Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
O Grande Livro da Meditação - cover

O Grande Livro da Meditação

James Allen

Publisher: alma dos livros

  • 2
  • 2
  • 0

Summary

O Grande Livro da Meditação, de James Allen, é um autêntico guia no caminho da alma avançada. Numa era de discórdia, pressa, controvérsia religiosa, discussões acaloradas, rituais e cerimónias, surgiu com a sua mensagem de meditação, chamando os homens para longe do ruído e da querela das línguas e para os caminhos pacíficos da tranquilidade no seio das suas próprias almas, onde a luz que ilumina cada homem que vem ao mundo arde sempre firme e seguramente para todos os que viram os seus olhos cansados do conflito exterior para a quietude interior.

O livro deve ser sempre uma fortaleza de verdade espiritual e uma bênção para todos os que o lerem e, principalmente, para aqueles que o utilizarem para meditação diária. O seu grande poder jaz no facto de ser o coração de um homem bom que viveu cada palavra que escreveu.
Available since: 05/13/2019.

Other books that might interest you

  • O Pequeno Livro da Serenidade - cover

    O Pequeno Livro da Serenidade

    James Allen

    • 0
    • 0
    • 0
    A ARTE DE ENCONTRAR A LUZ QUE TEMOS DENTRO DE NÓS
    
    James Allen continua a ser um dos autores mais vendidos e respeitados na área da inspiração e espiritualidade. Nesta obra, mostra-nos como o caminho para a serenidade – a verdadeira paz e a realização interior – começa sempre dentro de cada um.
    Este livro comovedor apazigua a nossa alma, revelando-nos o caminho simples, mas frequentemente esquecido, ao encontro da alegria e paz de espírito. Para James Allen, uma pessoa encontra a serenidade interior e começa a desenvolver poder quando, controlando os seus impulsos e inclinações egoístas, se apoia na consciência mais cal- ma e elevada que existe dentro de si e começa a firmar a sua vida num princípio indestrutível.
    Confie no seu próprio julgamento; seja fiel à sua consciência; siga a Luz que está dentro de si; todas as luzes exteriores não passam de fogos-fátuos. Afaste-se da tirania dos costumes, da tradição, das convenções e da opinião dos outros. A vida é muito breve para não ser vivida por inteiro. Abandone o medo, esqueça o fracasso e aprenda a ser feliz.
    
    «Clássico, bonito e com uma mensagem eternamente comovente.» New Yorker
    
    «Há esperança e certeza na nossa busca contínua por reconhecer que a iluminação já existe dentro de cada um de nós, e é aqui que reside a beleza das palavras escritas por James Allen.» Goodreads
    Show book
  • O Advogado e o imperador - A história de um herói brasileiro - cover

    O Advogado e o imperador - A...

    Gilberto Abreu Sodré Carvalho

    • 0
    • 0
    • 0
    A condição degradante dos negros no Brasil do século XIX, após três séculos de escravidão, cujos reflexos ainda hoje estão presentes em nossa sociedade, é retratada numa prosa poética bastante singular em O advogado e o imperador - A história de um herói brasileiro. Seu autor recria neste romance histórico a vida do abolicionista Luiz Gama e o coloca no lugar de protagonista como um herói brasileiro. O processo que levou à abolição da escravatura é um tema muito atual e pertinente, que merece ser revisto e discutido. A relação entre Luiz Gama e o imperador Dom Pedro II coloca em foco questões como liberdade e justiça social. Mais do que isso, aponta também a omissão do imperador em relação à questão escrava e à criação de um projeto de país que incluísse todas as pessoas.O abolicionista Luiz Gama e o imperador Filho de mulher negra livre e homem branco, Luiz foi vendido como escravo pelo próprio pai aos dez anos de idade. Aprendeu várias profissões e exerceu a advocacia sem nunca ter-se formado advogado. Ele acreditava que o Brasil só poderia se desenvolver e ser um país justo quando toda a população recebesse a mesma educação e tivesse as mesmas oportunidades sociais e de trabalho. Sabia que a abolição da escravatura não seria a solução, mas um primeiro passo para uma sociedade mais justa. Considerado um eficaz tribuno da liberdade, ainda hoje seu pensamento é importante para a compreensão das fragilidades sociais do Brasil. Segundo o autor, Dom Pedro II representava o passado, acreditava no escravismo como um 'mal necessário' e tinha a clara intenção de 'branquear' a população brasileira. Acreditava que trazer imigrantes europeus brancos seria uma estratégia de governo para ajudar a dizimar a população negra analfabeta e desassistida, que estaria ainda mais fragilizada após a inevitável abolição da escravatura, exigida pelos britânicos e pelo mundo civilizado em geral. Para o Imperador, os brancos vindos da Europa substituiriam, com vantagem, os negros brasileiros como mão de obra. E estes sucumbiriam com o tempo.
    Show book
  • Um imigrante brasileiro em Londres - Da zona de conforto à entrevista de imigração - cover

    Um imigrante brasileiro em...

