Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Causas da Decadência dos Povos Peninsulares - cover

Causas da Decadência dos Povos Peninsulares

Antero De Quental

Publisher: Projecto Adamastor

  • 0
  • 1
  • 0

Summary

«Meus Senhores: A decadência dos povos da Península nos três últimos séculos é um dos factos mais incontestáveis, mais evidentes da nossa história: pode até dizer-se que essa decadência, seguindo-se quase sem transição a um período de força gloriosa e de rica originalidade, é o único grande facto evidente e incontestável que nessa história aparece aos olhos do historiador filósofo. Como peninsular, sinto profundamente ter de afirmar, numa assembleia de peninsulares, esta desalentadora evidência. Mas, se não reconhecermos e confessarmos francamente os nossos erros passados, como poderemos aspirar a uma emenda sincera e definitiva? O pecador humilha-se diante do seu Deus, num sentido acto de contrição, e só assim é perdoado. Façamos nós também, diante do espírito de verdade, o acto de contrição pelos nossos pecados históricos, porque só assim nos poderemos emendar e regenerar.»Antero de Quental
Available since: 07/17/2015.

Other books that might interest you

  • Mana Maria - cover

    Mana Maria

    Alcântara Machado

    • 0
    • 2
    • 0
    "Mana Maria" foi o único romance escrito por Alcântara Machado em edição avulsa. Mana Maria é uma mulher solteira que abriu mão de seus sonhos e desejos em nome de uma rotina estafante, cuidando da casa e da família. Assim como nas outras obras, observamos os traços vanguardistas do autor, bem como na criação das personagens e na linguagem do povo da São Paulo dos anos 30, que começava a se tornar uma metrópole industrial.
    Antônio Castilho de Alcântara Machado d'Oliveira, nascido em São Paulo no ano de 1901, foi jornalista, político e escritor brasileiro. Apesar de não ter participado da Semana de 1922, Alcântara Machado escreveu diversos contos e crônicas modernistas, além de um romance inacabado. Morreu no Rio de Janeiro, em 1935.
    Show book
  • Dona Guidinha do Poço - cover

    Dona Guidinha do Poço

    Manuel Oliveira de Paiva

    • 0
    • 0
    • 0
    Importante romance da literatura regional cearense, Dona Guidinha do Poço narra a história do casamento de Margarida, a dona Guidinha do Poço com o Major Joaquim Damião. Ela, rica fazendeira, casa-se com o pobre Damião e vão morar na fazenda do Poço da Moita, onde aparecerá Secundino, um sobrinho do marido que irá desestruturar a vida do casal. O livro se baseia na história real ocorrido em 1853 em Quixeramobim, de paixão e morte, em que Maria Francisca de Paula Lessa se apaixona por Senhorinho Pereira, sobrinho do marido Domingos Vitor de Abreu e Vasconcelos, conspirando para sua morte. Maria Francisca seria presa por muitos anos, saindo da prisão louca e terminando seus dias como indigente.
    Show book
  • O subterrâneo do Morro do Castelo - cover

    O subterrâneo do Morro do Castelo

    Lima Barreto

    • 0
    • 0
    • 0
    São textos publicados de 28 de abril a 3 de junho de 1905, no jornal Correio da Manhã, sobre a demolição do Morro do Castelo. Contam a descoberta de galerias subterrâneas embaixo do convento jesuíta que havia no alto do Morro, no centro da cidade. À medida que as obras avançavam, os textos ganhavam contornos de ficção, explorando a lenda urbana sobre um tesouro que teria sido enterrado pelos jesuítas sob o morro. Ao mesmo tempo, descobria uma história de amor entre uma aristocrata, seu amante jesuíta e um francês. Na época, o autor tinha 24 anos.
    Show book
  • Páginas Recolhidas - cover

    Páginas Recolhidas

    Machado de Assis, FrontPage...

    • 0
    • 0
    • 0
    Páginas Recolhidas é um livro de contos de Machado de Assis, lançado em 1899. A obra traz alguns dos mais interessantes contos escritos pelo autor, como "Missa do Galo", "O Caso da Vara", "Ideias de Canário" e "O Dicionário". Também fazem parte do livro textos diversos, como "A Estátua de José de Alencar" - discurso proferido por Machado de Assis na cerimônia de lançamento da pedra fundamental da estátua do indianista brasileiro, e "O Velho Senado", que retrata pormenores curiosos da vida política brasileira ao final do século XIX.Índice:01    O Caso da Vara02O Dicionário03Um Erradio04Eterno!05Missa do Galo06Ideias de Canário07Lágrimas de Xerxes08Papéis Velhos09A Estátua de José de Alencar10Henriqueta Renan11O Velho Senado12Vae Soli!13Salteadores da Tessália14O Sermão do Diabo15A Cena do Cemitério16Canção de Piratas17Garnier
    Show book
  • Cancioneiro - cover

    Cancioneiro

    Fernando Pessoa

    • 0
    • 0
    • 0
    As poesias do escritor, reunidas sob o título de Cancioneiro, além de prestar uma homenagem à tradição lírica lusitana de preservar os seus mais antigos textos literários, também se relacionam com as cantigas medievais, pois o ritmo e a métrica dos versos deixam esses poemas tão harmoniosos que eles se transformam também em verdadeiras letras de música. A obra é composta por poemas líricos, rimados e metrificados, de forte influência simbolista.
    Show book
  • Quatro Novelas - cover

    Quatro Novelas

    Ana de Castro Osório

    • 1
    • 2
    • 0
    Vinha Luis sahira para o colegio ainda criança e de lá para as escolas superiores; assim os anos tinham decorrido sem que nunca mais visitasse a terra natal. Dez anos, dez longos anos se tinham passado, e só agora voltava, como um foragido ou como um ladrão, que enlouquecido de saudades arrisca a vida e a liberdade para revêr a terra que primeiro conheceu e é sempre para o homem a mais querida, a mais bela, a melhor de todas. E—pobre Luis!—era na verdade como um foragido que voltava, escondendo-se para que o não vissem, envergonhado dessa fraqueza sentimental que já não ia nada bem com os seus galões de guarda-marinha e o seu bonito bigode a ensombrar-lhe o labio superior. E voltava amesquinhado aos seus proprios olhos, elle que se julgava tão importante pelos estudos transcendentes, que seguira com certo brilho, porque só agora compreendia o sacrificio de cada momento, a luta de cada hora, o verdadeiro heroismo obscuro e respeitavel que a sua educação representava na vida da familia.
    Show book