Instant satisfaction for your thirst for knowledge!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Che Guevara - mito mídia e imaginário - cover

Che Guevara - mito mídia e imaginário

Juan Domingues

Publisher: EDIPUCRS

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

“Che Guevara é o maior mito latino-americano da segunda metade do século XX. Enfrentou o ‘sistema’, lutou por uma utopia, chegou ao poder com Fidel Castro, em Cuba, abandonou tudo para continuar sua busca da ‘libertação’ do resto da América Latina e foi executado, ainda jovem, na Bolívia. Um mito é sempre uma hiper-realidade, algo que se torna mais real do que real. A mídia tem um papel na hiper-realidade mítica contemporânea. A foto de Che Guevara morto, com as feições normalmente atribuídas a Jesus Cristo, Che, ‘o Cristo de Vallegrande’, continua correndo o mundo e atualizando o mito como algo mais real do que o real, aquilo que a ‘realidade’, a verdade histórica, não consegue desmanchar nem redimensionar.”
Juremir Machado da Silva

Other books that might interest you

  • Aplicação Da Pena - cover

    Aplicação Da Pena

    Ruy Rosado De Aguiar Jr.

    • 0
    • 0
    • 0
    Fruto da experiência forense e do magistério penal, especialmente dos cursos de preparação à magistratura, o presente livro tem o propósito de servir de auxiliar prático a todos os que se iniciam no estudo do Direito Penal. Está dividido em três partes: Sistema de penas, elementares e circunstâncias do crime, cálculo da pena. A nova edição procura se conformar com as novas leis as remissões são de precedentes jurisprudenciais, principalmente do STJ e do STF, devidamente atualizados.
    Show book
  • A notícia como fábula - realidade e ficção se confundem na mídia - cover

    A notícia como fábula -...

    Renato Modernell

    • 0
    • 1
    • 0
    Às vezes, a única coisa verdadeira num jornal é a data?, disse Luis Fernando Verissimo. Tomar ao pé da letra essa frase bem-humorada do cronista pode não ser um bom negócio. Porém, ainda mais temerário seria aceitar a hipótese oposta, ou seja, de que tudo acontece do jeito que o jornalista nos conta. Certos recursos de escrita e de edição aumentam tanto a temperatura do texto que provocam a fusão entre a fantasia e a realidade. Esse fenômeno misterioso, com seu toque de alquimia, é o que Renato Modernell investiga em A notícia como fábula.
    Show book
  • iridologia - Alterações Cardiológicas - Um Estudo Observacional - cover

    iridologia - Alterações...

    Gisele L’Abbate

    • 0
    • 1
    • 0
    Esta é uma obra inovadora, correlacionando sinais iridológicos com alterações cardiovasculares. Trata-se de um trabalho observacional realizado no Hospital São Francisco em Brasilia – Brasil, que pode ampliar formidavelmente, a propedêutica das alterações cardiovasculares do individuo, através da detecção dos referidos sinais iridológicos funcionando, dessa maneira, de forma profilática e preventiva.
    Show book
  • Democracia e crise - Estudos de Direito Constitucional e Filosofia Política - cover

    Democracia e crise - Estudos de...

    Juliana Cristine Diniz Campos,...

    • 0
    • 2
    • 0
    Os artigos reunidos nesta coletânea espelham a temática da crise e sua relação com a teoria constitucional contemporânea, sendo frutos dos debates da I Jornada de Direito Constitucional e Filosofia Política, evento promovido em dezembro de 2016 pelo Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Ceará. Organizados em três blocos temáticos, os artigos se debruçam sobre tópicos de história do direito constitucional brasileiro, algumas reflexões sobre teoria do direito e os fundamentos filosóficos do estado moderno, além de estudos sobre os desafios de efetividade relacionados à aplicação e ao reconhecimento dos direitos fundamentais a grupos minoritários ou vulneráveis.
    Show book
  • Habeas Verba Português para Juristas - cover

    Habeas Verba Português para...

    Adalberto José Kaspary

    • 0
    • 0
    • 0
    Habeas Verba: que saibas, que conheças, que domines as palavras, para usá-las com propriedade no exercício da atividade jurídica. Agora na décima edição, é o resultado de constantes estudos, pesquisas, reflexões e docência na área de linguagem jurídica. Sob aproximadamente cinco centenas de verbetes, desfilam termos, expressões e construções colhidos em textos jurídico-judiciários, doutrinários e normativos, em contratos e escrituras, em provas de composição jurídica em concursos, etc., sempre com explicações objetivas e exemplificação apropriada. As questões tratadas abrangem matérias relacionadas à terminologia e à etimologia, à grafia de palavras e expressões típicas do repertório léxico-jurídico, à sintaxe, à pontuação e ao estilo. Por isso mesmo, um instrumento indispensável para quem lida ou pretende lidar com matéria jurídica. É, enfim, uma garantia segura para o pleno e eficaz desempenho da profissão jurídica – porquanto o Direito se concebe, enuncia e exerce mediante palavras.
    Show book
  • Soberania Popular e Razão Política - Um confronto entre Habermas, Rawls e Taylor - cover

    Soberania Popular e Razão...

    Onelio Trucco

    • 1
    • 12
    • 0
    La cuestión en torno a la constitución de la soberanía origina, creemos, tres preguntas acerca el uso legítimo del poder: quién, cómo y por qué. Nos parece que en torno a estas tres preguntas, en una trama de diferenciaciones y matices que forman una red dispersa, se continúan articulando las respuestas de las diversas posiciones que en filosofía política intentan componer la diversidad con la unidad. La idea de democracia moderna nace con una sospecha sobre su viabilidad. Rousseau es el primero que formula esa precaución como problema central, Hegell la refina y Marx la radicaliza. Desde entonces deviene una sucesión de interrogantes que perduran hasta la actualidad. En este libro intentamos desarrollar una articulación de esas cuestiones en la actualidad, teniendo como centro la noción de soberanía popular, mediante la confrontación de tres posiciones acerca la democracia y la razón política. Esas tres posiciones son las de J. Habermas, J. Rawls y Ch. Taylor.
    Show book