Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Segredos Desvelados - Iberah e Anu Tea - cover

Segredos Desvelados - Iberah e Anu Tea

José Trigueirinho Netto

Publisher: Irdin Editora

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O estudo sobre a humanidade do passado, sua história, seu relacionamento com energias sutis, suas escolhas e sua queda, bem como as consequências do caminho da procriação sexuada por ela seguido, sempre suscitou interesse, já que nesse percurso encontram-se chaves para as etapas futuras do homem. Colhidas dos arquivos existentes nos níveis suprafísicos, novas revelações acerca desses mistérios são aqui apresentadas. Este livro aborda também o trabalho de Centros Planetários Espirituais, núcleos de energia aos quais estão coligadas as civilizações intraterrenas. Tais centros custodiam o contato do ser humano com verdades eternas e oferecem condições para que a Terra, em sua evolução, se encaminhe ao seu destino cósmico. A atuação de sete desses centros é de fundamental importância nos nossos dias: irradiam a energia que ativa as transformações que irão possibilitar a manifestação de uma nova Terra. Ademais, propiciam ao ser as Iniciações que lhe permitem superar limites humanos e terrestres e fundir-se em realidades sutis e imateriais. O processo iniciático, conforme está em vigor nesta época de transição, é aqui tratado de modo claro, em oferta aos que se dispõem a trilhar esses sagrados caminhos da vida interior.

Other books that might interest you

  • Marx e a Questão da Consciência - cover

    Marx e a Questão da Consciência

    Lucas Maia, Carlos Henrique...

    • 0
    • 0
    • 0
    A consciência, sob as mais variadas formas, tais como a ciência, a filosofia, o “senso comum”, a religião, sempre foram alvos de análises, reflexões, especialmente no âmbito da ciência e da filosofia. Marx foi um dos pensadores que mais desenvolveu análise da consciência e suas formas. A coletânea organizada por Marcus Gomes busca analisar elementos da teoria marxista da consciência. Assim, temas fundamentais no pensamento de Marx, como a ideologia, a dialética, a autoconsciência, o materialismo histórico, o conceito de consciência, a crítica do idealismo, entre outras relacionadas, são analisados a partir de uma perspectiva crítica que visa resgatar a análise marxista da consciência e livrá-la das deformações e simplificações que acometeram essa concepção. Essa é uma leitura importante para quem quer compreender Marx e a questão da consciência.
    Show book
  • Interrogando sobre maçonaria - cover

    Interrogando sobre maçonaria

    Joel Zarpellon Mazo

    • 0
    • 0
    • 0
    O fato deste desse livro intitular-se “Interrogando sobre a Maçonaria”, foi mais uma tentativa, entre tantas, de escrutinar a maçonaria e descortiná-la para uma visão do que de fato ela vem a ser, de uma forma direta e precisa, embora, somos sabedores que defini-la em apenas algumas linhas, consideramos como uma tarefa complicada e muito complexa.
    Show book
  • Cenas da História - Os Fatos que Modificaram os Rumos da Humanidade - cover

    Cenas da História - Os Fatos que...

    Marcelo Ribeiro

    • 0
    • 0
    • 0
    Este é um convite para o leitor voltar ao passado e conhecer momentos decisivos da história: o julgamento de Sócrates – a última grande conquista de Alexandre – Júlio César cruzando o Rubicão para conquistar Roma – Jesus pregando o Sermão da Montanha – como as águas que batizaram Clóvis fizeram nascer o reino da França? – por que foi construída a Basílica de São Pedro? – qual foi a mais brilhante das conquistas de Napoleão? – quem deu o maior golpe financeiro de todos os tempos? – o fim da Era Vitoriana e o nascimento do século XX – os combates aéreos do Barão Vermelho – como Londres resistiu aos bombardeios nazistas? – Gandhi levantando a Índia na Marcha do Sal – qual era o sonho de Martin Luther King? – o herói solitário que enfrentou uma fila de tanques de guerra na imagem que resume o século XX. Uma viagem no tempo, este livro é a janela pela qual essas e outras Cenas da História passarão diante de seus olhos.
    Show book
  • Ignácio Rangel - Obras reunidas vol1 - cover

    Ignácio Rangel - Obras reunidas...

    Ignácio Rangel, César (Org)...

    • 0
    • 0
    • 0
    Ignácio Rangel (1914-1994) foi o mais criativo e original analista da economia brasileira. Depois de participar da Revolução de 1930, integrou a Aliança Nacional Libertadora (ANL), colocada na ilegalidade em 1935. Na prisão, estudou história e economia como autodidata. Iniciou então uma revisão crítica das principais teses defendidas pela esquerda. Sempre se considerando um socialista, passou a buscar a especificidade do desenvolvimento brasileiro, recusando a simples adaptação de teorias importadas.
    
