Turn 2021 into a year of reading!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
A fronteira - cover

A fronteira

Don Winslow

Publisher: HarperCollins Ibérica

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

A guerra chegou a casa.
Há quarenta anos que Art Keller está na primeira linha de fogo do conflito mais longo da história dos EUA: a guerra contra a droga. A sua obsessão por derrotar o chefe mais poderoso, mais rico e mais letal do mundo, o líder do cartel de Sinaloa, Adán Barrera, causou-lhe cicatrizes físicas e mentais, teve de se despedir de pessoas que amava e até perdeu parte da sua alma.
Agora, Keller é o diretor da DEA e descobre que, ao destruir o monstro, surgiram outros trinta que estão a causar ainda mais caos e destruição no seu amado México. Porém, isso não é tudo.
O legado de Barrera é uma epidemia de heroína que está a assolar os EUA. Keller atira-se de cabeça para travar este fluxo mortal, mas encontrar-se-á rodeado de inimigos, pessoas que querem matá-lo, políticos que querem destruí-lo e ainda pior: uma nova administração que está envolvida com os traficantes de drogas que Keller quer destruir.
Art Keller está em guerra não só com os cartéis, mas com o seu próprio governo. A longa luta ensinou-lhe mais do que alguma vez imaginara e, agora, aprenderá a última lição: não há fronteiras.
"O novo romance de Don Winslow é um contrabando de 'droga muito pura' a cujo lado, a serie The Wire parece um entretenimento inócuo."
Ismael Marinero, El Mundo, sobre Cartel
"Intensamente humano nos seus detalhes trágicos, extremamente shakespeariano na sua envergadura épica. Provavelmente, o melhor romance sobre polícias alguma vez escrito."
Lee Child, sobre Corrupção
"Corrupção: tão bom como O Padrinho, mas com agentes da lei."
Stephen King
"Não há um objetivo maior para um escritor do que conseguir entreter e, ao mesmo tempo, ensinar. Winslow tem-no no ADN. É um mestre."
Michael Connelly
"É a Guerra e Paz das guerras contra o narcotráfico. Brutal, selvaticamente ambientado, tenso, com uma trama incrível e algo que fica profundamente gravado."
James Ellroy, sobre Cartel
"Há algo trágico em Cartel: a inevitabilidade do mal, semelhante à fatalidade que forçava os passos dos heróis homéricos, aqui implícito na natureza de uma batalha infame em que o cavalo de Troia diminui até se tornar um par de botas de pele de cobra feitas à mão."
Justo Navarro, El País

Other books that might interest you

  • Contos para Velhos - cover

    Contos para Velhos

    Olavo Bilac

    • 0
    • 1
    • 0
    Olavo Brás Martins dos Guimarães Bilac foi um jornalista e poeta brasileiro, membro fundador da Academia Brasileira de Letras. Criou a cadeira 15, cujo patrono é Gonçalves Dias. Sua obra compreende além de poemas, textos publicitários, crônicas, livros escolares e poesias satíricas. Foi considerado na sua época, o "Príncipe dos Poetas Brasileiros".Juntamente com Alberto de Oliveira e Raimundo Correia, foi a maior liderança e expressão do Parnasianismo no Brasil, constituindo a chamada Tríade Parnasiana. A publicação de Poesias, em 1888 rendeu-lhe a consagração. "Contos para Velhos" é uma coletânea de poemas e pequenas histórias de tema adulto, publicada sob o pseudônimo "Bob".(Sumário escrito por Vicente)
    Show book
  • A Besta dos mil anos - cover

    A Besta dos mil anos

    Ilmar Penna Marinho Junior

    • 1
    • 3
    • 0
    A busca por uma antiga tapeçaria e o mal espalhado por onde ela passa é pano de fundo para o primeiro livro da Trilogia do Apocalipse, de autoria de Ilmar Penna Marinho Júnior, que aborda temas como fé, violência, crime, ganância e sexo. Uma das sete peças que faltam para completar a Tapeçaria do Apocalipse, elaborada no século XIV e exposta no Castelo de Angers, na França, a de número 75, que traz a 'Besta aprisionada por mil anos', depois de séculos, tem seu paradeiro afinal descoberto no Brasil na Rocinha, favela do Rio de Janeiro, então dominada por violentos traficantes.
    Show book
  • A morte e os seis mosqueteiros - cover

    A morte e os seis mosqueteiros

    Anatole Jelihovschi

    • 0
    • 0
    • 0
    A morte e os seis mosqueteiros’ e? a histo?ria de seis amigos que tiveram a infa?ncia e juventude marcadas por viole?ncia e tra?fico na comunidade em que vivem. Anatole mostra como o ambiente e as ma?s escolhas podem corromper a beleza e a inoce?ncia, e tornar os sonhos infantis em pesadelos sem fim.
    Show book
  • A outra mulher - cover

