Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Causas da Decadência dos Povos Peninsulares - cover

Causas da Decadência dos Povos Peninsulares

Antero De Quental

Publisher: Projecto Adamastor

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

«Meus Senhores: A decadência dos povos da Península nos três últimos séculos é um dos factos mais incontestáveis, mais evidentes da nossa história: pode até dizer-se que essa decadência, seguindo-se quase sem transição a um período de força gloriosa e de rica originalidade, é o único grande facto evidente e incontestável que nessa história aparece aos olhos do historiador filósofo. Como peninsular, sinto profundamente ter de afirmar, numa assembleia de peninsulares, esta desalentadora evidência. Mas, se não reconhecermos e confessarmos francamente os nossos erros passados, como poderemos aspirar a uma emenda sincera e definitiva? O pecador humilha-se diante do seu Deus, num sentido acto de contrição, e só assim é perdoado. Façamos nós também, diante do espírito de verdade, o acto de contrição pelos nossos pecados históricos, porque só assim nos poderemos emendar e regenerar.»Antero de Quental

Other books that might interest you

  • Encarnação - cover

    Encarnação

    José de Alencar

    • 0
    • 0
    • 0
    Romance póstumo de José de Alencar, publicado em 1893, narra a história de amor impossível de Amália com o viúvo Hermano. Livre, moderna e independente, Amália não tem olhos para ninguém até conhecer o viúvo Hermano, que vive enclausurado em sua casa com as memórias de sua falecida Julieta. Aos poucos, o interesse de ambos vai se desenvolvendo, mas Hermano não se acha capaz de amar outra mulher e Amália considera que não pode ficar com um homem que idolatra uma outra mulher que não está mais presente.  De forma dramática, o comportamento dos dois flui para caminhos inesperados e trágicos, com um final inesperado.
    Show book
  • Você sabe o que seu filho está fazendo na internet? - cover

    Você sabe o que seu filho está...

    Wanderson Castilho

    • 0
    • 2
    • 0
    Se a internet facilita mais e mais a nossa vida, por outro lado é uma fonte cada vez maior de preocupação para quem tem filhos. Neste livro, pais, mães, familiares e educadores – além dos próprios filhos – vão conhecer um pouco mais das ameaças que nos rondam dentro de um computador, de um tablet ou de qualquer dispositivo conectado à internet. E vão ficar mais cientes e mais preparados para lidar com problemas que, se ainda não apareceram, têm grande chance de acontecer.
    Show book
  • Os Sonetos Completos De Anthero De Quental - cover

    Os Sonetos Completos De Anthero...

    Antero De Quental

    • 1
    • 3
    • 0
    Compilação de todos os sonetos do grande autor Português Anthero de Quental.
    Show book
  • Exposição - Liga Naval De Lisboa - cover

    Exposição - Liga Naval De Lisboa

    José De Almada Negreiros

    • 0
    • 0
    • 0
    Sorry, we have no synopsis for this book right now. Sign in to read it on 24symbols.com
    Show book
  • O Homem que não tinha nada - cover

    O Homem que não tinha nada

    Magnum Ferreira

    • 0
    • 0
    • 0
    ESTE LIVRO CONTÉM GATILHOS.Se você está esperando um livro de conto de fadas ou um romance épico daqueles que tiram o fôlego, bom talvez esse livro não seja para você. É um livro sobre o que o homem mais tem de humano, e o que ele menos tem... É sobre preconceito, injustiça e ditadura militar.Sobre escolhas erradas e xenofobia. Mas também é sobre recomeço, sobre luta e talvez sobre glórias. É um daqueles livros que a gente reflete, se incomoda mas é também necessário.
    Show book
  • Quatro Novelas - cover

    Quatro Novelas

    Ana Castro de Osório

    • 1
    • 2
    • 0
    Vinha Luis sahira para o colegio ainda criança e de lá para as escolas superiores; assim os anos tinham decorrido sem que nunca mais visitasse a terra natal. Dez anos, dez longos anos se tinham passado, e só agora voltava, como um foragido ou como um ladrão, que enlouquecido de saudades arrisca a vida e a liberdade para revêr a terra que primeiro conheceu e é sempre para o homem a mais querida, a mais bela, a melhor de todas. E—pobre Luis!—era na verdade como um foragido que voltava, escondendo-se para que o não vissem, envergonhado dessa fraqueza sentimental que já não ia nada bem com os seus galões de guarda-marinha e o seu bonito bigode a ensombrar-lhe o labio superior. E voltava amesquinhado aos seus proprios olhos, elle que se julgava tão importante pelos estudos transcendentes, que seguira com certo brilho, porque só agora compreendia o sacrificio de cada momento, a luta de cada hora, o verdadeiro heroismo obscuro e respeitavel que a sua educação representava na vida da familia.
    Show book