Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Fundamentos de Demografia - cover

Fundamentos de Demografia

Guilherme Caldas De Castro

Publisher: Autografia

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

As variações dos principais indicadores demográficos – Natalidade, Mortalidade e Migração – refletem e explicam o comportamento das populações ao longo do tempo. Estes componentes, em conjunto, podem levar a variações positivas ou negativas no contingente populacional. Para que se possa compreender como estas variações ocorrem, este livro discute cada um dos componentes em detalhe, apresentando os mecanismos que permitem realizar uma leitura conjunta desses componentes. Além disto, esta obra apresenta o conceito de tábuas de vida, detalhando suas funções. Trata-se de um livro de grande utilidade para estudantes de Atuária, Estatística e áreas afins.

Other books that might interest you

  • Comentários ao Estatuto Geral das Guardas Municipais - cover

    Comentários ao Estatuto Geral...

    J. R. Caires

    • 0
    • 4
    • 0
    Esta obra traz breves comentários acerca do Estatuto Geral das Guardas Municipais (lei 13.022/14).
    Show book
  • Destorcer o Brasil - De sua cultura debarroquistas - cover

    Destorcer o Brasil - De sua...

    Jorge Maranhão

    • 0
    • 0
    • 0
    A torção do olhar barroco expressa nas artes plásticas desde os idos do século XVI europeu, como as retorções em nossas artes barrocas e nas figuras retóricas de nossas letras são comoventes. Como deve ser também a compaixão pelas contorções da dor psíquica e física pelo infortúnio da vicissitude humana, particularmente em nossas terras. Todavia, as distorções entre o ver e o crer, o pensar e o agir, entre o código moral e a conduta social, entre a lei e observância da lei na vida em sociedade, sobretudo no cumprimento dos deveres cívicos e políticos entre governantes e governados, me parece uma transposição cultural desastrosa do barroco para os campos da política, da justiça, da moral e dos costumes, e que chamo de nosso resiliente barroquismo. E, se bem entendida, se abre como uma oportunidade única e objetiva de mudança para um país minimamente civilizado e razoável. A oportunidade de destorcer o Brasil como nos desfazer de suas torções, retorções, contorções e distorções. Este bom entendimento de um novo imaginário social para o país, por parte de verdadeiras elites, da alta cultura, e, sobretudo dos produtores de conteúdo da mídia, pode ser uma oportunidade de ouro para a superação de nossa barroquista encruzilhada civilizatória. Prefácio de Mario Guerreiro.
    Show book
  • Qual o Sentido do Voto Nulo? - Reflexões Críticas sobre a Democracia e as Eleições - cover

    Qual o Sentido do Voto Nulo? -...

    André de Melo Santos, Edmilson...

    • 0
    • 0
    • 0
    “Votar nulo? Que absurdo! Tantos morreram pela democracia e agora aparecem essas figuras querendo anular o voto!”, gritam os democratas. Mas muitos “revolucionários” também gritam: “anarquistas! Inconsequentes! Infantis! Fazem o jogo da direita!”. Na verdade, o voto nulo assume várias formas e uma delas se fundamenta num projeto político e numa ampla reflexão teórica sobre a sociedade capitalista, o Estado, a democracia, as eleições, os partidos, a revolução, entre outros processos. O presente livro aborda a questão do voto nulo, democracia e eleições sob vários aspectos que contribuem para entender qual é o sentido do voto nulo.
    Show book
  • Fábulas - cover

    Fábulas

    Aramis Ribeiro Costa

    • 0
    • 0
    • 0
    A matéria dessas fábulas eram as situações do dia a dia, do relacionamento humano, do sentimento humano. Não foram poucos os meus próprios sentimentos, as minhas próprias situações vividas ao longo da semana, que transformei em fábulas nos domingos à noite, para ir entregar pessoalmente na redação de A Tarde, durante dez anos na sede da Praça Castro Alves, depois, por mais dois anos, na nova sede no Caminho das Árvores, na segunda-feira pela manhã, dia em que era diagramada — era essa a palavra usada — a página editada por duas décadas por Adroaldo Ribeiro Costa. Nessas ocasiões, nos doze anos dessa minha colaboração, aproveitava para ficar um pouco na redação, dando palpites na escolha das matérias e na diagramação da página, que era executada quase sempre por Helô Sampaio, mas às vezes também por Everaldo Rocha. Foram doze anos em que também colaborei com o jornal na página literária e na página estudantil, além de escrever crônicas e artigos que eram publicados ou na página editorial, ou no 2º Caderno.
    Show book
  • Bora pai - Relatos de um pai participativo - cover

    Bora pai - Relatos de um pai...

    Simplício Author

    • 0
    • 0
    • 0
    Intitulado de "Bora Pai", uma expressão de conexão entre o autor e seu filho, o livro é uma coletânea de relatos sobre o cotidiano de uma família, que traduz a experiência de um pai participativo e consciente da importância de um laço afetivo fortalecido a cada fase de desenvolvimento do seu filho. Com uma pitada de humor, o autor busca motivar outros pais a ocuparem seu espaço de forma afetiva, a fim de desmistificar a cultura de que a figura paterna está associada apenas ao provimento do lar.
    Show book
  • Reescreva: “eu sou o sim” - cover

    Reescreva: “eu sou o sim”

    Samuel Barcelos

    • 0
    • 0
    • 0
    A vida, por si só, já é um grande milagre e, quando nos permitimos reescrever nossas falhas, iniciamos uma jornada de compartilhar experiências em prol de uma causa maior. Não existe resposta pronta; quem dever estar pronto é você. Meu desejo não é ser perfeito nas palavras, e sim usá-las para dizer a verdade de como somos especiais para Deus. Vencer é aceitar a falha como um código e uma nova chance de tranformar vidas. O maior propósito de alguém é usar seus valores para servir.
    Show book