Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
A Chama de um Irresistível Amor - cover

A Chama de um Irresistível Amor

Barbara Cartland

Publisher: Barbara Cartland

  • 1
  • 8
  • 0

Summary

 “Você sabe o quão extraordinariamente linda você é? “ Mas Nerita virou a cabeça para um lado e disse com frieza. “ Essa não é uma maneira apropriada para o Marquês de Wychbold se dirigir à sua governanta do berçário".  Mas ele lançou-lhe um olhar de paixão e disse: “Eu não estou preocupado com o Marquês, mas com um homem ... um homem que se encontra em circunstâncias muito estranhas com uma criatura fascinante e intrigante…” O jovem Marquês sorriu, divertido, e replicou “Se quer mesmo fazer o papel de tímida donzela, não posso impedi-la, mas você também não pode me impedir de tentar descobrir seu passado. E eu vou desvendar esse mistério, porque você é minha prisioneira… prisioneira do meu amor!”.
 
Nerita queria fugir, mas como escapar do círculo de fogo que a consumia nas chamas dessa louca paixão?
Available since: 01/08/2019.
Print length: 298 pages.

Other books that might interest you

  • Adoravel Mentirosa - cover

    Adoravel Mentirosa

    Barbara Cartland

    • 0
    • 2
    • 0
    Dividido entre duas amantes exigentes e insaciáveis, o conde de Staverton já tinha complicações demais na vida, para ainda por cima se ver como guardião de uma herdeira de dezoito anos. E, para seu desgosto, Petrina não era uma debutante tímida igual às outras. Muito pelo contrário. Impertinente, atrevida e anticonvencional, a moça parecia ter uma capacidade toda especial de se envolver em problemas. Ele nunca sabia quando Petrina estava mentindo ou falando a verdade; quando ia obedecer às suas ordens ou enfrentá-lo com uma risadinha provocadora. Nessas condições, o conde explodia: "Você é uma garota abominável! Vou mandá-la de volta para o colégio!" Mas poderia viver sem as loucuras de Petrina?
    Show book
  • A Ilusão Dourada - cover

    A Ilusão Dourada

    Barbara Cartland

    • 1
    • 7
    • 0
    Linetta ficou sozinha no mundo, e a sua moribunda instrutora aconselhou-aa ir rumo a Paris e procurar a ajuda da sua sobrinha, Marie Blanche. Se aquela boa senhora, soubesse no que se tornara a sua queria Marie simples e de bom coração, agora crescida e brindando pelo demi-mondede Paris, amante de homens com o dobro de sua idade, teria sido o último lugar em que ela teria enviado Linetta! Mas as instruções dela foram conseguidas pela inocente e inexperiente Linetta , pois viu-se envolvida numa vida que a deslumbrou e confundiu… e o mais intrigante de tudo,  era o plano de Marie para o futuro dela… que era aceitar a "proteção" de um homem idoso rico e generoso, mas Linetta tinha certeza de que esse plano teria desagradado a sua querida mãe. Mas quais as alternativas que ela tinha? Ela estava sozinha e sem dinheiro e não havia ninguém para ajudá-la a decidir o que fazer… deslumbrada com as luzes fulgurantes e a vida estonteante de Paris, Linetta estava vulnerável aos projetos de Blanche e seus amigos, mas, eis que pela segunda vez, surgiu em cena o Marquês para salvá-la!
    Show book
  • Bordados imperfeitos - cover

    Bordados imperfeitos

    Mayra S. Mayor

    • 0
    • 0
    • 0
    Com o sugestivo título ‘Bordados Imperfeitos’, Mayra S. Mayor narra as paralelas, mas ao mesmo tempo, entrecruzadas histórias de Lulu, Nana, Matê e Sofia. Num Rio de Janeiro de jovens fadados a viver profundas e íntimas experiências, quanto mais independentes elas se tornam, mais reféns ficam dos seus próprios conflitos pessoais. Relacionamentos líquidos; luto; a batalha silenciosa contra o machismo; o despontar de uma inesperada paixão homoafetiva, a euforia de um namoro às escondidas; a conversa com o sexo casual, com rejeições, carências e um caráter em cheque... São esses alguns dos confrontos tão coletivos quanto singulares com os quais o leitor, ao percorrer as páginas deste livro, irá acompanhar e, provavelmente, apurar. “Talvez seja isso. Talvez tudo que vivi até agora, cada carinha, cada pé na bunda, cada beijo, cada transa, talvez tenha sido para chegar até aqui. (...) É como se cada pessoa deixasse uma marca e assim se constrói um caminho até a próxima, e depois a próxima até chegar à última pessoa de todas.” − de diálogos vaporosos aos depoimentos mais arrebatadores, chama a atenção, nesta obra, a capacidade da escritora em principiar, desenvolver e criar elos entre os conflitos na mesma medida em que explora as personalidades das quatro protagonistas, costurando as ações do presente com suas transformações futuras.
    Show book
  • O Advogado e o imperador - A história de um herói brasileiro - cover

    O Advogado e o imperador - A...

