henry-David...

    Henry David Thoreau

    • 0
    • 0
    • 0
    Henry David Thoreau é um amado autor, poeta e filósofo americano. Foi um abolicionista para toda a vida, defensor da desobediência civil, que voltou a defender governos injustos ou corruptos, e defendeu a ideia de abandonar assuntos ilusórios em favor de uma vida simples, a fim de descobrir as autênticas necessidades essenciais da vida. É mais conhecido por Walden, ou Life in the woods, o livro que escreveu durante a sua experiência de dois anos de vida minimalista: tendo construído uma cabana na floresta, ficou lá para estudar, escrever e desfrutar da sua nova comunhão com a natureza. As suas obras políticas e teoria da desobediência civil influenciaram os pensamentos e acções de muitas figuras proeminentes, tais como Leo Tolstoy, Mahatma Gandhi, e Martin Luther King, Jr. Seleccionámos para si 100 das citações mais perspicazes de Thoreau, para que se aproxime da essência da sua filosofia, para que compreenda melhor o dever moral de um cidadão, e aprecie plenamente uma vida livre de ilusões.
    Show book
  • Atmosfera ambiência Stimmung - Sobre um potencial oculto da literatura - cover

    Atmosfera ambiência Stimmung -...

    Hans Ulrich Gumbrecht, Ana...

    • 0
    • 0
    • 0
    É frequente vermos manifestações do leitor comum que, tomado por certa aversão pela teoria da literatura, rejeita a abordagem acadêmica por não levar em conta o gosto e o prazer da leitura. Não se pode dizer que esteja de todo equivocado. Mas Hans Ulrich Gumbrecht é uma voz singular na crítica contemporânea. O livro que o leitor tem em mãos se propõe a entender o que é a realidade da literatura hoje, colocando em foco precisamente a experiência do que se passa entre a literatura e o leitor.
    
        O que a literatura traz de sua materialidade histórica e o que faz na vida de quem lê ao intervir em nosso mundo? Há décadas, Gumbrecht situa sua pesquisa numa perspectiva ignorada pelas principais correntes das teorias da literatura ? como o desconstrutivismo, de um lado, e os estudos culturais, de outro ? e insiste na capacidade de a literatura criar efeitos de presença, não só de sentido. Não é suficiente ? insiste Gumbrecht ? entender o que a literatura "diz" e "representa": como críticos, precisamos explicitar a realidade que a literatura cria independentemente da interpretação e também do puro prazer estético.
    
    
        O estudo do Stimmung ? conceito de difícil tradução, recuperado das discussões estéticas dos primórdios da modernidade ? está comprometido com o que o autor denomina a "ontologia da literatura", isto é, com "o conjunto de modos fundamentais como os textos literários ? enquanto fatos materiais e mundo de sentido ? se relacionam com as realidades que existem fora deles". No conceito se reconhecem a semântica musical do processo de afinar um instrumento, a voz e a oralidade da escrita e também o conjunto de sensações num ambiente, numa atmosfera que estabelece um continuum entre a realidade do texto literário e aquela de sua recepção.
    
    
        O trabalho crítico de Gumbrecht se inscreve de modo idiossincrático e singular nos estudos contemporâneos dos afetos. Abre mão da interpretação e da representação como eixo de leitura e procura explicitar a experiência histórica na materialidade da própria experiência estética. "O que importa, sim, é descobrir princípios ativos em artefatos e entregar-se a eles de modo afetivo e corporal ? render-se a eles e apontar em direção a eles."
    
    
        O que é fascinante é que essa realidade se manifesta no corpo do leitor, na maneira como a obra nos "toca" como uma atmosfera, um clima ou uma sintonia ou desarmonia musical, deixando a marca do encontro físico e material que se efetua de modo objetivo e imediato na leitura e promove uma mediação histórica concreta com seu contexto e seu ambiente específicos.
    
    
        Este livro não só discute a genealogia dos conceitos de atmosfera, ambiência e Stimmung, mas examina, através de uma série de leituras exemplares, momentos históricos da modernidade, do Renascimento até o século XX. Reconhecemos e frisamos na leitura deste importante estudo o desafio que Gumbrecht se coloca: resgatar a "vitalidade e a proximidade estética" que tendem a desaparecer nos estudos literários atuais.
    
    
      Karl Erik Schøllhammer
    
      Professor do Departamento de Letras, PUC-Rio
    Show book
  • Vária - Estudos esparsos sobre filosofia educação e teoria do direito - cover

    Vária - Estudos esparsos sobre...

    Maria Francisca Carneiro

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta obra tem a particularidade de apresentar temas variados, mantendo a unidade de pensamento e, portanto, do conteúdo. É um exercício do que se costuma chamar, na atualidade, de “a era do fragmento”, pois as partes ou os fragmentos podem, se tratados devidamente, revelar um todo unitário. Abordando assuntos das áreas da Filosofia, Educação e Teoria Jurídica, o livro analisa temáticas como ética, direito e arte, direito ambiental, direito autoral, direitos humanos e direito natural, argumentação jurídica, dano moral, professor pesquisador, ensino jurídico, hermenêutica, pena, direito e mídia, entre outros. A maior parte dos capítulos é escrita em língua portuguesa, sendo alguns em inglês, francês e espanhol.
    Show book
  • Revista Observatório Itaú Cultural - Nº 21 - cover

    Revista Observatório Itaú...

    Adilson José Moreira, Dennis De...

    • 1
    • 3
    • 0
    Este número da Revista Observatório é dedicado à dimensão político-econômica da cultura e à dimensão cultural da economia política.
    Os artigos e a entrevista que compõem este número da Observatório traduzem a tentativa de reaproximação entre cultura e política, ambas consideradas manifestações concretas, cotidianas e, ao mesmo tempo, globais e processuais.
    Show book
  • 400 citações da filosofia contemporânea - Recolha as melhores citações - cover

    400 citações da filosofia...

    Multiple Authors

    • 0
    • 0
    • 0
    Familiarizar-se com uma selecção dos mais importantes pensadores da modernidade: Emil Cioran, Gaston Bachelard, Einstein, Chamfort. Estas figuras moldaram o pensamento científico e a filosofia; aprofundar os seus trabalhos e pensamentos com uma selecção das citações essenciais introduzindo as suas principais ideias e delineando com clareza a estrutura do seu trabalho.
    Show book