Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
7 melhores contos de Júlia Lopes de Almeida - cover

7 melhores contos de Júlia Lopes de Almeida

Júlia Lopes de Almeida, August Nemo

Publisher: Tacet Books

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Na coleção Sete Melhores Contos o crítico August Nemo apresenta autores que fazem parte da história da literatura em língua portuguesa. Neste volume temos Júlia Lopes de Almeida, uma escritora, cronista, teatróloga e abolicionista brasileira. Foi uma das idealizadoras da Academia Brasileira de Letras, mas na primeira reunião da ABL, seu nome foi excluído. Os fundadores optaram por manter a Academia exclusivamente masculina, da mesma forma que a Academia Francesa, que lhes servia de modelo. No lugar de Júlia Lopes entrou justamente o seu marido, Filinto de Almeida, que chegou a ser chamado de "acadêmico consorte".Os contos presentes nessa obra são: As Rosas.Os Porcos.Ânsia Eterna.O Caso de Ruth.A Caolha.O Futuro Presidente.A Nevrose da Cor.Conteúdo Bônus: A Mulher Brasileira, crônica de Júlia Lopes de Almeida.

Other books that might interest you

  • O homem que gostava dos russos - e outros contos - cover

    O homem que gostava dos russos -...

    Rafael Bassi

    • 0
    • 5
    • 0
    Rafael Bassi professa a fé nas narrativas. Mas sem perder o chão. Sabe que toda literatura deve fazer parte da vida, e que "não se aprende a pedir um chorizo lendo Proust". Suas histórias se passam em Buenos Aires, Paris, Porto Alegre, Curitiba. Nelas, gente célebre como Borges e Cortázar, Stálin e Putin, Coetzee e Anna Comnena, se mistura a uma galeria comovente de anônimos: um engenheiro fugido da Rússia, um suicida ferroviário, uma família unida na hora de se livrar de um cadáver, um enfermeiro sádico. Todos vivem a iminência de uma mudança. Esperam por algo, grandioso ou não, que lhes sirva de destino.
    Show book
  • Eles não moram mais aqui - cover

    Eles não moram mais aqui

    Ronaldo Cagiano

    • 0
    • 0
    • 0
    Eles não moram mais aqui, o 17o. livro do autor Ronaldo Cagiano, reúne dezasseis contos escritos ao longo de nove anos. Publicado em 2015 no seu país natal, o livro ganhou o Prémio Jabuti de 2016, um dos mais importantes prémios literários nacionais do Brasil. Nesta obra é possível encontrar belas referências aos grandes nomes da literatura mundial, como James Joyce, Rainer Maria Rilke, e especialmente da literatura brasileira, como Clarice Lispector, Nuno Ramos, Mário Faustino e Marçal Aquino. O texto de Cagiano não é descanso, não é placidez, não é um passeio de domingo em jardins floridos. A sua beleza está, justamente, no seu estilo bruto, na dissecação de dores e tormentas. Como o crítico, poeta e escritor André di Bernardi sugere, ao ler Cagiano damo-nos conta da fúria do tempo e de que 'somos literalmente tragados diante do fluxo furioso da vida'.
    Show book
  • Uma partida de Ténis de Alto Nível! - cover

    Uma partida de Ténis de Alto Nível!

    Martin Lundqvist, Joaquim Dias

    • 0
    • 0
    • 0
    Um relato humorístico sobre a falta de habilidade do autor no tênis e royalties limitados de traduções de livros.
    Show book
  • Somos todos cúmplices - cover

    Somos todos cúmplices

    Patrícia Rezende

    • 0
    • 0
    • 0
    Em seu primeiro livro de contos, Patrícia Almeida de Rezende se dedica a narrar os tantos casos de mulheres que, por algum motivo, têm sua vida engessada, em cada conto protagonizando uma Ana diferente que, de certa forma, se assemelha à Ana do conto anterior, como se estivéssemos em um emaranhado de personalidades múltiplas presas dentro de um único nome. Com uma narrativa que parece uma “bandeira agitada ao sabor dos ventos”, o intrigante livro de contos de Patrícia, Somos todos cúmplices coloca-nos como voyeurs no meio de mentiras e intrigas, situações de conflito e uma sensação de poeira grudada na pele, como verdadeiros cúmplices, pois cada mulher, cada Ana, é mesmo “um lugar na nuvem, inexistente no mapa geográfico” que luta – a cada página virada – para ser ouvida.
    Show book
  • Crônicas dos meus pés descalços ou de quando eu visitei o Inferno - cover

    Crônicas dos meus pés descalços...

    Marcelo Amado

    • 0
    • 0
    • 0
    A Morte tem o poder de encantar. Ela pode ser sedutora, fazer com que se apaixonem e realizem seus desejos mais intensos, terríveis. Essa dama elegante trabalha bem através de psicopatas, assassinos, demônios… E encanta nos textos poéticos de Marcelo Amado, nas suas loucuras internas depositadas nessas páginas. A Morte é caprichosa, zelosa. E quer você também, caro leitor. Aceite sua mão estendida, olhe em seus olhos sombrios, e sorria com ela. Não há escapatória.
    Show book
  • O Alienista - cover

    O Alienista

    Machado de Assis

    • 0
    • 1
    • 0
    Considerado por muitos como o maior escritor brasileiro de todos os tempos, Machado de Assis ganha sempre novas edições impressas e versões para os mais diferentes meios de expressão artística. Faltava apenas um Machado em áudio, em MP3, lido por um ator jovem e talentoso. Ator, violonista clássico e jornalista, RAFAEL CORTEZ atuou em peças infantis e adultas. Na televisão, iniciou sua carreira fazendo sucesso no programa CQC, da TV Bandeirantes. Neste audiolivro, a leitura de RAFAEL CORTEZ, que se diz "louco por Machado", é fluída, como se as palavras tivessem vivido dentro dele desde as primeiras leituras na escola, as releituras de adulto, desde sempre. Nos momentos decisivos da obra, RAFAEL CORTEZ encontra o melhor timbre e a entonação perfeita para deixar tudo bem claro para o ouvinte. Em O Alienista, Machado de Assis ironiza o conceito de loucura e o poder do conhecimento científico. No conto, o médico Simão Bacamarte funda um hospício e passa a internar nele todos aqueles que julga loucos. O procedimento leva a um desfecho inesperado. Esta obra, publicada entre 1881 e 1882, marcou o início da fase realista do autor e vem sendo lida por todas as gerações desde então. Com cerca de 2 horas de duração.
    Show book