Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Descoberto - cover

Descoberto

Fábio Siqueira

Publisher: Autografia

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Poesias autobiográficas narram a jornada do autor por estados contínuos e consecutivos de ironia, tristeza, erotismo, afeição, decepção amorosa, luto e revolta, construindo sensações pendulares entre a esperança e a descrença. Nesse tom, emergem temas ainda negligenciados ou carregados de preconceito e vergonha, como depressão, sexualidade, insucesso e raiva. Poetifica-se um diálogo com a própria existência, entremeando o comodismo emocional e o desejo por uma abrupta transformação.

Other books that might interest you

  • Os Estatutos do Homem Pós-Pandemia - Poema - cover

    Os Estatutos do Homem...

    Raquel Braga

    • 0
    • 0
    • 0
    A pandemia do novo coronavírus mexeu com a vida do planeta e deixou grandes ensinamentos a quem abriu o coração aos verdadeiros valores da vida. Assim surgiu a ideia de escrever “Os Estatutos do Homem Pós-Pandemia”, baseado no poema “Os Estatutos do Homem”, de Thiago de Mello. A poesia não poderia calar-se diante de um momento tão marcante para a história da humanidade. Raquel Braga canta ao mundo, através de seus versos, que os milhares de vidas ceifadas por esse mal não podem ser esquecidos, assim como a vitória daqueles que conseguiram superar a doença. Mas, principalmente, vem lembrar que a vida é incerta e o ser humano é pequeno; que, não querendo nos ver sozinhos e egoístas, Deus nos fez semelhantes; e que é preciso melhorar muito a si próprio para enxergar a vida em plenitude nesta Terra.
    Show book
  • De amor ardem os bosques - cover

    De amor ardem os bosques

    Maria Azenha

    • 0
    • 0
    • 0
    Há qualquer coisa de panteísta na poesia de Maria Azenha. O sagrado confunde-se com a natureza em intensa viagem por seus versos, e os sentidos desdobram-se em dimensões dormentes, que só o poema proporciona. A rebeldia instintiva dos bosques serve de cenário a um profundo diálogo com a existência metafísica de objetos, sentimentos, animais e plantas. Em seu novo livro De amor ardem os bosques, dividido em cinco folhas, Maria Azenha conduz e envolve o leitor por diferentes momentos dessa interação. A poeta portuguesa não se faz só e chama para seus versos autores consagrados, com quem conversa sobre elementos diversos, como árvores, amor e nuvens, imagens, simbólicas e concretas, simbioticamente ligadas, que aqui transcendem seu sentido original e previsível.
    Show book
  • O rio e a criança - cover

    O rio e a criança

    Rama Amaral

    • 0
    • 0
    • 0
    Estavam todas dispersas pelos cantos da casa entre livros pastas, cadernos… Às vezes, até no bolso de um calça velha; outras, já estiveram em lugares distantes nacionalmente, e até em outros países de língua portuguesa. Eis que surge a vontade de agrupá-las com uma só identidade: O Rio e a Criança!
    Imersos no corpo desse senhor (livro), sentimentos, fantasias, fé, mistério, razão, realidade, fingimento… Versificados em nome dessa ilustre arte, a poesia.
    E é através dessa ilustre forma de elevação da palavra e com um estilo flexível para abordar temas diversos, sobretudo ecológico e social, com leve lirismo e, claro, sem perder o romantismo, que Rama Amaral estreia na literatura, onde títulos como Caricatura da Exclusão, Estupro, Uno, Causa Perdida, Melodia, e outros poemas que fazem deste livro um prato de palavras degustável e extraordinariamente revelador.
    Show book
  • Mitomaníaca - Poesias - cover

    Mitomaníaca - Poesias

    Aline Djokic

    • 0
    • 0
    • 0
    Os 102 poemas de Aline Djokic neste ‘Mitomaníaca’ passeiam pelos mitos e alegorias que cercam a construção do universo e da persona feminina ao longo da humanidade, confrontando-os com os desejos de rebeldia e insubmissão que caracterizariam o primeiro dos mitos femininos, Lilith. É esta, aliás, a imagem que se dá à estampa, em uma figuração mais clássica e menos pagã, de uma mulher que flerta, não apenas com o pecado, mas com a liberdade; não com a desobediência inaugural, mas com a consciência da própria plenitude. Nesta viagem através de estereótipos e arquétipos, encontramos a voz poética forte e desafiadora dos clichês desde sempre atribuídos àquelas que eram capazes de pensar por si, refletir e, mais que tudo, questionar. A poeta, paulista de Presidente Prudente (SP), nasceu em 1979 e é mestre em Língua e Literatura Portuguesa pela Universidade de Hamburgo, Alemanha, país onde vive há 20 anos. ‘Mitomaníaca’ é o seu livro de estreia.
    Show book
  • Vire Fúria - cover

    Vire Fúria

    Rocco Redstone

    • 0
    • 0
    • 0
    O livro de poesias Vire Fúria trata-se de um mergulho no ser social, com ênfase no ato visceral e mundano que atinge as camadas e etapas que formam nosso entendimento do que é real e imaginário. Com uma linguagem crua, Rocco Redstone traz para o livro figuras vívidas, organismos e criaturas que agem ao nosso redor, ou mesmo na neblina da noite.
    O uso da uma linguagem direta faz com que Vire Fúria forneça uma resposta rápida ao ímpeto do leitor, que pode tanto ver as poesias de forma precisa e orgânica, quanto de forma veloz e efusiva.
    Show book
  • Hiato - Poesias e Pensamentos - cover

    Hiato - Poesias e Pensamentos

    Walter Pantoja

    • 0
    • 0
    • 0
    O tempo entre uma e outra lufada de vento... aquela que move as dunas, que alvoroça as folhas dos plátanos, que ás vezes nos impede numa esquina qualquer, que nos impulsiona quando menos esperamos... O espaço de tempo entre uma e outra onda quebrando na praia... é o hiato que revela a poesia lírica, intimista e reflexiva de Walter Pantoja, no seu novo livro. Como duas vogais juntas na mesma palavra, mas em diferentes sílabas, a tecitura dos poemas é também um intervalo sutil que propicia ao leitor uma pausa na velocidade cotidiana, um momento para respirar entre os redemoinhos da vida.
    Show book