Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Contos fantásticos de Amor e Sexo - cover

Contos fantásticos de Amor e Sexo

Honoré de Balzac, Samuel R. Delany, Robert Silverberg, Greg Egan, John Crowley, Ruth Rendell, Fausto Cunha, Willian M. Lee

Translator Júlio Silveira

Publisher: Ímã Editorial

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Escritores do século 18 ao 20, entre escritores clássicos e renovadores da Ficção Científica, criam contos em que o amor e o sexo vencem os limites do tempo e da morte e onde máquinas estendem para além do imaginável as paixões e os prazeres.
Available since: 10/31/2018.

Other books that might interest you

  • Meu ponto cego - cover

    Meu ponto cego

    Luciana Palma

    • 0
    • 0
    • 0
    Caterina é uma jovem fotógrafa que trabalha com modelos em seu estúdio e faz fotos de eventos. Na adolescência, foi com sua família para Portugal, onde sofreu, por um ano, assédio sexual na escola em que estudava. Por não ter superado o trauma, tem dificuldade de se relacionar afetivamente com homens e, por isso, faz terapia com frequência. 
    Uma noite, após ter um pesadelo com os garotos que a assediavam na escola, decide ir ao Terraço Itália para “espantar seus fantasmas” (como gosta de dizer). Lá, um garçom que a conhece e a vê chorar ao observar a paisagem da cidade, sugere a uma outra cliente que vá conversar com Caterina na área aberta do restaurante para tentar confortá-la. 
    Debbie é uma cantora americana e é deficiente visual. Está há onze anos no Brasil e nunca teve vontade de aprender português. É muito espontânea e divertida, e topa na hora a proposta do Sr. Carlos. Ao conhecer Caterina no terraço, entretanto, encanta-se com a moça e convida-a para tomar um drinque em sua mesa. 
    O que nenhuma das duas mulheres consegue imaginar é que o destino não as uniu nesse dia apenas para tomar uma bebida e “espantar fantasmas” em um lugar chique de São Paulo. 
    Ao se separar repentinamente de Debbie naquela noite devido a uma imensa sensação de estranhamento, Caterina poderia jurar que as duas nunca mais voltariam a se ver, mas é surpreendida pouco tempo depois por uma coincidência que vai mudar drasticamente seu futuro.
    Show book
  • Anormal - Erótica Fantástica - cover

    Anormal - Erótica Fantástica

    Ana C. Nunes

    • 0
    • 0
    • 0
    Conto de Ana C. Nunes que faz parte da antologia Erótica Fantástica v. II. Uma nova vampira normalmente tem apenas duas coisas com que se preocupar: não apanhar sol e beber sangue regularmente. Infelizmente Marta tem mais dois problemas agora que é vampira: faltam-lhes as presas e tem o Chefe dos Vampiros atrás de si.
    Show book
  • O doce veneno do escorpião - cover

    O doce veneno do escorpião

    Bruna Surfistinha

    • 0
    • 0
    • 0
    Not Yet Available
    Show book
  • O lado bom de ser traída – edição do filme - Com o prólogo de Caleidoscópio - cover

    O lado bom de ser traída –...

    Sue Hecker

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta é uma edição especial do audiolivro que inspirou o sucesso da Netflix! E para comemorar o lançamento do filme, esta edição inclui uma faixa bônus: o prólogo do audiolivro Caleidoscópio, obra de Sue Hecker ainda inédita em formato áudio.O Lado Bom de Ser Traída conta a história de Bárbara. Bonita, jovem, bem-sucedida e apaixonada pelo noivo, sua é completa e plena. Mas tudo muda no dia em que ela descobre uma foto dele ao lado de uma mulher que também se intitula sua noiva. Em um piscar de olhos, o mundo de Bárbara desmorona.Decidida a não se entregar à depressão, ela dá a volta por cima. Renova o visual e adota posturas dignas de uma verdadeira mulher empoderada.Ao longo da transformação, o destino coloca em seu caminho Marco, um juiz pecaminosamente tentador. Basta trocarem um olhar para ambos serem dominados por uma tensão sexual ardente. Resta saber se Bárbara mudou o suficiente para se entregar sem amarras a uma nova paixão. E aproveitar o lado bom de ser traída.Um dos maiores sucessos da carreira literária de Sue Hecker, "O lado bom de ser traída" faz parte da série "Mosaico". Agora também lançado em audiolivro pela Pop Stories, "O lado bom de ser traída" é um presente para os fãs da obra, que poderão experimentar uma nova forma de vivenciar essa história irresistível!Sobre a autoraSUE HECKER nasceu em São Bernardo do Campo, São Paulo. Além de ser diplomada em pedagogia, a autora também trabalha como estilista. Apaixonada pelos romances desde sempre, Sue se consagrou como escritora com o lançamento em e-book de "O Lado Bom de Ser Traída". O título superou a marca de 16 milhões de leituras na internet. Com mais de 15 títulos publicados, Sue divide seu tempo entre a criação de novas histórias e a administração de sua grife de acessórios infantis ao lado do marido.
    Show book
  • Glicínias Suspensas - Erótica Fantástica - cover

    Glicínias Suspensas - Erótica...

    Antonio Luiz M. C. Costa

    • 0
    • 0
    • 0
    Conto de Antonio Luiz M. C. Costa, editor de política internacional da Carta Capital e autor Crônicas de Atlântida - O tabuleiro dos deuses, para o projeto Erótica Fantástica. Vendida por pais endividados a um dos maiores bordéis de Atlântida, Tita descobre que ser prostituta na cidade mais opulenta e lasciva do mundo não é uma vida fácil de jeito nenhum. Mas ela tem que estar à altura do desafio, pois a alternativa é bem pior.
    Show book
  • Guia de sexo terrestre para a alienígena solteira - Erótica Fantástica - cover

    Guia de sexo terrestre para a...

    Gerson Lodi-Ribeiro

    • 0
    • 0
    • 0
    Ensaio de Gerson Lodi-Ribeiro que faz parte da antologia Erótica Fantástica v. II. O tema recorrente do sexo com extra-humanos, quer sob forma de alienígenas, máquinas ou monstros sobrenaturais, representa em sua essência mais fundamental o amálgama de temor e desejo pelo outro, pelo diferente. Medo e desejo pelo extra-humano constituiriam, então, manifestações subliminares da compulsão de experimentar prazeres e riscos inerentes à capacidade sexual sobre-humana. É possível traçar uma analogia dessa fusão ambígua de medo e desejo com o misto de medo e curiosidade estereotipados que o colonizador europeu nutria em relação às práticas sexuais dos selvagens e, sobretudo, às práticas sexuais com os selvagens.
    Show book