As many books as you want!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Dez toques sobre jornalismo - cover

Dez toques sobre jornalismo

Claudio Nogueira

Publisher: Editora Senac Rio

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Em Dez toques sobre jornalismo, o leitor encontra não só um manual de iniciação à profissão, mas também um relato apaixonado de Claudio Nogueira, que há quase trinta anos se dedica ao jornalismo em um dos maiores jornais do país. Com linguagem clara e objetiva, o autor descreve todos os aspectos relacionados à notícia, desde apresentar seus conceitos até mostrar como essa é difundida pelos veículos de comunicação, e deixa clara a importância social da atividade jornalística. Dessa forma, contribui para o processo educativo dos profissionais de Comunicação, a quem cabe a busca pela verdade, a fim de escrever, dia após dia, o primeiro rascunho da História.

Other books that might interest you

  • Agenda Sexo e Chocolate - - Organize Sua Vida Para Desfrutar O Sexo Santo Erótico E Com Amor - cover

    Agenda Sexo e Chocolate - -...

    Leo Kades, Pr. Ricardo Marcos...

    • 2
    • 5
    • 0
    Todos nós temos uma agenda abarrotada de atividades, compromissos e responsabilidades, porém dificilmente seguimos o cronograma. Confundimos as prioridades com as urgências. 
    
    Não temos como cumprir tudo o que escrevemos na agenda. É imprescindível que façamos uma reparação do nosso relógio biológico e dos nossos hábitos porque estes influenciam e governam tudo o que fazemos. 
    
    O trabalho e os projetos particulares consomem toda a nossa energia, inclusive a energia que deveria ser empregada no sexo. Agindo assim colocamos o sexo num patamar muito inferior ao propósito para o qual ele foi criado por Deus. Essa postura é destrutiva. E, como se isso não fosse suficiente para reprimir a vida sexual do casal, ainda há o conceito errado sobre o sexo lançado por aqueles que, para se defenderem de coisas que os incomodam e perturbam, usam argumentos cristãos e morais. 
    
    Por mais fracos que sejam esses argumentos eles afetam negativamente o relacionamento sexual do casal cristão. Agenda, sexo e chocolate é, na verdade, uma leitura que visa a elevar o sexo ao seu lugar e propósito. Após organizar a sua agenda adequadamente e cumpri-la responsavelmente você terá tempo com qualidade e energia suficiente para gozar o sexo e suas delícias com seu único amor... 
    
    Entre os vários assuntos abordados aqui estão os tabus e as dúvidas:
    
     Sexo gostoso x santidade
     Masturbação no casamento
     O que são “sexo normal" e “sexo estranho"?
    E as palavras quentes? 
     Lugares e posições
     Erotismo x pornografia 
     Interesses e necessidades emocionais e sexuais
    
    ...E o chocolate? Calma! Tudo em seu tempo. Comece a ler o quanto antes este livro!
    Show book
  • Transtornos e dificuldades de aprendizagem - entendendo melhor os alunos com necessidades educativas especiais - cover

    Transtornos e dificuldades de...

    Simaia Sampaio

    • 0
    • 0
    • 0
    Este livro proporciona orientações para quem vive o contexto escolar e considera as Necessidades Educativas Especiais (NEE) trazendo uma análise de transtornos ligados à infância e à adolescência. Trata-se de uma obra que pretende mostrar os avanços e as pesquisas relacionados ao contexto da inclusão
    Show book
  • As escolhas políticas de integração nos casos do Mercosul e da ALCA - cover

    As escolhas políticas de...

    Humberto Mota

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta obra busca compreender o movimento recente de liberalização comercial ocorrido no cenário brasileiro da Nova República. Esse movimento é abordado pelos movimentos mais específicos em direção à celebração de acordos comerciais regionais ou hemisféricos de livre comércio. Aqui, a celebração de acordos comerciais é compreendida como uma das alternativas possíveis de liberalização comercial e cooperação internacional existentes para o Brasil.
    Show book
  • Estamos alunos - Um estudo sobre a identidade contemporânea dos alunos do Colégio Militar do Rio de Janeiro - cover

    Estamos alunos - Um estudo sobre...

    Fábio Facchinetti Freire

    • 0
    • 0
    • 0
    Os alunos dos Colégios Militares não são militares. Entretanto, experimentam diversos componentes desse “espírito militar”: as fardas, os comportamentos, a linguagem. Como os jovens de hoje, a geração do século XXI, se relacionam com a proposta formativa que o Exército lhes apresenta – seus costumes, valores e tradições – contida nestes componentes, que nesta investigação são tratados como “itens identitários”? Será que eles concordam com a proposta? Senão, como lidam com ela? A tese que deu origem a este livro buscou compreender estes questionamentos, realizando uma pesquisa de cunho etnográfico no mais tradicional dos Colégios Militares: o do Rio de Janeiro.
    Show book
  • Guia Prático da Nova Ortografia - cover

    Guia Prático da Nova Ortografia

    Paulo Flávio Ledur

    • 0
    • 0
    • 0
    Neste guia o leitor encontrará uma orientação sobre as mudanças que o Acordo Ortográfico introduziu na língua portuguesa. Mostra as mudanças obrigatórias, as formas duplas e as regras completas, com ênfase para a acentuação gráfica e o emprego do hífen, os dois aspectos mais afetados. Inclui variadas listas de palavras modificadas na sua grafia.
    Show book
  • Holocausto - Das origens do povo judeu ao genocídio nazista - cover

    Holocausto - Das origens do povo...

    Voltaire Schilling

    • 0
    • 1
    • 0
    O Holocausto, o assassinato em massa dos judeus europeus, não se deu numa planície ou em floresta distante do espaço civilizado. O espanto do mundo até hoje não conseguiu resolver a contento como uma ação cruel e inclemente foi executada no que até então era considerado o coração da Europa culta. Não foram somente os brutamontes orientados por suboficiais e sargentos dos integrantes da SS que levaram adiante a operação de extermínio. Nela foram envolvidos engenheiros, cientistas, médicos e outras categorias profissionais, como os ferroviários responsáveis pelas "transferências" e "deslocamentos" das vítimas para os campos de extermínio. Um historiador estimou que o total de homens e mulheres (alemães e outras etnias antisssemitas que com eles colaboravam) atingiu a meio milhão de pessoas envolvidas diretamente ou indiretamente no genocídio dos judeus europeus. Certamente o Holocausto causou um profundo abalo nas sociedades que se consideravam superiores e que se achavam bem acima do universo de primitivismo e barbárie que as cercavam. Talvez, pela sua dimensão, essa matança que seifou a vida de seis milhões ou mais de judeus, talvez tenha sido o derradeiro ato de selvageria e loucura que ainda se abrigava por detrás da civilização.
    Show book