Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
O abalo sísmico e outros abalos - cover

O abalo sísmico e outros abalos

Flávio Cordeiro

Publisher: Outras Letras

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

O livro inaugural deste publicitário revela a  revela a depuração de anos de seu convívio com o fazer poético e de leitura dos mestres deste ofício. Sua poética é  construída em poemas curtos, enxutos, sem penduricalhos, carregada de figuras de linguagem e de palavras (tropos) a colorir a leitura com novidade. Segundo o poeta Paulo Maldonado, dois ecos ressoam deste livro: um explicito, de lutas marciais e culturas orientais, herança do samurai Leminski; e outro insinuante, como anseio pasargadiano de evasão, soprado por Manoel Bandeira, lá da Rua do Curvelo, na Lapa.
Available since: 09/10/2020.

Other books that might interest you

  • Corvos Cobras Chacais - cover

    Corvos Cobras Chacais

    António Carlos Cortez

    • 0
    • 0
    • 0
    "Corvos Cobras Chacais" nasceu de uma sequência alargada de poemas em prosa e constituiu um capítulo participante da antologia "A dor concreta" (ed. Tinta da China), do poeta António Carlos Cortez, em uma prévia de um livro futuro, este que agora se nos apresenta. Bem reconhece Pedro Mexia quando diz que "depois de Daniel Faria não houve na poesia mais recente em Portugal quem arriscasse em construir um tom elevado e ao mesmo tempo realista e concreto, algo em que Cortez é exímio". Em "Corvos Cobras Chacais", Cortez maneja a forma poética para falar de uma forma inesquecível, indelével, daquilo que mais nos assombra: da crueldade da vida e da passividade dos homens.
    Show book
  • Poemas inconstantes - cover

    Poemas inconstantes

    Siomara Spinola

    • 0
    • 1
    • 0
    A vida pela ótica poética de uma multiplicidade de eus, fora de rótulos, de um ser-em-devir, cheio de vontades, divergências, afetos; um ser que busca e rebusca o amor, com suas dobras de pensamento, suas distâncias e escolhas dentro da geografia de um tempo-espaço visto como potência de beleza e caos. Siomara Spinola é uma poeta múltipla, transbordante, feita de trilhas fugidias e palavras que compartilham acalento, perda e liberdade. Como a própria autora afirma: “Por que ser uma, por que ter de ser ou não ser se o ser e o não-ser são criaturas inconstantes que coabitam em mim num caos sem começo nem fim?”. Imanentes e inconstantes, seus poemas refletem essa personalidade de “loba solitária desgarrada da matilha, livre, selvagem, bicho arisco em ronda vigilante, espreitando territórios, cautelosa, nômade por natureza, estranha incógnita”. Seus versos são de uma grande verdade íntima, trazem uma sensação de sopro e a possibilidade de usar a poesia como um eco na multidão.
    Show book
  • Broquéis - cover

    Broquéis

    João da Cruz e Sousa

    • 0
    • 0
    • 0
    Cruz e Sousa foi um poeta brasileiro, considerado um dos precursores do movimento simbolista no Brasil. Seus poemas são marcados pela musicalidade e pelo sensualismo, mesclado com uma espiritualidade e religiosidade de maneira às vezes espantosa. Broquéis foi seu livro de estréia, e contém algumas de suas obras mais famosas, como o poema Antífona, peça de abertura do livro. (Sumário escrito por Leni)
    Show book
  • Sonetos - Poemas de Amor - cover

    Sonetos - Poemas de Amor

    Luís Vaz de Camões

    • 0
    • 0
    • 0
    Luís Vaz de Camões (c. 1524 — 10 de Junho de 1580) é frequentemente considerado como o maior poeta de língua portuguesa e dos maiores da Humanidade. O seu gênio é comparável ao de Virgílio, Dante, Cervantes ou Shakespeare. A obra lírica de Camões foi publicada como "Rimas", não havendo acordo entre os diferentes editores quanto ao número de sonetos escritos pelo poeta e quanto à autoria de algumas das peças líricas. Alguns dos seus sonetos, como o conhecido "Amor é fogo que arde sem se ver", pela ousada utilização dos paradoxos, prenunciam o Barroco.  Nesta coleção, apresentamos uma recolha de Sonetos de Camões cujo tema é o amor. (Sumário adaptado da Wikipedia por Leni)
    Show book
  • As mulheres de Tijucopapo - cover

    As mulheres de Tijucopapo

    Marilene Felinto

    • 0
    • 0
    • 0
    Deixando o estado de São Paulo para trás, Rízia anda sozinha pela BR 116 em direção à Pernambuco, mais especificamente, à Tijucopapo, cidade onde sua mãe nasceu. No meio da estrada, o que a acompanha é o sol, a raiva e a paisagem de babaçus e mucambos, enquanto ela pensa em sua história e na história das mulheres de sua família, no amor que perdeu e nas traições de seu pai, na infância nos anos 60 em Recife e na carta em inglês que precisa enviar. A escrita feroz de Marilene Felinto mistura o passado e o futuro; a ficção, a autobiografia e a história nesse livro que segue tão novo e radical quanto em 1982, na data de sua primeira publicação.
    Show book
  • De Volta às Paisagens - cover

    De Volta às Paisagens

    Marcelo João Bauer

    • 1
    • 3
    • 0
    Reunindo poesia, pensamento filosófico e aconselhamento, De volta às paisagens, traz a reflexão na busca do conhecimento e do discernimento do pensamento e coração humanos. Sensível, não perde um milímetro na oportunidade de denunciar todo seu ardor na exploração das paisagens muito internas de todos, na busca da reconciliação da alma com seu Deus.
    Show book