Which book are you going to read today?
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Contos de um RH - cover

Sorry, the publisher does not allow users to read this book from the country from which you are connecting.

Contos de um RH

Carlos Cerqueira

Publisher: Autografia

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Para todos os estudantes de psicologia que pensam em seguir a área organizacional, essa obra é bastante recomendada, pois mostra mesmo que de maneira simplória, o papel do psicólogo no contexto organizacional. Além disso, para todas aquelas pessoas que pretendem se preparar para entrevistas, quem tem alguma dúvida de comportamento, esse livro pode ser um bom divisor de águas com relação ao seu comportamento.

Other books that might interest you

  • Discricionariedade Administrativa E Conceitos Legais Indeterminados - cover

    Discricionariedade...

    Andreas J. Krell

    • 0
    • 0
    • 0
    Nesta segunda edição, houve diversos acréscimos à temática da obra, que é o controle da discricionariedade administrativa. Discute-se o problema da discricionariedade técnica, termo que pode levar a uma indevida redução do controle judicial em relação a decisões sobre questões tecnicamente sofisticadas. Outro tema acrescentado é o significado e a função do termo jurídico do  Interesse público  no Direito brasileiro, que inclui uma profunda análise das Interligações do interesse público, do interesse social e dos interesses difusos, indispensável para esclarecer os limites da discricionariedade  administrativa e os fatos decisivos referentes ao exercício desta. A obra problematiza também à medida que as decisões judiciais no âmbito da ação civil pública possuem caráter político.
    Show book
  • O Juiz e a Prova - Estudos da errônea recepção do brocardo iudex iudicare debet secundum allegata et probata non secundum conscientiam e sua repercussão atual - cover

    O Juiz e a Prova - Estudos da...

    Joan Picó I Junoy

    • 0
    • 0
    • 0
    Um dos maiores equívocos existentes na processualística, com graves consequências práticas até os dias de hoje, começou quando se alterou o correto brocardo - iudex iudicare debet secundum allegata et probata, non secundum conscientiam -, através de uma pequena modificação que introduziu, por um lado, a palavra ?partium? ou a ?partibus?, e, por outro, silenciou sobre a expressão - non secundum conscientiam. Com esta pequena alteração, muda-se totalmente a verdadeira função do princípio que era originalmente a de impedir qualquer influência do conhecimento privado do juiz sobre os fatos litigiosos e não limitar os poderes instrutórios do juiz no processo, seja ele civil ou penal.
    Show book
  • Direito Tributário Três Modos de Pensar a Tributação - Elementos para um Teoria Sistemática do Direito Tributário - cover

    Direito Tributário Três Modos de...

    Paulo Caliendo

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta obra tem por objetivo o questionamento sobre qual perspectiva de análise se deve adotar no estudo do Direito Tributário, ou seja, como devemos hierarquizar seus institutos, conceitos, e como aferir o grau de correção ou legitimidade de cada teoria para explicar a constitucionalidade, legalidade ou adequação de cada novo tributo ou regulamentação Tributária.
    Show book
  • Dar de Si - cover

    Dar de Si

    Edson Pereira Neves

    • 0
    • 0
    • 0
    "Dar de Si" é o segundo livro de Edson Pereira Neves, que, a seu pedido, tenho a honra de prefaciar. Algum tempo atrás, em minha coluna diária do jornal Zero Hora, escrevi sobre a doação aos outros, que, em última análise, é o tema deste livro. Lembro ter mencionado que Sartre, certa feita, sentenciou que “o inferno são os outros” e que São Francisco de Assis logo o desautorizou, afirmando que “o céu são os outros”, deixando claro que nada vale a nossa passagem pela Terra se não a dedicarmos exclusivamente para ajudar os outros. Lembro também que naquela mesma coluna me perguntei: “Pode haver neste mundo alguém mais abençoado por Deus que aquele que se dedica permanentemente a assistir os outros?” Pode haver nesta vida alguém mais santo do que aquele que não queira nada do mundo para si e reserve tudo o que tem de material e espiritual para doar aos outros? Pergunto e já respondo, porque sei a resposta: não, não pode. Infelizmente, os exemplos são raros, mas felizmente deixam marcas da preciosidade que é proceder dessa forma.
    Dar de Si procura estimular os seus leitores a darem um pouco de si, sem esperar nada em troca, sem qualquer retorno, afetivo ou material; apenas pelo simples ato de dar de si. Ninguém tem dúvidas que se todos tentassem, de alguma forma, ajudar o seu próximo, o mundo insano em que vivemos seria bem melhor para qualquer ser vivo. Edson Pereira Neves, desprovido de qualquer aspiração a promoções literárias, mas apenas pelo ato de Dar de Si, escreve esta segunda obra, no intuito de acender pequenas faíscas em seus leitores sobre a divindade de ajudar seu próximo. Pelas linhas escritas que redundaram nesta humilde, mas bem elaborada obra, cumprimento o Autor com a certeza de que ela vai servir de inspiração e luz a muitos que tiverem a oportunidade de sorvê-la. Paulo Sant’Ana / Jornalista
    
    ‘‘Dar, como um impulso que nos faz sair de nós mesmos, para ir ao encontro dos outros, é nem mais nem menos do que dar de si. Dar, um pouquinho que seja, de si, é mais valioso do que o mais valioso dos presentes.’’ Saint Éxupery
    
    "Dar de si" é o mais belo ato de amor. Quando praticado, por si só, prova nossa disposição de enriquecer outras vidas." Saint Éxupery
    Show book
  • Mediação judicial - discursos e práticas - cover

    Mediação judicial - discursos e...

    Klever Paulo Leal Filpo

    • 0
    • 0
    • 0
    Mediação judicial: discursos e práticas explora uma metodologia inovadora na pesquisa sobre o Direito e as instituições jurídicas, buscando estabelecer uma ligação entre os saberes da Antropologia e do Direito. Contém os resultados de pesquisa de campo sobre o uso da mediação judicial de conflitos, no Rio de Janeiro, entre os anos de 2010 e 2013. Com o Novo Código de Processo Civil brasileiro, em vigor a partir de 2016, este livro torna-se leitura obrigatória,  uma vez que a mediação passará a ser usada como meio preferencial para solucionar diversos processos judiciais. Escrita de forma simples e objetiva, esta obra é acessível a todos os públicos, sendo excelente indicação para os cursos de graduação em Direito e formação de mediadores.
    Show book
  • Marcinho VP: Verdades e Posições - O Direito Penal do Inimigo - cover

    Marcinho VP: Verdades e Posições...

    Marcio Santos Nepomuceno, Renato...

    • 0
    • 1
    • 0
    “O Direito Penal do Inimigo. Verdades e Posições” reescreve parte da crônica policial carioca, restabelece verdades e se revela um libelo contra a discriminação e o preconceito. Marcio Nepomuceno esquadrinha o seu dia a dia no cárcere, aborda a falência da execução penal no Brasil e revisita episódios marcantes que a opinião pública só conhece pela narrativa oficial. A obra revela-se um desabafo feito por alguém que se encontra encarcerado há 21 anos, e que rejeita a condição de inimigo do estado. O livro suscita o debate a respeito de qual é a finalidade da restrição da liberdade daqueles que cometem crimes. Punir ou reeducar? A ação penal, prerrogativa do Estado, cumpre o seu papel de agente reeducador? A política penitenciária praticada nos presídios brasileiros contribui para que o apenado possa evoluir como ser humano ou fracassa de forma retumbante, tornando-o um ser ainda mais revoltado ao final da sua pena?
    Show book