The perfect plan for booklovers!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Violência escolar - cover

Violência escolar

Jadir Cirqueira De Souza

Publisher: Pillares

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

A presente obra não traz respostas definitivas, acabadas ou conclusivas sobre as formas de conhecer ou, pelo menos, controlar a violência que ocorre nas escolas públicas e privadas brasileiras. Visa, na essência, a estabelecer a direta ligação entre o Direito e a Educação na perspectiva da violência escolar em suas multifacetadas formas, meios, causas e consequências.
Aliás, discute os temas com o objetivo de contribuir com a melhoria da qualidade da educação, ao levar em consideração a necessidade de aglutinar os instrumentos e técnicas pedagógicas aos paradigmas legais existentes, sem, no entanto, trazer soluções definitivas sobre assuntos tão complexos, amplos e controvertidos.
A principal proposta do livro é discutir a qualidade da educação a partir do funcionamento de um eficiente sistema de proteção infantojuvenil, o qual agregue os fundamentos científicos da Educação e do Direito, indissociáveis para a melhor qualidade de vida em sociedade e, acima de tudo, nas escolas, seguramente um dos pilares da cidadania, como uma das formas válidas de controle da violência escolar.

Other books that might interest you

  • Contos para Velhos - cover

    Contos para Velhos

    Olavo Bilac

    • 0
    • 1
    • 0
    Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac foi um jornalista e poeta brasileiro, membro fundador da Academia Brasileira de Letras. Criou a cadeira 15, cujo patrono é Gonçalves Dias. Sua obra compreende além de poemas, textos publicitários, crônicas, livros escolares e poesias satíricas. Foi considerado na sua época, o "Príncipe dos Poetas Brasileiros".Juntamente com Alberto de Oliveira e Raimundo Correia, foi a maior liderança e expressão do Parnasianismo no Brasil, constituindo a chamada Tríade Parnasiana. A publicação de Poesias, em 1888 rendeu-lhe a consagração. "Contos para Velhos" é uma coletânea de poemas e pequenas histórias de tema adulto, publicada sob o pseudônimo "Bob".(Sumário escrito por Vicente)
    Show book
  • Os bastidores da verdade - cover

    Os bastidores da verdade

    Tobias G. Alte

    • 0
    • 0
    • 0
    Neste romance policial ao gosto de um thriller psicanalítico intitulado 'Os bastidores da verdade', o autor, também personagem Tobias G. Alte, acompanha os protagonistas que buscam desvendar, com as ferramentas policiais e da psicologia, o assassinato de um executivo corporativo. Como o autor revela, a investigação policial assemelha-se à psicanálise, por ser uma laboriosa averiguação sobre as provas visíveis da prática de um crime, em que têm de deslindar-se indícios, suspeitas, personalidade, comportamentos e motivos, a fim de objetivar motivo, enredo e modus operandi dos participantes no processo – ou crime – em causa. A observação do visível, assim como no divã de um analista, é assistida pelo raciocínio hipotético-dedutivo e pela perícia científica, até ao limiar do invisível, fronteira do inconsciente que a intuição avizinha.
    Show book
  • Contos volume 3 - cover

    Contos volume 3

    Artur de Azevedo

    • 0
    • 0
    • 0
    Artur Azevedo foi um dos principais autores de teatro no Brasil do século XIX. Dando continuidade à obra de Martins Pena, consolidou a comédia de costumes brasileira, sendo no país o principal autor do teatro de revista, em sua primeira fase. Sua atividade jornalística foi intensa, devendo-se a ele a publicação de uma série de revistas, além da fundação de alguns jornais cariocas. Ficou também conhecido por suas crônicas e s, sempre cheios de humor. Este é o terceiro volume da coleção de Artur Azevedo, criada pelos voluntários do LibriVox. (Sumário adaptado da Wikipedia por Leni)
    Show book
  • Alerta Vermelho: Confronto Letal (Um Thriller de Luke Stone – Livro #1) - cover

    Alerta Vermelho: Confronto Letal...

    Jack Mars

    • 0
    • 6
    • 0
    Quando resíduos nucleares são roubados a meio da noite de um hospital de Nova Iorque por um grupo de jiadistas, a polícia, numa corrida desesperada contra o tempo, chama o FBI. Luke Stone, membro proeminente de um departamento secreto e de elite do FBI, é o único homem que os pode ajudar. Luke chega rapidamente à conclusão de que o principal objetivo dos terroristas é criar uma bomba suja e usá-la num alvo relevante num prazo de 48 horas.
    
    Segue-se uma incansável perseguição que opõe os mais perspicazes agentes ao serviço do Governo americano e os mais sofisticados terroristas. Informações fiáveis permitem ao Agente Stone juntar as peças de um intrincado quebra-cabeças e compreender que está perante uma imensa conspiração e que o alvo a atingir é ainda mais relevante do que poderia inicialmente imaginar, numa jornada que o conduzirá até ao Presidente dos Estados Unidos.
    
    Com Luke falsamente acusado do crime, a equipa ameaçada e a própria família em perigo, o risco não podia ser maior. Mas enquanto antigo comando das forças especiais, Luke já estivera em situações complexas e não vai desistir de desmascarar os responsáveis pela conspiração, utilizando todos os meios ao seu alcance num confronto que se adivinha letal.
    
