Don't put off till tomorrow the book you can read today!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Seguridade social e saúde - tendências e desafios - cover

Seguridade social e saúde - tendências e desafios

Jordeana Davi, Claudia Martiniano, Lucia Maria Patriota

Publisher: SciELO - EDUEPB

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

Este livro resulta desse processo e conta com a participação de docentes e discentes que integram o Grupo de Estudos, Pesquisas e Assessoria em Políticas Sociais (GEAPS) e o Núcleo de Estudos, Pesquisas e Práticas Sociais (NUPEPS). Apresenta discussões de grande importância para o Serviço Social, na medida em que se propõem refletir sobre Seguridade Social no Brasil, trazendo discussões mais amplas como: o financiamento e a mercantilizarão das políticas sociais; a trajetória histórica do controle social, especialmente no âmbito da saúde; e a gestão do trabalho no Sistema Único de Saúde (SUS) no contexto da reestruturação produtiva.Encontramos também nesta coletânea textos que apresentam resultados de investigação que tiveram por objetivo analisar de forma mais específica a realidade do município de Campina Grande (PB), no que se refere à implantação da Estratégia Saúde da Família, a partir da avaliação de profissionais da área; às concepções de aconselhamento de DST/Aids a gestantes por parte dos profissionais das Unidades Básicas de Saúde da Família; e às Organizações da Sociedade Civil de atendimento às pessoas com deficiência.

Other books that might interest you

  • Mulheres francesas engordam - E as outras também - cover

    Mulheres francesas engordam - E...

    Antonio Carlos Do Nascimento

    • 0
    • 0
    • 0
    Neste livro, o Dr. Antonio Carlos do Nascimento usa toda a sua experiência de médico e até de viajante e observador atento para mostrar por que o mundo todo está engordando. E como isso afeta as pessoas, como as deixa isoladas, como a genética age no peso, como está o tratamento farmacológico atual da obesidade, as dietas da moda, os distúrbios alimentares, além de textos que convidam o leitor a refletir sobre quilos a mais e a menos.
    Show book
  • Raça e classe no Brasil - cover

    Raça e classe no Brasil

    Fernanda Barros Dos Santos

    • 0
    • 1
    • 0
    Seria a sociedade brasileira uma sociedade multirracial de classes? No ímpeto de responder a este questionamento, o livro se debruça sobre o Projeto UNESCO (1950) e destaca duas importantes pesquisas acerca das relações raciais estabelecidas em São Paulo e na Bahia. Neste sentido, sob as lentes de Thales de Azevedo (1904-1995) e Florestan Fernandes (1920-1995) & Roger Bastide (1898-1974) foram vislumbradas as singularidades do ethos nacional. A partir das seguintes obras: “As elites de cor numa cidade brasileira - Um estudo de Ascensão social & Classes sociais e grupos de prestígio” (1953) - e “Relações Raciais entre Negros e Brancos em São Paulo” (1955) são capturadas as especificidades de nossa conformação social.
    Show book
  • Imagens institucionais da modernidade: - a educação profissional em Goiás (1910-1964) - cover

    Imagens institucionais da...

    Mauro Alves Pires

    • 0
    • 0
    • 0
    O ensino profissional na Primeira  República brasileira resumiu-se ao  modelo  concretizado nas Escolas de Aprendizes e Artíces. Elas foram criadas com o objetivo explícito de atender aos “desfavorecidos da fortuna”. No entanto, seu funcionamento se deu de outra maneira. Cabe-nos portanto, indagar como essa escola atendeu a esse público? E ainda se  foi ele,  realmente, o alvo de seu ensino?No caso particular da Escola de Aprendizes Artífices de Goiás a sua atuação, durante trinta anos na Cidade de Goiás, foi ignorada pelo discurso da modernidade que instaurou-se após 1930. Talvez por esse motivo, a história da educação em Goiás, praticamente ignora sua existência e manteve um silêncio sobre sua presença naquela cidade. Por isso, uma de nossas preocupações neste trabalho foi responder as indagações apresentadas anteriormente. E também compreender como esse modelo de escola se articulou com o modelo de educação proposto pela República velha.
    O período enfocado, neste texto, (1910-1964) é de destacada importância e significação para desvendar as origens do ensino profissional e sua evolução no Brasil, a partir de políticas públicas voltadas para a construção do arcabouço de uma moderna sociedade do trabalho.  O ano de 1910 é o ano em que foi inaugurada a Escola de Aprendizes e Artífices de Goiás e o ano de 1964 é tomado como o fim de um ciclo, pois a partir dele o ensino técnico passa por profundas mudanças que se refletem na organização e nas práticas das Escolas Técnicas Federais, que sucederam as Escolas de Aprendizes Artífices.
    Procuramos, também, compreender a racionalidade que subsidiou os discursos que justificaram a criação das Escolas de aprendizes e Artífices na chamada Primeira República. Para tal, levantamos o papel que essa racionalidade exerceu na definição dos discursos que tomavam a educação como tema.  Procuramos, ainda, identificar como o discurso da modernidade vai definir o fim das Escolas de Aprendizes e Artífices e ao mesmo tempo justificar a criação das Escolas Técnicas Federais.
    Show book
  • Epistemologias da história: verdade linguagem realidade interpretação e sentido na pós-modernidade - cover

