As many books as you want!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Imprensa comunicações e ditaduras na Argentina e no Brasil: - narrativas de um presente sombrio e lutas por memórias públicas - cover

Imprensa comunicações e ditaduras na Argentina e no Brasil: - narrativas de um presente sombrio e lutas por memórias públicas

Helder Gordim Da Silveira, Micaela Iturralde

Publisher: EDIPUCRS

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O conceito de imprensa de massa é compreendido como um conjunto heterogêneo e complexo de órgãos componentes dos meios de comunica¬ção social inseridos nos campos cultural e político. A reunião de estudos que compõem este livro objetiva contribuir, nesse sentido, para o debate e a produção de conhecimento acerca das variadas relações entre a imprensa de massa e os contextos de implantação, desenvolvimento histórico e crise transicional dos regimes ditatoriais de exceção, que se instituíram ao longo das décadas de 1960 a 1980 na Argentina e no Brasil. Busca-se, também, empreender uma abordagem de caráter multidisciplinar em torno desse tema central, reunindo e pondo em diálogo diferentes pesquisas acadêmicas, oriundas da História, da Sociologia e da Comunicação Social

Other books that might interest you

  • Favelas Cariocas: - Ontem e hoje - cover

    Favelas Cariocas: - Ontem e hoje

    Silva Author, Simões Author,...

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro é uma obra de fôlego, composta a partir de artigos de pesquisadores que participaram do colóquio “Aspectos Humanos da Favela Carioca: ontem e hoje”, realizado pelo Laboratório de Etnografia Metropolitana, no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (LeMetro/IFCS-UFRJ), em maio de 2010. O colóquio e os artigos aqui reunidos são, ao mesmo tempo, uma homenagem ao cinquentenário da pesquisa pioneira da SAGMACS – realizada sob a coordenação do sociólogo José Arthur Rios e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, em 1960 –, e uma atualização da produção acadêmica sobre o tema neste início de século XXI, em plena era das chamadas cidades globais. Os autores que integram esta coletânea, oriundos de diversos campos disciplinares, evidenciam em seus trabalhos não apenas a ideologia urbana intervencionista e autoritária que vigorava à época — cuja marca maior é a política de remoção de populações —, mas revelam ainda que, mesmo nos dias de hoje, essa forma urbana chamada “favela” permanece fornecendo muitos elementos para acalorados e instigantes debates nas arenas públicas. Definida tecnicamente pelo IBGE como “aglomerado urbano subnormal”, a favela emerge no vocabulário da cidade — das letras de samba e funks às manchetes de jornais — por meio de curiosas metáforas e surpreendentes eufemismos.
    Show book
  • Cartografias da paragem - cover

    Cartografias da paragem

    Maria Isabel Mendes De Almeida

    • 0
    • 0
    • 0
    É um privilégio testemunhar a inteligência criativa em ação, desnaturalizando o senso comum conservador e desconstituindo, com minuciosa observação e reflexão aguda, as concepções nostálgicas e preconceituosas sobre a juventude. É excitante, e libertador, encontrar um livro, este, refratário à retórica bolorenta dos críticos de comportamentos, relações, discursos e valores que não entendem, nem têm coragem de provar (no duplo sentido do verbo). Mudanças assustam e angustiam, porque relativizam não apenas crenças correntes como formas de vida tradicionais. É preciso compreender com abertura e sofisticação a “desmobilização”, a busca de retiros, alimentos orgânicos, dietas especiais, novas linguagens para dar conta de si, dos outros e da natureza. É necessário decifrar o sentido da incompatibilidade com a estrutura econômica norteada pela expectativa ansiosa de progresso e crescimento ilimitado.
    Show book
  • Caminhada - Ensaios de Henry David Thoreau - cover

    Caminhada - Ensaios de Henry...

    Henry James

    • 0
    • 1
    • 0
    Em seu livro Caminhada, Henry David Thoreau nos convida a viver na Natureza e a preservá-la. 
    