    As reviravoltas sucedem-se enquanto um homem tem de enfrentar um exército de obstáculos e maquinações, levando-o ao limite e culminando num clímax impressionante.
    
    Um thriller político com ação desconcertante, cenários internacionais dramáticos e suspense infindável, ALERTA VERMELHO: CONFRONTO LETAL marca o início de uma nova série explosiva viciante que o vai manter acordado até altas horas da madrugada.
    O Livro #2 da série Luke Stone estará em breve disponível.
    Show book
  • A rapariga nova - cover

    A rapariga nova

    Daniel Silva

    • 0
    • 0
    • 0
    A RAPARIGA NOVA: ORA SE VÊ ORA NÃO SE VÊ.
    Num elitista colégio particular suíço, o mistério rodeia a identidade de uma rapariga de cabelo preto que chega todas as manhãs acompanhada por uma escolta digna de um chefe de Estado. Na verdade, o seu pai é Khalid bin Mohammed, o difamado príncipe herdeiro da Arábia Saudita. E, quando a sua única filha é sequestrada, recorre ao único homem capaz de a encontrar antes que seja tarde demais.
    O que está feito, não pode ser desfeito…
    Gabriel Allon, o lendário chefe dos serviços secretos israelitas considera Khalid um colaborador valioso, mas do qual não se fia, na guerra contra o terror. O príncipe comprometeu-se a quebrar o vínculo estreito que une a Arábia Saudita com o Islamismo radical. Juntos vão arquitetar uma aliança precaria numa guerra secreta pelo controlo do Médio Oriente. Ambos os homens têm numerosos inimigos. E ambos têm tudo a perder.
    Do autor mais vendido do The New York Times, chega-nos um magnífico thriller novo de engano, traição e vingança.
    "Um mestre da ficção de espionagem."
    Booklist
    "Daniel Silva tem poucos rivais no âmbito das historias de espiões de sucesso garantido."
    The Age
    "Literatura de ação de primeiro nível."
    Kirkus Reviews
    "Outra joia para a deslumbrante coroa do mestre da literatura de espionagem..."
    Booklist
    "Excelente... sentir-se-ão cativados tanto pela história como pelas intrigas assaz atuais com que Silva joga com delicadeza."
    Publishers Weekly
    "A outra mulher é desde já um clásico que consagra Daniel Silva como um dos melhores romancistas de espionagem que o género alguma vez conheceu."
    CrimeReads
    "São perfeitas as descrições do califado do ISIS, da ameaça do terrorismo e de Marrocos como exportador de haxixe e jihadistas."
    La Razón sobre Casa de espiões
    "De todos os escritores de intriga internacional e suspense da atualidade, Daniel Silva é simplesmente o melhor."
    Kansas City Star
    Show book
  • A fronteira - cover

    A fronteira

    Don Winslow

    • 0
    • 1
    • 0
    A guerra chegou a casa.
    Há quarenta anos que Art Keller está na primeira linha de fogo do conflito mais longo da história dos EUA: a guerra contra a droga. A sua obsessão por derrotar o chefe mais poderoso, mais rico e mais letal do mundo, o líder do cartel de Sinaloa, Adán Barrera, causou-lhe cicatrizes físicas e mentais, teve de se despedir de pessoas que amava e até perdeu parte da sua alma.
    Agora, Keller é o diretor da DEA e descobre que, ao destruir o monstro, surgiram outros trinta que estão a causar ainda mais caos e destruição no seu amado México. Porém, isso não é tudo.
    O legado de Barrera é uma epidemia de heroína que está a assolar os EUA. Keller atira-se de cabeça para travar este fluxo mortal, mas encontrar-se-á rodeado de inimigos, pessoas que querem matá-lo, políticos que querem destruí-lo e ainda pior: uma nova administração que está envolvida com os traficantes de drogas que Keller quer destruir.
    Art Keller está em guerra não só com os cartéis, mas com o seu próprio governo. A longa luta ensinou-lhe mais do que alguma vez imaginara e, agora, aprenderá a última lição: não há fronteiras.
    "O novo romance de Don Winslow é um contrabando de 'droga muito pura' a cujo lado, a serie The Wire parece um entretenimento inócuo."
    Ismael Marinero, El Mundo, sobre Cartel
    "Intensamente humano nos seus detalhes trágicos, extremamente shakespeariano na sua envergadura épica. Provavelmente, o melhor romance sobre polícias alguma vez escrito."
    Lee Child, sobre Corrupção
    "Corrupção: tão bom como O Padrinho, mas com agentes da lei."
    Stephen King
    "Não há um objetivo maior para um escritor do que conseguir entreter e, ao mesmo tempo, ensinar. Winslow tem-no no ADN. É um mestre."
    Michael Connelly
    "É a Guerra e Paz das guerras contra o narcotráfico. Brutal, selvaticamente ambientado, tenso, com uma trama incrível e algo que fica profundamente gravado."
    James Ellroy, sobre Cartel
    "Há algo trágico em Cartel: a inevitabilidade do mal, semelhante à fatalidade que forçava os passos dos heróis homéricos, aqui implícito na natureza de uma batalha infame em que o cavalo de Troia diminui até se tornar um par de botas de pele de cobra feitas à mão."
    Justo Navarro, El País
    Show book