Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Panorâmica do Conto em Pernambuco - cover

Panorâmica do Conto em Pernambuco

Antônio Campos

Publisher: Carpe Diem

  • 1
  • 0
  • 0

Summary

A Panorâmica do Conto em Pernambuco traz esse painel visto, sentido e revelado por 116 autores, nascidos neste Estado ou que, por qualquer circunstância, vivenciaram ou vivenciam a realidade pernambucana, suas experiências históricas, seus momentos de alegria, seus anseios, suas adversidades e suas realizações. Quem se debruçar sobre este livro, ao concluir sua leitura, verificará que alcançou a mais ampla visão literária de Pernambuco e do Brasil, uma vez que neste torrão nasceu, com muita luta e sacrifício, a nacionalidade brasileira.
Available since: 12/04/2015.

Other books that might interest you

  • Aurora boreal - cover

    Aurora boreal

    Maria Amélia Thomaz

    • 0
    • 0
    • 0
    Este é o primeiro livro publicado da escritora mineira Maria Amélia Thomaz. Com leveza e sensibilidade ela nos surpreende com um estilo inovador e simples de contar histórias. Aurora Boreal se passa no interior de Minas Gerais, entre as décadas de 70 e 90. É uma história sobre o processo muitas vezes árduo, porém bonito, de superação perante os infortúnios da vida. Quando Guilherme chega da França, após concluir seus estudos, a sua vida desemboca num espiral de reviravoltas, amores brutos, sofrimento e superação. Uma história que fala fundo. O leitor irá se encantar com uma Minas bucólica, a fartura, os costumes, a paisagem, os tipos humanos. A Estância d´Água, propriedade da família de Guilherme, parece ter sentimento e vontade próprios, recebe sempre com amor.  Ao longo das reviravoltas, a autora nos brinda com o mugir confortante das vacas, o canto esperançoso dos pássaros, a calma do Rio Bicudo. Os ditos e os não ditos de dona Geralda, os modos de falar, a goiabada, o queijo, a sanfona. Sem abrir mão desse sentimento quase saudosista, que faz o leitor viajar por uma Minas que aos poucos deixa de existir, Maria Amélia não poupa das críticas alguns dos costumes conservadores que acabam por tolher a liberdade das pessoas, no seio da tradicional sociedade mineira. Tais críticas, feitas de forma elegante, e algumas pitadas de engajamento político completam o tecido da história.
    Show book
  • O missionário - cover

    O missionário

    Inglês de Sousa

    • 0
    • 0
    • 0
    A obra O Missionário, de Inglês de Sousa, nasceu do desenvolvimento do conto O Sofisma do Vigário”, e é um romance de tese que propõe o conflito entre a vocação sacerdotal e o instinto sexual, instigado pelo relaxamento dos costumes e pelo sensualismo de uma mulher. Ao fim, todos esses fatores acabam por vencer a frágil resistência do Padre Antônio de Morais, personagem principal da obra.
    Show book
  • A nova califórnia - cover

    A nova califórnia

    Lima Barreto

    • 0
    • 1
    • 0
    “A nova Califórnia” explora a química da linguagem literária - aquela que traz a nebulosidade das figuras para as frases a fim de fazer o leitor encontrar a clareza das informações, o Sol das ideias, aquela que leva o leitor a descobrir que, por baixo dessa sátira ao francês Nicholas Flamel, está a alma gananciosa do ser humano.
    Show book
  • Educação limpa - cover

    Educação limpa

    Arnaldo Niskier

    • 0
    • 3
    • 0
    Compilação de 100 artigos sobre Educação, de autoria do professor Arnaldo Niskier publicados nos mais diversos jornais brasileiros.
    Show book
  • O Dote - cover

    O Dote

    Arthur Azevedo

    • 0
    • 0
    • 0
    Comédia em três atos publicada em 1907 que trata dos problemas de relacionamento dos recém-casados Ângelo e Henriqueta. Apaixonados, Ângelo não consegue contar para a mulher que eles irão à bancarrota se ela não parar de gastar sem controle. Henriqueta não quer falar de dinheiro, acreditando que o que gasta é muito menos do que o dote de 50 contos que trouxe para o casamento. Pode o amor superar os problemas de dinheiro? Esta peça foi baseada nas colunas escritas por Júlia Lopes de Almeida no jornal carioca O País, de 1907 a 1909, nas colunas: reflexões de um marido; reflexões de uma esposa; e reflexões de uma viúva (publicadas em 1910 no livro Eles e Elas pela Francisco Alves), dois anos após a morte de Artur Azevedo, que teve o privilégio de acompanhar as primeiras crônicas de Júlia, nas quais baseou essa comédia.
    Show book
  • Ao correr da pena - cover

    Ao correr da pena

    José de Alencar

    • 0
    • 0
    • 0
    Considerada a estreia literária de José de Alencar, Ao Correr da Pena é uma obra que reúne crônicas escritas pelo autor entre 1854 e 1855, publicadas semanalmente em folhetim no Jornal Correio Mercantil, do Rio de Janeiro. É com esses escritos, que, aos 25 anos de idade, Alencar começa a se tornar conhecido no círculo intelectual da época, já mostrando intimidade em permear entre o gênero literário e o estilo jornalístico. 
    Por meio das crônicas, é possível conhecer aspectos do cotidiano social, político, econômico e cultural da sociedade carioca do século 19, bem como entrar em contato com as primeiras ideias literárias do autor, que foi o maior expoente do Romantismo brasileiro de seu tempo. 
    É como romancista que José Martiniano de Alencar (1829-1877) é lembrado até os dias de hoje. No entanto, o autor também foi folhetinista, jornalista, dramaturgo, advogado e político, deixando entre a sua produção escrita, além de crônicas, peças de teatro, textos autobiográficos e críticas literárias.
    Show book