    É um verdadeiro manual para aqueles que desejam se embrenhar na natureza em busca de silêncio e paz para a alma cansada da correria e do barulho ensurdecedor da sociedade.
     
    Thoreau nos desafia á entender que o homem faz parte da Natureza, sendo o homem um dos aspectos mais importantes de sua manifestação.
     
    Caminhada foi inicialmente apresentado em uma de suas palestras em 1851 com o título de "The Wild" e publicado como ensaio anos depois de sua morte com o titulo "Walking."
    
    Sua mensagem poética e cheia de beleza continua atual e, suas palavras servem de inspiração para escritores, ambientalistas e amantes da natureza por todo o mundo.
    Show book
  • Terra - História de amor - cover

    Terra - História de amor

    Marizia Cezar

    • 0
    • 0
    • 0
    INCLUSÃO NO PLANETA - Pela Arte e pela Comunicação - Com o fim de integrar o deficiente auditivo em relação às experiências visuais, principalmente, recorrendo ao uso da Linguagem Brasileira de Sinais: ouvir o próprio corpo para escutar a Terra através da Poesia numa proposta de tradução para a linguagem de sinais de LIBRAS, em transposição como coreografia para dançar o silêncio numa audição visual e tátil, perceptomotoras.“Estabelecer as relações do olhar. Usar a direção do olhar para marcar essas relações entre o Si-mesmo e o mundo – em relação ao Ser humano e o Planeta Terra” (SKLIAR 1997; QUADROS, 2001). O dia e a noite na relação de rotação quando um começa e o outro acaba sucessivamente é vida. A dança permite o empoderamento de controlar as horas através do ritmo pela intenção que antecipa o pensamento antes de dar cada passo na consciência corporal em relação aos outros objetos. A surdez anula a percepção dos sons no cotidiano – saber do poder dessa transformação através da dança é tomar posse do Si-mesmo e inteirar a integração de agitação, convulsão e calmaria ao modo das diferenças perceptíveis no mundo além de cada um de nós, num nível de tolerância e autotolerância na comparação com o ambiente urbano e a Natureza, e despertar para a responsabilidade diante de Gaia como um organismo no qual o nosso sistema biológico funciona codependente.Extrair da substância da forma a essência da expressão – TRANS SÍNTESE – desconstruir do significante na forma como está a palavra e ampliar o conteúdo do significado numa relação pessoal afetiva como integração com a Natureza, como acesso à vastidão do Universo através do significante inicial demonstrado visualmente, o conteúdo pela interpretação dos sinais recebidos do texto poético à tradução em LIBRAS. A fonética interiorizada opera como ingrediente substancial da expressão exteriorizada se absorvida como sentimento pela emoção através da Arte da Dança, num sistema próprio se insere no coletivo de sentir a palavra no corpo pelo movimento nos gestos de circularidade do texto, insere-se o arredondamento do Planeta.
    Show book
  • A arte de pesquisar - seminário de memória e educação - cover

    A arte de pesquisar - seminário...

    Jane Santos Da Silva, Andréa...

    • 0
    • 0
    • 0
    O livro que apresentamos se estrutura através e conceitos relacionados com a história da educação que contempla discussões sobre relações étnicas-raciais, ,memória, religiosidade, prática docente, políticas públicas e imagens. Tais reflexões acadêmicas se orientam pordiversas perspectivas da área das humanidades
    Show book
  • Juridicização Das Esferas Sociais E Fragmentação Do Direito Na Sociedade Contemporânea - cover

    Juridicização Das Esferas...

    -Germano Shwartz

    • 0
    • 0
    • 0
    As comunicações incessantes estabelecidas entre os autores para a consecução do livro (re)criaram seu sentido original e primário – de todos e de cada um –, (re)organizando-o por  meio de suas próprias premissas e decisões posteriores. O conjunto de textos permite um novo olhar para a observação de um Direito da Sociedade. Autopoiese!
    Show book