Join us on a literary world trip!
Add this book to bookshelf
Grey
Write a new comment Default profile 50px
Grey
Subscribe to read the full book or read the first pages for free!
All characters reduced
Bom Senso E Bom Gosto - Carta Ao Excelentissimo Senhor Antonio Feliciano De Castilho - cover

Bom Senso E Bom Gosto - Carta Ao Excelentissimo Senhor Antonio Feliciano De Castilho

Antero De Quental

Publisher: Literature Classics

  • 0
  • 0
  • 0

Summary

Constitui um dos documentos mais importantes da polémica literária que ficou conhecida como a Questão Coimbrã ou mesmo a Questão do Bom Senso e Bom Gosto, tendo surgido como resposta à carta-posfácio de António Feliciano de Castilho inserta no Poema da Mocidade, de Pinheiro Chagas, de outubro de 1865, na qual o autor de Cartas de Eco a Narciso aludia ironicamente às teorias filosóficas e poéticas expostas nos prefácios a Visão dos Tempos e Tempestades Sonoras (ambas de 1864), de Teófilo Braga, e na nota posfacial das Odes Modernas, de Antero de Quental (de julho de 1865). Sentindo-se visado, Antero de Quental responde em novembro com o panfleto Bom Senso e Bom Gosto. Carta ao Exmo. Sr. António Feliciano de Castilho, onde qualifica o juízo de Castilho como uma crítica "à independência irreverente de escritores que entendem fazer por si o seu caminho, sem pedirem licença aos mestres, mas consultando só o seu trabalho e a sua consciência", que cometem "essa falta de querer caminhar por si, de dizer e não de repetir, de inventar e não de copiar".
Available since: 09/24/2015.

Other books that might interest you

  • Macunaíma - cover

    Macunaíma

    Mário de Andrade

    • 0
    • 0
    • 0
    Macunaíma, o herói sem nenhum caráter é um canto vazado na língua portuguesa falada em nosso país. A saga de Macunaíma – Imperador do Mato – começa quando ele perde sua muiraquitã, um amuleto de pedra que havia ganhado de Ci, a Mãe do Mato. Acompanhado de seus irmãos Maanape e Jiguê, o herói viaja para o Sul em busca do amuleto, que estava em poder do fazendeiro peruano Venceslau Pietro Pietra. Encantado com a "civilização moderna", Macunaíma, de certa forma, se vê dividido entre seu reino e as maravilhas de "São Paulo, a maior cidade do universo". Verdadeiro marco do modernismo brasileiro e uma das narrativas mais singulares de nossa literatura, Macunaíma, foi publicado originalmente em 1928. O autor potencializa o uso literário da linguagem oral e popular e mistura folclore, lendas, mitos e manifestações religiosas de vários recantos do Brasil.
    Show book
  • O Mistério da Estrada de Sintra - cover

    O Mistério da Estrada de Sintra

    Eça de Queirós, Ramalho Ortigão

    • 3
    • 10
    • 0
    No dia 24 de julho de 1870 uma carta enviada ao diretor do jornal Diário de Notícias chamou a atenção dos cidadãos de Lisboa. A carta continha o relato de um engenhoso seqüestro na estrada que leva a Sintra. Talvez fosse uma notícia inusitada para a época mas o que realmente ninguém esperava era o que estava para acontecer. A edição seguinte trazia uma nova carta que dava seqüência à misteriosa narrativa e depois dela outras mais. Mistério amor traição paixão ardente viagens exóticas e uma morte. O impacto foi tão grande entre os lisboetas que a polícia local se viu obrigada a realizar investigações na cena do crime.
    Show book
  • Aurora boreal - cover

    Aurora boreal

    Maria Amélia Thomaz

    • 0
    • 0
    • 0
    Este é o primeiro livro publicado da escritora mineira Maria Amélia Thomaz. Com leveza e sensibilidade ela nos surpreende com um estilo inovador e simples de contar histórias. Aurora Boreal se passa no interior de Minas Gerais, entre as décadas de 70 e 90. É uma história sobre o processo muitas vezes árduo, porém bonito, de superação perante os infortúnios da vida. Quando Guilherme chega da França, após concluir seus estudos, a sua vida desemboca num espiral de reviravoltas, amores brutos, sofrimento e superação. Uma história que fala fundo. O leitor irá se encantar com uma Minas bucólica, a fartura, os costumes, a paisagem, os tipos humanos. A Estância d´Água, propriedade da família de Guilherme, parece ter sentimento e vontade próprios, recebe sempre com amor.  Ao longo das reviravoltas, a autora nos brinda com o mugir confortante das vacas, o canto esperançoso dos pássaros, a calma do Rio Bicudo. Os ditos e os não ditos de dona Geralda, os modos de falar, a goiabada, o queijo, a sanfona. Sem abrir mão desse sentimento quase saudosista, que faz o leitor viajar por uma Minas que aos poucos deixa de existir, Maria Amélia não poupa das críticas alguns dos costumes conservadores que acabam por tolher a liberdade das pessoas, no seio da tradicional sociedade mineira. Tais críticas, feitas de forma elegante, e algumas pitadas de engajamento político completam o tecido da história.
    Show book
  • A Falência - cover

    A Falência

    Júlia Lopes de Almeida

    • 0
    • 0
    • 0
    Neste romance de 1901, Júlia Lopes de Almeida narra a história de Camila, bela e pobre mulher que se casa com um grande empresário do café, Francisco Teodoro, que depois de trabalhar a vida inteira e amealhar fortuna, precisava de uma companhia para construir uma família. Apesar do amor frio, existia entre os dois uma grande amizade. Camila tinha tudo, mas o amor verdadeiro iria buscar nos braços de outro homem.
    Show book
  • Educação limpa - cover

    Educação limpa

    Arnaldo Niskier

    • 0
    • 3
    • 0
    Compilação de 100 artigos sobre Educação, de autoria do professor Arnaldo Niskier publicados nos mais diversos jornais brasileiros.
    Show book
  • Frei Luiz De Sousa - cover

    Frei Luiz De Sousa

    Almeida Carrett

    • 1
    • 0
    • 0
    Frei Luís de Sousa é um drama em três atos de Almeida Garrett, estreado em 1843 e publicado em 1844, baseado livremente na vida de Frei Luís de Sousa, nome adotado pelo frade Manuel de Sousa Coutinho. Esta obra retrata a vida de Manuel Luís de Sousa Coutinho e da sua esposa D. Madalena de Vilhena, uma mulher muito supersticiosa, que acredita que qualquer sinal que achasse fora do normal era uma chamada de atenção para acções futuras, um presságio.
    Show book