    A outra mulher

    Daniel Silva

    • 0
    • 1
    • 0
    Num lugarejo isolado da Andaluzia vive uma misteriosa mulher de nacionalidade francesa que começou a escrever umas memórias mais do que perigosas. É a história de um homem que em tempos amou em Beirute, e de um filho que lhe foi arrebatado em nome da traição. A mulher é a guardiã do segredo mais bem guardado pelo Kremlin: há décadas o KGB infiltrou um agente duplo em pleno coração do ocidente, um traidor que hoje se encontra à beira do poder absoluto. Só uma pessoa é capaz de pôr esta conspiração a nu: Gabriel Allon, o já lendário restaurador de arte e assassino que na atualidade exerce o cargo de diretor dos eficacíssimos serviços secretos israelitas. Já anteriormente Gabriel se vira obrigado a combater as sombrias forças da nova Rússia, com repercussões pessoais custosas. Desta feita, ele e os russos travarão um confronto final épico em que o destino do mundo que conhecemos está em causa. Gabriel vê-se empurrado para o meio da conspiração quando o seu ativo mais importante no seio dos serviços secretos russos é assassinado enquanto tentava desertar em Viena.
    A procura da verdade levá-lo-á a recuar no tempo, até à maior traição do século xx para terminar nas margens do Potomac em Washington. A mil por hora, estranhamente belo e cheio de sentidos duplos e reviravoltas na ação, este livro é um verdadeiro golpe de mestre que demonstra mais uma vez que Daniel Silva é pura e simplesmente o melhor escritor de romances de espionagem dos nossos tempos.
    Sobre o romance
    "Outra joia para a deslumbrante coroa do mestre da literatura de espionagem…Desta feita, deparamo-nos inclusive com uma história de fundo mais elaborada do que o normal, tão convincente como o drama tenso que se desenrola lentamente para terminar num maravilhoso final."
    Booklist
    "Excelente… os leitores sentir-se-ão cativadostanto pela história como pelas intrigas assaz atuais com que Silva joga com delicadeza."
    Publishers Weekly
    "A outra mulher é desde já um clássico que consagra Daniel Silva como um dos melhores romancistas de espionagem que o género alguma vez conheceu."
    CrimeReads
    Sobre Casa de espiões
    "Bem-vindos ao grande romance de espionagem do século XXI."
    Juan Carlos Galindo, El País
    "São perfeitas as descrições do califado do ISIS, da ameaça do terrorismo e deMarrocos como exportador de haxixe e jihadistas."
    La Razón
    Sobre A viúva negra
    "Nos livros de Silva, e A viúva negra é o último exemplo, está a realidade do mundo conturbado em que vivemos. E muito espetáculo, que de vez em quando não calha nada mal."
    Juan Carlos Galindo, El País
    Show book
  • Violência escolar - cover

    Violência escolar

    Jadir Cirqueira De Souza

    • 0
    • 1
    • 0
    A presente obra não traz respostas definitivas, acabadas ou conclusivas sobre as formas de conhecer ou, pelo menos, controlar a violência que ocorre nas escolas públicas e privadas brasileiras. Visa, na essência, a estabelecer a direta ligação entre o Direito e a Educação na perspectiva da violência escolar em suas multifacetadas formas, meios, causas e consequências.
    Aliás, discute os temas com o objetivo de contribuir com a melhoria da qualidade da educação, ao levar em consideração a necessidade de aglutinar os instrumentos e técnicas pedagógicas aos paradigmas legais existentes, sem, no entanto, trazer soluções definitivas sobre assuntos tão complexos, amplos e controvertidos.
    A principal proposta do livro é discutir a qualidade da educação a partir do funcionamento de um eficiente sistema de proteção infantojuvenil, o qual agregue os fundamentos científicos da Educação e do Direito, indissociáveis para a melhor qualidade de vida em sociedade e, acima de tudo, nas escolas, seguramente um dos pilares da cidadania, como uma das formas válidas de controle da violência escolar.
    Show book
  • A última vez que te vi - cover

    A última vez que te vi

    Liv Constantine

    • 0
    • 0
    • 0
    A doutora Kate English tem tudo. Não só é herdeira de uma enorme fortuna como ainda tem um marido bonito e uma filha lindíssima, uma carreira de sucesso e uma belíssima mansão de fazer inveja a qualquer um.
    Mas tudo isso está prestes a mudar. Numa noite, a mãe de Kate é encontrada morta, assassinada na sua própria casa. A seguir, Kate recebe uma mensagem: se achas que agora estás triste, espera e vais ver…
    Evidentemente, nem tudo o que parece é na alta sociedade de Baltimore e à medida que os escândalos, infidelidades e traições são expostos, a tensão aumenta sem precedentes. O assassino pode ser qualquer um: um amigo, um vizinho, a pessoa amada, um familiar. E a Kate é a próxima na lista…
    "Mais um enigma inteligente, repleto de voltas, reviravoltas e segredos suficientes para manter os ávidos leitores de thriller a perguntarem-se até ao amargo final."
    Library Journal
    "Liv Constantine deixa-nos uma boa obra com esta corrida emocionante do tipo gato e rato! À medida que personagens são desvendadas e novos suspeitos revelados, Constantine mantém-nos a adivinhar até à final e chocante reviravolta. Uma conspiração excecional, um desenvolvimento de personagens impresionante e um enredo que impressiona profundamente — A última vez que te vi tem tudo."
    Wendy Walker, autora de Nem tudo será esquecido
    "A última vez que te vi é um livro de mistério em torno de um homicidio emocionante repleto de mentiras, escândalos, obsessões e vingança. Com personagens pouco fiáveis, um enredo sinistro e cheio de reviravoltas também, Liv Constantine eleva a fasquia. A não perder!"
    Mary Kubica, autora best seller do NYT e de Não digas nada
    Show book