    J. Nascimento

    • 0
    • 0
    • 0
    A trilogia "Um imigrante brasileiro em Londres" apresenta a história de João do Nascimento, um baiano bem-humorado que trabalha em um aeroporto e sente que a sua vida o espera fora do Brasil. No primeiro livro, com o panorama da infância e adolescência carentes de bens materiais, mas cheias de amor e entendimento familiar, João conta a sua trajetória, desde Salvador, sua terra natal,  até o balcão da zona de imigração de Londres, onde um oficial de fronteiras testará os limites da sua coragem e da sua fé no futuro.
    Show book
  • Maria Montessori e a Escola da Vida - cover

    Maria Montessori e a Escola da Vida

    Laura Baldini

    • 0
    • 0
    • 0
    A HISTÓRIA DE MARIA MONTESSORI. UMA MULHER EXTRAORDINÁRIA QUE DESAFIOU AS CONVENÇÕES DO SEU TEMPO E QUE NUNCA DEIXOU DE LUTAR PELOS SEUS SONHOS.
    
    Com mais de 100 mil exemplares vendidos só na Alemanha, esta é uma das poucas obras que exploram a vida e os mistérios desta mulher excecional.
    Roma, 1896. A jovem Maria Montessori torna-se a primeira mulher em Itália a formar-se em medicina. Desde muito cedo que havia decidido não seguir o caminho que a sociedade esperava das mulheres no seu tempo.
    Numa visita à ala psiquiátrica de um hospital, fica desconcertada ao contactar com um grupo de crianças que ali vive. Na sala, melancólica, impera um silêncio aterrador. Os rostos das crianças voltam-se para ela, desesperadamente tristes.
    Montessori decide intervir e fazer algo por elas. Vencendo a resistência dos demais, consegue oferecer-lhes alguns objetos para brincarem com a intenção de aguçar a sua curiosidade. Subitamente, aquelas crianças parecem ganhar vida. Os médicos que a acompanham ficam estupefactos com a transformação que ocorre diante dos seus olhos.
    Este evento singular vai mudar a vida de Montessori para sempre. Assim se dá o início de uma carreira inédita na área da pedagogia, contra todas as barreiras sociais impostas pela época em que vive. Corajosa, forte e única, Montessori enfrenta todos os obstáculos, e consegue estabelecer o seu método e operar uma verdadeira revolução. O seu desafio torna-se maior, porém, ao apaixonar-se por um colega, e ao ser confrontada com a decisão mais difícil de toda a sua vida.
    
    «Uma escrita hábil que desperta sensações com a narração sublime de pessoas, paisagens e cidades.» Goodreads
    Show book
  • O Executor - cover

    O Executor

    Helmut Ortner

    • 0
    • 0
    • 0
    Envolto em mistério até aos nossos dias, o nome do juiz Roland Freisler está fortemente ligado ao sistema judicial da Alemanha nazi. Além de de Secretário de Estado do Ministério da Justiça do Reich, Freisler foi o presidente do Tribunal do Povo — o homem diretamente responsável por milhares de sentenças de morte. 
    O Tribunal do Povo nazi escreveu um dos capítulos mais sombrios da história alemã, já que foi o tribunal que decretou a maioria das sentenças de morte na Alemanha de Hitler e tinha apenas uma função: liquidar toda a oposição ao regime de Hitler. 
    Os interrogatórios do Tribunal do Povo eram filmados com a intenção de se usarem posteriormente as imagens como propaganda. Quase todos os réus eram considerados culpados e condenados à morte por enforcamento, com as sentenças executadas no prazo de duas horas após a aprovação dos veredictos.
    O domínio das leis e a destreza verbal nos tribunais fizeram de Roland Freisler o juiz mais temido do terceiro Reich. Nos seus interrogatórios, alternava entre a frieza e a ação metódica com a impulsividade, os gritos e furiosas exaltações teatrais exercidas contra os réus.
    Esta é a história, manchada de sangue, de um juiz implacável, numa época sem piedade, uma personagem enigmática, terrível e desprovida de coração, que foi morta em fevereiro de 1945 durante um ataque aéreo dos Aliados.
    
    Críticas de imprensa
    «Helmut Ortner descreve na perfeição o demónio Freisler e o mundo de terror nazi.»
    Der Spiegel
    
    «O Executor de Helmut Ortner é de leitura obrigatória para todos os amantes de História.» 
    Neues Deutschland
    
    «O livro de Ortner expõe toda uma elite alemã que não perdeu relevância, mesmo depois de passados muitos anos desde o fim da Segunda Guerra Mundial.» 
    Literaturkritik.de
    Show book
  • Eu não vim do macaco! - cover

    Eu não vim do macaco!

    Zeca Werneck

    • 0
    • 0
    • 0
    O livro é sobre a história do empresário carioca Zeca Werneck de 54 anos, que transformou completamente a sua vida após uma intensa busca espiritual. Apesar de ser bem-sucedido na sua área e supostamente ter alcançado sucesso, uma angústia o acompanhava sempre. Acabou desenvolvendo um forte alcoolismo e quando se divorciou, aos 50 anos, foi buscar respostas para suas dúvidas existenciais e angústias em Alto Paraíso, cidade mística no interior de Goiás. Lá encontrou um guru espiritual que o ajudou a curar o alcoolismo e descobrir um novo propósito para sua vida.
    Show book