Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Romancistas Essenciais - Júlia Lopes de Almeida - cover

Romancistas Essenciais - Júlia Lopes de Almeida

Júlia Lopes de Almeida, August Nemo

Publisher: Tacet Books

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Na coleção Romancistas Essenciais o crítico August Nemo apresenta autores que fazem parte da história da literatura em língua portuguesa.
Neste volume temos Júlia Lopes de Almeida, uma escritora, cronista, teatróloga e abolicionista brasileira. Foi uma das idealizadoras da Academia Brasileira de Letras. Tem uma produção grande e importante para a literatura brasileira, de literatura infantil a romances, crônicas, peças de teatro e matérias jornalísticas.

Não deixe de conferir os demais volumes desta série!
Essa obra inclui:

- A Viúva Simões.
- A Falência.

Other books that might interest you

  • Telos: Livro Dois - Mensagem para a iluminação da humanidade em transformação - cover

    Telos: Livro Dois - Mensagem...

    Aurelia Louise Jones

    • 0
    • 3
    • 0
    Canalização de Adama, Sumo Sacerdote de Telos. Os livros Telos nos trazem de forma inédita os fatos narrados pelos sobreviventes de Lemúria e Atlântida, que desde o seu afundamento, há 12 mil anos, habitam o interior da Terra. Neste segundo livro, Adama e outros continuam a falar e romper os véus que embotam nossa percepção sobre a vida na superfície do planeta e o verdadeiro caminho da ascensão: a realidade sobre os efeitos das dependências químicas no desenvolvimento espiritual, a prática da rendição à vontade divina, o trabalho com a chama violeta para a transformação de nosso caminho evolutivo, a transição pela morte física, a comunidade intraterrena existente sob o Brasil, as perturbações finais na superfície neste tempo de transição, os grupos de seres que trabalham incógnitos para a cura da Mãe Terra e sustentação de nossa vida, entre outros temas. E como um maravilhoso “bônus de energia”, as crianças de Telos nos apresentam a brincadeira e a alegria como forma de vida para todas as idades. Conecte-se com a espiral de ascensão deste livro e observe as mudanças em seu coração e sua vida
    Show book
  • O Monge - Fantasias Urbanas - cover

    O Monge - Fantasias Urbanas

    José Roberto Vieira

    • 0
    • 0
    • 0
    'Conto publicado na coletânea ''Fantasias Urbanas'', é o segundo spin-off de ''O Baronato de Shoah: A Canção do Silêncio'' (2011), e conta a história de Tsutomo Yamaguchi, um soldado vindo do oriente de Nordara. Acusado de assassinar três sheyvet, ele vê suas chances de liberdade recaírem sobre uma jovem e inexperiente nookam, Syrah Vidocq, disposta a tudo para provar sua competência perante os mais importantes juízes imperiais.'
    Show book
  • Nativos - cover

    Nativos

    Carlos Orsi

    • 0
    • 0
    • 0
    Conto de ficção científica de Carlos Orsi, autor de As Dez Torres de Sangue. Num planeta infernal, diplomata tenta mediar acordo entre colonos humanos e o último alienígena.
    Show book
  • A Mulher que Escondeu Anne Frank - cover

    A Mulher que Escondeu Anne Frank

    Gold Miep Gies e Alison Leslie

    • 0
    • 0
    • 0
    Ao longo de mais de dois anos, Miep e o marido ajudaram a esconder judeus numa Holanda tomada pelos nazis. Como milhares de heróis desconhecidos do Holocausto, eles arriscaram diariamente a vida ao levar alimentos, livros, notícias e carinho às vítimas.
    
    Miep trabalhava como assistente de Otto Frank, o pai de Anne Frank, e tornara-se íntima da família. Ao longo de 25 meses, ela e o marido mantiveram a família Frank escondida no anexo de um prédio de Amesterdão até serem traídos por uma denúncia anónima. Quando a Gestapo invadiu o esconderijo, a 4 de agosto de 1944, e prendeu todos os seus ocupantes, deixou para trás o diário de Anne e outros dos seus escritos, em folhas soltas, Miep recolheu esses escritos na esperança de voltar a encontrar Anne e lhos poder entregar.
    
    Neste livro intemporal, Miep relembra esses dias tortuosos e fá-lo com uma clareza e uma emoção vívidas. A narrativa vai da sua própria infância, enquanto refugiada da Primeira Guerra Mundial, até ao momento em que entrega a Otto Frank - o único dos ocupantes do esconderijo a sobreviver ao Holocausto - o pequeno diário axadrezado. Até então, não fora lido por ninguém.
    Críticas
    «Um relato pungente e que irradia humanidade.»
    Elie Wiesel
    
    Críticas de imprensa
    «A sinceridade, humildade e coragem de Gies jamais deixarão de nos inspirar.»
    Show book
  • Pequenas ficções científicas - cover

    Pequenas ficções científicas

    Eduardo Frota

    • 0
    • 0
    • 0
    Com seus contos breves, 'Pequenas ficções científicas' promete levar todos para uma altura estratosférica – inclusive no sentido literal. Neste livro juvenil, que pode muito bem ser lido por adultos, Eduardo Frota mostra um vasto repertório, que envolve astronomia, física, literatura e música, passando desde Albert Einstein até Bonnie Tyler. Também apresenta com muito bom humor as aventuras e desventuras de Marcos, o personagem de todas as histórias, que simboliza todos os sonhos, esperanças, questionamentos e angústias diante da imensidão do universo.
    Show book
  • Joana D'Arc - cover

    Joana D'Arc

    Mark Twain

    • 0
    • 0
    • 0
    A vida de Joana d’Arc é única. Uma mera criança, ignorante, iletrada, uma pobre aldeã desconhecida e sem influência, encontrou uma grande nação acorrentada, indefesa e sem esperança sob domínio alheio, o Tesouro falido, os soldados desalentados e dispersos, o espírito entorpecido, a coragem morta no coração do povo graças a longos anos de ultraje e de opressão estrangeira e interna, o seu rei intimidado, resignado ao destino e preparando-se para abandonar o país; e ela pousou a mão sobre esta nação, este cadáver, que se ergueu e a seguiu.
    
    Levou-a de vitória em vitória, inverteu a maré da Guerra dos Cem Anos, estropiou fatalmente o poder inglês e recebeu o merecido título de «Libertadora de França». Quando resgatou o seu rei de uma vida dissoluta e lhe colocou a coroa na cabeça, recebeu recompensas e honras, mas recusou todas elas. Tudo o que estava disposta a aceitar - se o rei lho permitisse - era que a deixassem partir e regressar a casa na sua aldeia, cuidar novamente das ovelhas, sentir os braços da mãe à volta e viver para a servir e ajudar. O contraste entre Joana e o seu século - o mais brutal, o mais perverso, o mais podre da história - corresponde à diferença entre o dia e a noite.
    
    Ela foi sincera quando mentir era o falar comum dos homens; foi honesta quando a honestidade se tornara uma virtude perdida; cumpriu as promessas quando não estas eram esperadas de ninguém; foi firme quando se desconhecia a estabilidade, e honrada num tempo que esquecera a honra; foi um rochedo de convicções numa época em que os homens não acreditavam em nada e zombavam de tudo; foi de uma coragem destemida quando a esperança e a coragem haviam perecido nos corações da sua nação.
    
    Como recompensa, o rei de França, que ela coroara, deixou-se ficar indiferente, enquanto os padres franceses levavam a nobre criança, a mais inocente, a mais adorável de todas as eras, e a queimavam viva na fogueira.
    Show book