        Esse esforço o levou a construir um quadro analítico próprio, diferente de todas as correntes de pensamento então existentes. Enfrentou sozinho o debate. Usou de forma extremamente criativa ideias teóricas de Adam Smith, Karl Marx, John M. Keynes e Joseph Schumpeter. Defendeu a ousada hipótese de Nicolai Kondratiev, recusada pela escola soviética, de que o desenvolvimento capitalista obedece a ciclos longos, gerados pelas economias centrais, que são aquelas capazes de criar novas tecnologias. Incorporou essa hipótese como pano de fundo de sua reinterpretação da história do Brasil. Essa independência custou-lhe considerável solidão intelectual e tornou mais difícil a difusão de sua obra.
    
    
        A militância intelectual de Rangel se estendeu ao Instituto Superior de Estudos Brasileiros (Iseb), a centros universitários e ao Clube dos Economistas. Mas, além disso, ele foi também um homem de ação. Trabalhou em várias instituições decisivas para o surto de desenvolvimento que o Brasil experimentou no segundo após-guerra. Na assessoria econômica de Getúlio Vargas, ajudou a elaborar os projetos da Petrobras e da Eletrobras. Como chefe do Departamento Econômico do BNDE (hoje BNDES), participou da execução do Plano de Metas de Juscelino Kubitschek. No Conselho de Desenvolvimento, coordenou uma série de estudos e análises oficiais sobre a economia brasileira.
    
    
        As contribuições mais decisivas de Rangel podem ser agrupadas em cinco grandes temas: a hipótese da dualidade básica, os estudos sobre a dinâmica capitalista, a reinterpretação da inflação brasileira, o debate sobre a questão agrária e o papel do Estado na economia. O primeiro desses temas ocupa um lugar central no pensamento de Rangel, que mostra ali toda a sua originalidade. Quando "Dualidade básica da economia brasileira" foi publicada, Alberto Guerreiro Ramos assim reagiu: "O Autor descobriu a lei básica da formação econômica do Brasil."
    
    
        Rangel extrai consequências importantes da nossa condição periférica. Para ele, a dinâmica histórica brasileira se distingue dos casos clássicos porque os processos sociais, econômicos e políticos não decorrem apenas da interação entre desenvolvimento das forças produtivas e relações de produção internas ao país, mas também da evolução das relações que este mantém com as economias centrais. As relações externas são determinantes do desenvolvimento das forças produtivas internas e, consequentemente, também das relações de produção internas. Essa dupla determinação produziria uma dualidade estrutural na economia e na sociedade brasileiras, cujos movimentos relacionam-se aos ciclos longos de Kondratiev. A publicação da Obra Reunida de Ignácio Rangel, em dois alentados volumes, nos enche de orgulho.
    
    
                            César Benjamin
    Show book
  • Estudos de Federalismo e Guerra Fiscal: volume 2 - cover

    Estudos de Federalismo e Guerra...

    Carlos Alexandre De Azevedo...

    • 0
    • 1
    • 0
    A coletânea é composta de trabalhos desenvolvidos no Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu em Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), na linha de pesquisa “Finanças Públicas, Tributação e Desenvolvimento”, com o objetivo de manter a contribuição da Escola de Direito Financeiro da UERJ ao estudo do federalismo fiscal no Brasil.
    Show book
  • La indefinibilidad de ‘bueno’ en G E Moore: - una introducción a la ética de G E Moore - cover

    La indefinibilidad de ‘bueno’ en...

    Joaquim Clotet

    • 0
    • 0
    • 0
    Os brasões das Universidades aqui apresentados, Barcelona, Oxford, Cambridge e PUCRS, estão relacionados com a minha vida universitária como discente e como docente. Guardo delas ótimas recordações pelas quais serei sempre agradecido. As respectivas legendas, Perfundet omnia luce, Dominus Illuminatio mea, Hinc lucem et pocula sacra e Ad verum ducit, remetem à origem religiosa de algumas e representam um chamado a serem luz, a reconhecerem a excelência da ciência e a orientarem à verdade. As universidades continuam sendo hoje a Alma Mater, ou mãe nutriente, que não apenas alimenta os estudantes, mas conduz a sociedade para o desenvolvimento econômico, para a inovação científica, tecnológica e pedagógica, bem como para a prática de valores imprescindíveis como a paz, a justiça, a solidariedade e o respeito à natureza. A análise da linguagem da filosofia moral ou metaética, realizada por G. E. Moore, é luz que desvela a falácia naturalista, argumento contrário à verdade, no intuito de definir “bom” como conceito basilar da ética.
    Joaquim Clotet
    Show book