    Gilberto Abreu Sodré Carvalho

    • 0
    • 0
    • 0
    A condição degradante dos negros no Brasil do século XIX, após três séculos de escravidão, cujos reflexos ainda hoje estão presentes em nossa sociedade, é retratada numa prosa poética bastante singular em O advogado e o imperador - A história de um herói brasileiro. Seu autor recria neste romance histórico a vida do abolicionista Luiz Gama e o coloca no lugar de protagonista como um herói brasileiro. O processo que levou à abolição da escravatura é um tema muito atual e pertinente, que merece ser revisto e discutido. A relação entre Luiz Gama e o imperador Dom Pedro II coloca em foco questões como liberdade e justiça social. Mais do que isso, aponta também a omissão do imperador em relação à questão escrava e à criação de um projeto de país que incluísse todas as pessoas.O abolicionista Luiz Gama e o imperador Filho de mulher negra livre e homem branco, Luiz foi vendido como escravo pelo próprio pai aos dez anos de idade. Aprendeu várias profissões e exerceu a advocacia sem nunca ter-se formado advogado. Ele acreditava que o Brasil só poderia se desenvolver e ser um país justo quando toda a população recebesse a mesma educação e tivesse as mesmas oportunidades sociais e de trabalho. Sabia que a abolição da escravatura não seria a solução, mas um primeiro passo para uma sociedade mais justa. Considerado um eficaz tribuno da liberdade, ainda hoje seu pensamento é importante para a compreensão das fragilidades sociais do Brasil. Segundo o autor, Dom Pedro II representava o passado, acreditava no escravismo como um 'mal necessário' e tinha a clara intenção de 'branquear' a população brasileira. Acreditava que trazer imigrantes europeus brancos seria uma estratégia de governo para ajudar a dizimar a população negra analfabeta e desassistida, que estaria ainda mais fragilizada após a inevitável abolição da escravatura, exigida pelos britânicos e pelo mundo civilizado em geral. Para o Imperador, os brancos vindos da Europa substituiriam, com vantagem, os negros brasileiros como mão de obra. E estes sucumbiriam com o tempo.
    Show book
  • Chuva de sangue - Chuva de sangue - cover

    Chuva de sangue - Chuva de sangue

    Amy Blankenship

    • 0
    • 0
    • 0
    A essência de Sangue é um mistério que tem muitos significados. Sangue é o mensageiro da vida... Mas se for derramado, poderá destruir a vida num piscar de olhos. Lendas contam que Sangue também é o elo entre almas gêmeas... mesmo que uma delas tenha se despedaçado. Temperamentos e valores morais dos paranormais de Los Angeles são testados quando a inocência, a despeito de suas origens, é ameaçada. Eles são lembrados de que nem todos os demônios são malignos... Às vezes até os demônios precisam ser salvos das coisas que deveras rastejam noite adentro. Durante revelações repletas de morte, renascimento e aceitação do inevitável, uma nova arma é concebida pelos Fallen em Chuva de Sangue.
    Show book
  • A Derrota de Lady Lorinda - cover

    A Derrota de Lady Lorinda

    Barbara Cartland

    • 1
    • 7
    • 0
    "Ganhou a aposta e o amor de uma mulher incapaz de amar!"O baile à fantasia estava no auge. De repente, todos os olhares se voltaram para a porta, por onde um cavalo negro acabava de entrar. Nele vinha montada uma mulher completamente nua, cujos cabelos, de um ruivo-dourado, lhe caíam até abaixo da cintura. Os olhos verdes, enormes, tinham um brilho divertido e desafiador. Não usava máscara, nem era preciso. Todos sabiam que só a excêntrica Lady Lorinda se atreveria a tanto. “Uma verdadeira tigresa”, comentavam os homens, cobiçosos. Apenas um a olhava com reprovação e desprezo, e naquele momento, Durstan Hayle jurou a si mesmo que domaria aquela mulher selvagem, mesmo que fosse necessário usar um chicote!
    Show book