Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Margens e Travessias - cover

Margens e Travessias

Boabentura Cardoso

Publisher: Guerra & Paz Editores

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

«Boaventura Cardoso produziu um alto romance. Indelével o sentido poético difuso que o atravessa. Ouve-se a música do pensamento, a expressão de uma língua serena e vibrátil.»
                                                                                                   Marco Lucchesi, escritor e Presidente da Academia Brasileira de Letras

Mensagem de Rita da Silva Cardoso, mãe do autor
«Nas bordas deste romance inscrevi parte do que fui escrevendo em pagelas. A história da minha amargura é longa; não posso contá-la toda, nem convém, para além de que não tenho já vida para guardar tan¬tas memórias. Pronto, fica assim. Que um dia se escreva a história das mães sofredoras como eu fui. De qualquer modo, meu filho, a ti que és escritor, confio estes papéis. Publica-os no momento oportuno; talvez seja melhor esperares que um dia acabe este caduco regime de ditadura democrática revolucionária…; faz   tento nisso, Boaventura. De qualquer modo, levo comigo a dor das mães sofredoras, embora a dor delas seja maior; Fátima trouxe-me de volta o meu filho. Elas não tiveram essa sorte; elas choram até hoje a morte prematura de seus filhos. Levo co¬migo a dor delas − escreve isso, meu filho, na minha lápide onde repou¬sar para sempre. Agora, para não atrapalhar a vossa leitura, caro leitor, migro e transvoo para outras margens.»

«É um romance histórico em que a geografia também protagoniza a construção romanesca, cujas inúmeras travessias penetram margens submersas da história de Angola, ao mesmo tempo que, pela lingua¬gem da poesia, tecem uma “terceira margem” da estória.»
                                                                                                                                       Cármen Lúcia Tindó Secco, autora e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Other books that might interest you

  • Carta muito pessoal de um recluso Covid-ativo - cover

    Carta muito pessoal de um...

    João Pedro Duarte

    • 0
    • 0
    • 0
    Dividido em três partes, o livro 'Carta muito pessoal de um recluso Covid-ativo' traz-nos dois contos e um conjunto de cartas, escritas pelo autor durante o confinamento decretado no país em março de 2020. Com uma prosa aprimorada e recheada de referências familiares, o autor inicia-se na ficção com os contos “Um fim de semana qualquer” e “O último heterónimo de Fernando Pessoa”.  Na terceira parte, apresenta-nos as suas reflexões durante a quarentena, encarada como um desafio desconcertante, mas nem por isso inexequível. Fala-nos dos heróis da nova rotina, dos livros que saíram das prateleiras, das mudanças que podem ter vindo para ficar. Partilhas com laivos humorísticos, mas igualmente pertinentes, que espelham a experiência que tem sido o ano de 2020.
    Show book
  • Horizontes de areia - Um pedal até o Chuí pela maior praia do mundo - cover

    Horizontes de areia - Um pedal...

    Newton Vilela Junior

    • 0
    • 1
    • 0
    Decidido a buscar a realização de seu sonho, o autor pesquisou, planejou, se organizou e, com o apoio de sua esposa, partiu para atravessar a “Maior Praia do Mundo”. Na mente um desejo: viver uma grande aventura – e voltar para viver outras!
    Com seu relato, ele nos prova que não apenas pedalou do Balneário do Cassino até a Barra do Chuí, no extremo sul do Brasil. Sua alma e seu coração captaram infinitas emoções, e agora nos convida a reviver sua experiência através de suas palavras.
    Show book
  • Diva - cover

    Diva

    José de Alencar

    • 0
    • 0
    • 0
    Diva, publicado em 1864, um dos três "perfis de mulher" de José de Alencar, tem como personagem principal e narrador Augusto Amaral, que conta, através de cartas, a história de seu encontro e paixão pela jovem Emília, rica herdeira, acostumada a ter todos as suas ordens e caprichos atendidos. Publicado logo após "Lucíola", obra de maior sucesso, "Diva" tem em comum com aquele o pano de fundo, também a corte imperial brasileira, no Rio de Janeiro, e a crítica à sociedade frívola  frequentadores dos salões. "Diva" é conectado a "Lucíola" também por duas referências internas à obra: por um lado, a dedicatória de "Diva" refere a mesma senhora que teria recolhido e publicado as cartas de Paulo em "Lucíola"; por outro, o próprio romance "Diva" é um apanhado de cartas, desta vez endereçadas a Paulo, narrador de Lucíola, O terceiro desses romances urbanos acerca da situação da mulher foi "Senhora", publicado mais de dez anos depois. - Summary by Leni
    Show book
  • Um homem no espelho: contos de mistério - cover

    Um homem no espelho: contos de...

    Heider Cost

    • 0
    • 1
    • 0
    Um escritor de histórias de mistério, sonhando um dia publicá-las.
    Então esse dia acontece e, para sua surpresa, surgem diversas situações no lançamento. Por fim, a noite de autógrafos não ocorre totalmente como o escritor desejava, e tudo se encaminhando para um final surpreendente, revelando a verdadeira história escrita pelo autor.
    Show book
  • Contos Fluminenses e Histórias da Meia-Noite - cover

    Contos Fluminenses e Histórias...

    Joaquim Maria Machado de Assis

    • 0
    • 0
    • 0
    Contos Fluminenses, originalmente publicado em 1870, e Histórias da Meia-Noite, publicado em 1873, são os dois primeiros livros de contos de Machado de Assis, famoso escritor brasileiro. Nestes livros encontram-se alguns de seus contos que viriam a se tornar clássicos da literatura brasileira, como Miss Dollar e Ponto de Vista. (Sumário escrito por Leni)
    Show book
  • Os Arcanjos - cover

    Os Arcanjos

    Marcelo Moraes Caetano

    • 1
    • 1
    • 0
    O romance 'Os Arcanjos', de Marcelo Caetano, é espetacular – ponto. Trata-se de um romance de três séculos, embora se passe nos dias de hoje. A linguagem é do século XIX, à la Bernardo Guimarães, a trama, do século XX, à la Guimarães Rosa, e as reviravoltas, do século XXI, à la narrativas cinematográficas. Gabriel, o narrador da história, se esparrama sem nenhuma vergonha acadêmica em todos os clichês que pululam à volta dos temas do amor, da amizade e da religião. No entanto, o romance revitaliza cada um desses clichês, tornando-os surpreendentemente verdadeiros e autênticos.
    Show book