    Epistemologias da história:...

    Gabriel Giannattasio, Rogério Ivano

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro aborda o fazer historiográfico produzido pelos próprios historiadores e os desdobramentos mais recentes da história. O objetivo principal é promover reflexões sobre ideias e métodos da história, colocando em primeiro plano os fundamentos que sustentam o valor do conhecimento histórico.
    Show book
  • Orando segundo as cartas de Paulo - cover

    Orando segundo as cartas de Paulo

    Elmer L. Towns

    • 0
    • 1
    • 0
    Somente o apóstolo Paulo poderia escrever tais palavras às igrejas primitivas e a todos os cristãos em todos os tempos. Você irá descobrir tanto sobre o amor, quanto a graça de Deus por meio de: Orando Segundo as Cartas de Paulo. nquanto descobre que a oração envolve mais que só o intelecto.
    
    O autor Elmer Towns estabelece as cenas em Corinto, Roma e Atenas de onde Paulo escreve as suas cartas inspiradas pelo Espírito Santo às igrejas, aos amigos e a você. Os ensinamentos de Paulo, admoestações, desafios e encorajamentos tocam os assuntos tão relevantes na contemporaneidade como nos tempos antigos incluindo: casamento, dons espirituais, ações judiciais, imoralidades sexuais, falsos mestres e a lei do amor. Essas cartas ganham vida quando você se assenta com Paulo enquanto ele escreve os livros de:
    
    - Romanos
    - 1 e 2 Coríntios
    - Gálatas
    - Efésios
    - Filipenses
    - Colossenses
    - 1 e 2 Tessalonicenses
    - 1 e 2 Timóteo
    - Filemom
    - Tito
    Show book
  • Favelas Cariocas: - Ontem e hoje - cover

    Favelas Cariocas: - Ontem e hoje

    Silva Author, Simões Author,...

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro é uma obra de fôlego, composta a partir de artigos de pesquisadores que participaram do colóquio “Aspectos Humanos da Favela Carioca: ontem e hoje”, realizado pelo Laboratório de Etnografia Metropolitana, no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LeMetro/IFCS-UFRJ), em maio de 2010. O colóquio e os artigos aqui reunidos são, ao mesmo tempo, uma homenagem ao cinquentenário da pesquisa pioneira da SAGMACS – realizada sob a coordenação do sociólogo José Arthur Rios e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, em 1960 –, e uma atualização da produção acadêmica sobre o tema neste início de século XXI, em plena era das chamadas cidades globais. Os autores que integram esta coletânea, oriundos de diversos campos disciplinares, evidenciam em seus trabalhos não apenas a ideologia urbana intervencionista e autoritária que vigorava à época — cuja marca maior é a política de remoção de populações —, mas revelam ainda que, mesmo nos dias de hoje, essa forma urbana chamada “favela” permanece fornecendo muitos elementos para acalorados e instigantes debates nas arenas públicas. Definida tecnicamente pelo IBGE como “aglomerado urbano subnormal”, a favela emerge no vocabulário da cidade — das letras de samba e funks às manchetes de jornais — por meio de curiosas metáforas e surpreendentes eufemismos.
    Show book