Do you dare to read without limits?
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Read online the first chapters of this book!
All characters reduced
Tolsty - Retratos de um amor por um cão - cover

Tolsty - Retratos de um amor por um cão

Beny Schmidt

Publisher: Editora CL-A Cultural Ltda

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Terceiro livro da Trilogia do Amor idealizada pelo autor, cada um deles falando sobre uma forma diferente de amar. Assim como as duas obras anteriores, o novo livro tem 12 capítulos, todos eles com a mesma estrutura: um poema, um arrazoado e uma personagem. Neles, o autor fala do amor desprendido e gratuito pelo seu cão, enquanto contempla também, de uma forma mais ampla, a relação do homem com os animais e com a natureza

Other books that might interest you

  • Sonhos perdidos - cover

    Sonhos perdidos

    Roberto Mello

    • 0
    • 0
    • 0
    Sonhos Perdidos é uma coletânea de sentimentos variados, vividos a cada instante em corpo e alma. Sonhos que não são esquecidos, e que trazem em si o fulgor de uma vida calma. Sentimentos que se misturam em uma tônica de pensamentos, onde o SIM e o NÃO, não há mais ação, apenas, a existência no foco: Viver uma relação com toda emoção.
    Show book
  • Conversas com versos e mares de marés - cover

    Conversas com versos e mares de...

    Mario Lago Filho

    • 0
    • 0
    • 0
    Impressiona o ritmo que Mário Lago Filho imprime aos seus versos. Nenhuma sílaba fora de lugar, nenhuma palavra desnecessária, sem firulas, mas sofisticados em sua simplicidade. Revela um poeta quixotesco, cavalgando no combate aos redemoinhos, casamento da loucura com a sensatez, sem grades ou muros. Poemas com forte sotaque carioca, samba de subúrbio, cerveja quente da Lapa, papo de cachaça e boteco, revestidos daquela sabedoria  de quem sempre ousou o avesso e escapou incólume. Uma conversa sobre a solidão do homem urbano, sobre amores que permanecem, ou se esvaem ao primeiro sol da manhã. Mário Lago Filho é um andarilho que ousa as vertigens dos labirintos profundos, aguenta o tranco  e permanece de pé.  Apresentação de Mano Melo.
    Show book
  • O tempo exacto - cover

    O tempo exacto

    António Carlos Cortez

    • 0
    • 0
    • 0
    'Na antologia que reúne seus últimos quinze anos de produção poética, António Carlos Cortez nos presenteia com o melhor e mais tocante de seu trabalho.‘O tempo exacto’ é uma obra diacrônica que revela o amadurecimento do autor e que conduz o leitor para uma busca individual pelo sentido maior das palavras. A poesia é pele, o corpo do poema é também o poeta, seu corpo, sua carne. A poesia nasce em seu tempo exato, a página não espera, a chegada do sentido, e assim ela nasce, acontece, confunde e revela.'
    Show book
  • Lobo de óculos - Trilogia onírica - cover

    Lobo de óculos - Trilogia onírica

    Carina Corá

    • 0
    • 0
    • 0
    “Cordélia: Terapia de grupo, luz de açougue, cadeiras milimetricamente ajeitadas em círculo. Eu vazia, eu sozinha no meio de um bando de gente. Eu humilhada pelos meus próprios pensamentos. Uma mulher que dorme. Uma batida rítmica da caneta de um homem sentado ao meu lado aguça minha percepção, eu sempre ouvi muito bem, me orgulho disso, uma das minhas poucas qualidades junto a um consumo extraordinário de remédios e uma prática constante de sexo.”
    Show book
  • Chão de Ouro; Poesias crônicas e pensamentos - cover

    Chão de Ouro; Poesias crônicas e...

    Rafael Conte

    • 0
    • 0
    • 0
    Esta obra é repleta de poemas, pensamentos e crônicas inspiradoras. Aborda temas como: amor, amizade, religiosidade, dedicatórias, fatos do cotidiano, e tantas outras facetas da vida.
    
    Prepare-se para sonhar, afinal, a poesia é essencial à existência humana.
    
    Homenagem póstuma ao autor Rafael Conte.
    Show book
  • Aura - cover

    Aura

    Eliana Pichinine, Eliza Morenno,...

    • 0
    • 1
    • 0
    As poetas reúnem nesta obra uma pequena parcela desse pensar o contemporâneo a partir da premissa de Adorno, que vê uma outra apreensão do estético quando as várias práticas artísticas contemporâneas podem se reencontrar em inúmeras práticas sociais que se situam a meio caminho entre jogo, experimentação e crítica. Michel de Certeau relaciona esse processo como “criatividade dispersa, tática e de bricolagem” a qual um modo de apreensão do processo de criação é posto em evidência. Como vimos, o processo criativo de combinações na qual a arte aurática pode se dar, perpetra essa experiência e gera uma expectativa de uma semântica desnuda e singular. Esta é a obra que você está prestes a conhecer: o desaparecimento definitivo dessa insígnia do sagrado na arte contemporânea. Prefácio de Tatiana Pequeno. Apresentação de Moisés Guimarães.
    Show book